PEN quer retirar ação no Supremo só para não beneficiar Lula nem “ajudar a esquerda”

Foto: Divulgação
 
Adilson Barroso e Jair Bolsonaro
 
Jornal GGN – O presidente nacional do PEN/Patriota, Adilson Barroso, pretende retirar uma das ações declaratórias de constitucionalidade (ADC) que aguarda deliberação do plenário do Supremo Tribunal Federal sobre a prisão a partir de condenação em segunda instância. Segundo o Estadão, Adilson não quer que a ação seja usada para beneficiar Lula ou “ajudar a esquerda” a libertá-lo. 
 
“Se tiver jeito de retirar, eu retiro”, disse Barroso. “Se não tiver jeito, o que vou fazer? A lei é igual para todos. Eu não entrei pelo Lula. Entramos com esse processo há dois anos pensando na sociedade e não em petista, até porque sou de direita. Nunca defendi petista, nunca gostei do PT. Lula não tinha processo contra ele. Agora vem a possibilidade de ajudar a esquerda que mais criou problema de corrupção no País”, justificou.
 
Adilson ainda afirmou que entrou com o processo em 2016, quando Lula ainda não havia sido condenado, e que não quer que a ação, agora, defenda “cidadão que cometeu crime”. Ele disse que a ideia era obter do Supremo uma “orientação” sobre se pode ou não prender antes do trânsito em julgado. “Era só isso que eu queria saber. Que se cumpra a Justiça e seja firme no que se falou há um tempo. Não pode mudar o voto agora.”
 
O presidente do PEN ainda sinalizou que deve destituir o advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, e dar procuração a outro para levar a desistência adiante.
 
Ontem, Kakay entrou no STF com um pedido de liminar em nome o IGP, que é parte na ADC apresentada pelo PEN.
 
O ministro Marco Aurélio Mello pretende levar os pedidos de liminar relacionados às ADCs ao plenário do Supremo na quarta (11).

13 comentários

  1. Será que está rolando uma “verba” extra ao nanico caixa?

    Hmmm, isso é que é seriedade: retirar um processo de “convicção” que abrange toda a sociedade, em prejuízo de UM.

    Este é o brazil de maroni…

     

  2. Casuismo

    “Agora vem a possibilidade de ajudar a esquerda que mais criou problema de corrupção no País”.

    Esses panacas acreditam que todo brasileiro seja um midiota.

    ” não quer que a ação, agora, defenda “cidadão que cometeu crime”.

    Está falando de quem?  Lula? Lave sua boca suja antes de pronunciar esses nome.

  3. Toda tragédia só me importa quando atinge minha bunda

    “Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu.
    Como não sou judeu, não me incomodei.
    No dia seguinte, vieram e levaram
    meu outro vizinho, que era comunista.
    Como não sou comunista, não me incomodei.
    No terceiro dia vieram
    e levaram meu vizinho católico.
    Como não sou católico, não me incomodei.
    No quarto dia, vieram e me levaram;
    já não havia mais ninguém para reclamar…”

     

    Martin Niemöller – 1933 – Símbolo da resistência aos nazistas.

     

  4. A atitude do peticionante da

    A atitude do peticionante da ADC é um case que serve a estudo e aprendizado da esquerda nacional, bem como os chamados “democratas” e toda sorte de humanistas que parecem desesperados a achar um centro onde ele não existe, ou seja, na luta de classes.

    Ontem, ou anteontem, um dos colaboradores daqui (André Araújo) nos deu uma aula sobre cortes constitucionais, lealdade de governo e lealdade pessoal, e o peso de tais premissas dentro do que se apelida Democracia (sabemos que inexiste Democracia em sistemas capitalistas, justamente porque a formalidade representativa um homem (mulher) um voto não corresponde ao peso relativo dos mais ricos em relação ao peso dos mais pobres na formatação REAL da representação dentro das estruuturas sociais e de Estado!).

    André Araújo discorreu sobre um dos traumas da esquerda, ou pior, sua doença infantil: O republicanismo!

    – Chamada a influir na escolha dos juízes que decidirão (ou decidiriam) sobre a constitucionalidade dos conflitos que virão (ou viriam), principalmente porque governos de orientação progressistas precisam desmontar o arcabouço normativo (e constitucional) que sustenta as desigualdades que ferem de morte a Democracia (como mencionamos acima), a esquerda busca uma “neutralidade”, uma forma “republicana” de indicação, que a poupe de ser chamada de “parcial”.

    Tolice das grossas, desnunada por Andrá Araújo.

    Já sabemos que nenhum grande estadista dos EUA (ou de outro país qualquer), desde Lincoln, renunciou a usar TODAS as formas de pressão para empoderar suas decisões.

    Lincoln inclusive teve os colhões de ir às últimas consequências, não para instalar um governo socialista, mas apenas para definir em 1865 que tipo de capitalismo praticariam os EUA: O industrial assalariado, com inserção global e produtor de tecnologia e supremacia militar, ou o de viés escravista (não à toa D. Pedro II mandou recursos aos confederados do Sul), dependente e produtor de commodities.

    Saldo: 600 mil mortos e cicatrizes abertas até hoje, mas alguém ousa imaginar como seriam os EUA se o Sul ganhasse?

    Então…

    Algo como temos hoje.

    De algum modo, o rentismo da banca está para o capitalismo de hoje como estava a escravidão em no século XIX.

    O presidente do PEN nos mostra como agir:

    – Não há nele nenhum pudor em reconhecer que a luta pela “sociedade” só tem lugar quando beneficia seus pares, e não TODA sociedade, porque isso, via de regra, sabemos ser impossível.

    Assim, Lula e o PT (todos nós) temos que aprender que sequer conseguiremos reformar esse puxadinho capitalista que vivemos se pretendermos agradar a todos com “cacoetes republicanos”.

    Isso não implica em nos tornarmos uma versão piorada deles, mas reconhecer a luta política pela sua natureza, isto é, LUTA!

    E como resultado de LUTA, ainda que civilizemos nossos modos, sempre alguém perde e outros ganham.

    Não há meio termo nisso, nem centro possível.

     

  5. Ora, se os ministros do STF
    Ora, se os ministros do STF estão morrendo de medo de que qq deslize seu possa “não prejudicar” ( beneficiar, é outra coisa), Lula. Imaginem o tiozinho do PEN, de “colaborar”, mesmo que indiretamente. Por outro lado, partindo do PEN, temos aí a possibilidade  de vender a desistência, por um bom dinheiro.  O que quer que tenha acontecido, aconteça ou vai acontecer, o importante é que esse “espetáculo gospel” ( melhor definição dessa patifaria igrejeira-jurídico-midiática, tem como cenário  o STF Desde o primeiro ato lá na AP470 com JB cassando direitos, acusando, ele mesmo, de dentro do plenário, aqueles que ele, tb julgaria mais adiante. Mas isso já é passado e, embora alertássemos que aquilo nos levaria à barbárie não tinha jeito. Os moralistas/igrejeiros que estavam praticando os crimes contra a nação, tinham todos os meios de comunicação, à exceção dos blogs, falando ao país inteiro. O resultado está aí: Os moralistas igrejeiros, inventam crimes, forjam provas, adulteram documentos, acusam, julgam, condenam e prendem ( espero que parem seus crimes nesse ponto) uma liderança de massas e a desculpa é que todos somos iguais, perante a lei. Gostaria de saber dos ministros da Corte o que aconteceria com um cidadão que tivesse cometido esses crimes que os membros do judiciário, cometeram. Ah mas o MPF não denunciou ninguém por isso e a TV nunca acusou, tampouco. É verdade e, mais que isso, é a realidade, pq é esse sistema judiciário plantador de provas, simulador de ocorrências e, portanto corrupto,o maior responsável, por nossos presídios lotados de inocentes, sem julgamento. O exemplo vem de cima.  os operadores da judiciário na cozinha, seguem os métodos da sala de visitas. É, por isso que temos que ficar de olho no guarda que vai dar geral no nosso carro, não abrir bolsa/mochila, etc… Mas é por isso, tb, que se oferece dinheiro ao guarda. O brasileiro médio nasce sabendo que nossa elite é movida a dinheiro e, sempre tem alguém pagando por um serviço sujo, a única saída é tentar cobrir a oferta. Toda hora vejo um moralista tentando contrabandear a ideia de que somos todos corruptos pq damos $ ao guarda mas não vejo se perguntando pq um servidor jogaria droga na mochila de alguém pra arrumar um $ Ah é pra ganhar mais pq ele ganha pouco ou acha que merece mais ou, a cada novo passo, o serviço vai ficando mais perigoso/ousado merecendo, portanto, um reajuste. Eu vejo ministros tendo a coragem de dizer que, se todo mundo vai parar na cadeia, por conta das armações do sistema judiciário pq, diabos, Lula, vai poder ser diferente e se livrar das nossas manobras pra trancafiar indesejáveis, desde sempre? Eu vou responder, ao Min. Barroso o porquê ( ele já sabe e, por isso, o desespero). PQ, Lula foi o cara que a gente escolheu para dar um basta nesse jogo imundo de farsa sobre farsa do judiciário para encarcerar  o povo. Não fossem, primeiro Dirceu e Genoíno e, agora, Lula, toda essa patifaria do judiciário contra os cidadãos ficaria, onde sempre esteve, escondida pela mídia, debaixo das togas da elite fascista. Lula mostra ao mundo o seu gigantismo e o nanismo do nosso sistema judiciário. Ele é nosso representante, nessa luta, desde sempre, desigual e Moro é  de vcs.Lembrando ao time de Moro que, Lula só está preso pq quis pq,se dependesse do povo, não teria se apresentado e, nem os valentões de toga iriam buscar. Apesar de toda essa nojeira, os ministros ainda acham que precisam do plenário ( já conspurcado) para conceder um HC a um inocente. Enquanto a Globo não ordenar, ninguém balança a toga. Afinal, é fácil falar mas quem vai suportar a pressão é quem ousar decidir, né? SIM, e nós sabemos disso pq ousamos decidir 4 vezes, apesar das pressões e, nossas lideranças pagaram e pagam caro, por isso.Que os moralistas/igrejeiros não venham falar de pressão pq o metalúrgico bilionário de Garanhuns, tem 72 anos e está confinado, numa cela cercado por fascistas por decisão dessa corte. Podiam, pelo menos, fingir que trabalham, pra disfarçar. 

  6. chocado mas não surpreso

    Para os inimigos, a LEI, para os amigos os CARGOS!

    Quem pode votar num partido desses?

    Para que serve um partido desses?

    Que nivel nós chegamos. A direita brasileira é simplesmente patética!

  7. Este Adilson Barroso veio do

    Este Adilson Barroso veio do MPF, da PF ou de algum tribunal? A lógica é a mesma, as contas da Dilma valem, depois não valem, mas agora valem, tudo depende das circunstâncias. Grampear não pode, agora pode, agora não pode mais,…

  8. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome