Moro será alvo de CPI no Congresso, por Esmael Morais

 

Do Blog do Esmael

O deputado Wadih Damous (PT-RJ), em vídeo distribuído nas redes sociais, informou que articulará esta semana uma CPI para investigar o juiz Sérgio Moro no Congresso.

O fato concreto para pedir a instalação da comissão de investigação é a entrevista do advogado Rodrigo Tacla Duran, que, na Folha, revelou que o advogado trabalhista Carlos Zucolotto Junior, padrinho de casamento de Moro, intermediou negociações paralelas dele com a força-tarefa lava jato.

O deputado Wadih Damous (PT-RJ), em vídeo distribuído nas redes sociais, informou que articulará esta semana uma CPI para investigar o juiz Sérgio Moro no Congresso.

O fato concreto para pedir a instalação da comissão de investigação é a entrevista do advogado Rodrigo Tacla Duran, que, na Folha, revelou que o advogado trabalhista Carlos Zucolotto Junior, padrinho de casamento de Moro, intermediou negociações paralelas dele com a força-tarefa lava jato.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Sergio Moro publica artigo com plágio e põe culpa na estudante que ele orientou

4 comentários

  1. É isto ai deputado. Vamos mostrar que justiça é para todos

    Tem de ir atrá mesmo. Este cara mandou até invadir a casa dos outros e tem de mostrar que quem está na casa dele é que merece investigação

  2. A conferir, a conferir…

    Duvido muito que esse Congresso que aí está, mais interessado no saque desenfreado da Nação e no desmonte do Estado, perca um minuto que seja com Sergio Moro. Se Moro os estivesse impedindo de saquear e privatizar, aí sim eu digo que fariam algo. Mas como Moro é seletivo e só incomoda ao PT, os ilustres congressistas provavelmente nem tomarão conhecimento da proposta…

  3. Estratégia

    Mau negócio. A narrativa hegemônica vai ser “ladrões do congresso atacam Moro, juiz que combate a corrupção”. A denúncia teve ser amplamente divulgada, a “imparcialidade” da lava-jato deve ser amplamente escrachada, mas CPI é tiro no pé.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome