Por 5 x 0, Aécio vira réu no Supremo por propina da JBS

Cintia Alves
Cintia Alves é graduada em jornalismo (2012) e pós-graduada em Gestão de Mídias Digitais (2018). Certificada em treinamento executivo para jornalistas (2023) pela Craig Newmark Graduate School of Journalism, da CUNY (The City University of New York). É editora e atua no Jornal GGN desde 2014.
[email protected]

Foto: Lula Marques
 
 
 
Jornal GGN – O senador Aécio Neves (PSDB) virou réu na tarde desta terça (17), quando, por unanimidade, a primeira turma do Supremo Tribunal Federal acolheu a denúncia sobre a propina de R$ 2 milhões da JBS.
 
O relator do caso, ministro Marco Aurélio Mello, defendeu a abertura do processo contra o tucano e  envio das acusações contra Andrea Neves, Frederico Pacheco e Menderson Souza para a primeira instância. Mas os outros 4 ministros da turma rejeitaram a proposta.
 
Os ministros também rejeitaram os argumentos preliminares de Aécio, impedindo que a ação fosse anulada por “erros e ilegalidades” supostamente cometidas pela Procuradoria da República. Entre elas, a participação de Marcelo Miller na delação da JBS.
 
Aécio também alegou que os R$ 2 milhões que solicitou à JBS não provinham de recursos públicos. Ao contrário disso, tratava-se de um empréstimo.
 
O ministro Luís Roberto Barroso destacou que Aécio não firmou nenhum contrato nem apresentou outra evidência robusta do empréstimo. Além disso, o magistrado lançou suspeita sobre o fato de que o dinheiro foi entregue ao primo do tucano em uma mala de dinheiro, quando era mais seguro apenas fazer uma transferência bancária.
 
O ministro Alexandre de Moraes também votou contra Aécio, argumentando que existem indícios suficientes para que o processo seja instaurado. Apesar disso, ele destacou que o Ministério Público terá de comprovar as acusações.
 
Também acolheram a denúncia por corrupção passiva os ministros Rosa Weber e Luiz Fux.
 
OBSTRUÇÃO DE JUSTIÇA
 
Por obstrução de Justiça, o placar contra Aécio foi de 4 a 1. Apenas Moraes não aceitou a tese de que o senador tucano tentou atrapalhar as investigações da Lava Jato.
 
Pelas gravações levantadas pelo Ministério Público, Moraes seria acionado por Aécio, enquanto ministro da Justiça do governo Temer, para forçar a Polícia Federal a desacelerar investigações da Lava Jato. O hoje ministro do Supremo não viu indícios suficientes para aceitar esta parte da denúncia.

22 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Quem é Aécio?

    Se Lula não tivesse tido um julgamento tão injusto e estivesse preso, quase certamente dariam um jeito de livrar a cara do Aécio.

    Mas depois da prisão absolutamente injusta do Lula, sem um fiapo de prova e por causa de um apartamento que não é dele, tornar Aécio um réu caiu como uma luva para os togados se escudarem. Agora, os políticos dos atuais partidos governistas, assim como os coxinhas, vão dizer que “a lei é para todos”, que “poderosos de todos os partidos estão sendo julgados”, etc., etc., etc.

    Mas não. Aécio não é absolutamente nada hoje, do ponto de vista político. Nada.

    1 Aécio não vale 0,001 de Lula, politicamente. O jogo não está “empatado” não.

  2. Nada que venha desses

    Nada que venha desses covardes do stf merece a menor consideração. Estes senhores e senhoras, desmoralizam  a  institução STF com suas trapaças golpistas e oportunismo político. Os poucos que escapam de tal conduta, se apequenam em pusilanimidade.

    Orlando.

  3. A lei é para todos. Mas a lentidão, só para alguns.

    Cortina de fumaça. Vamos aguardar deitados o desenrolar do processo e o julgamento. Mofa nas gavetas e prescreve. A lei, nesse sentido, é para todos. Mas a lentidão da sua aplicação, só para alguns (amigos).

  4. Falsa dicotomia: Lula x Aécio

    Prender Aécio é uma pura e simples obrigação legal diante dos fatos gritantes.

    A prisão de Aécio em nada diminui a injustiça de prender Lula sem provas… ainda mais sendo Lula o favorito para as eleições…

    NÃO EXISTE NADA QUE ELES POSSAM FAZER QUE CORRIJA ESSA INJUSTIÇA!

     

  5. Dos tempos em que…

    1 – Dos tempos em que o PSDB cobrava do PT que expulsasse os envolvidos no Mensalão:

    http://www.psdb.org.br/acompanhe/noticias/pt-admite-erros/

    2 – Dos tempos em que Sergio Moro cobrava dos partidos políticos a expulsão dos envolvidos com corrupção:

    http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/por-que-esses-partidos-nao-expulsam-quem-se-envolveu-em-corrupcao-cobra-moro/

    Agora, eu quero ver quem é @ repórter que vai cobrar isso do PSDB e do Moro…

  6. Esse aecim… e os seus

    Aecim você é como os seus: seu avô, seu pai, sua irmã “são gente boa”, mas que fedem, fedem. E como fedem…

  7. Por…

    Que momento mas oportuno para transformar Aécio em réu. E apenas isto. Sem conduções coercitivas, sem ‘ser o chefe de toda organização criminosa’, sem powerpoint, sem ‘convicções’,…. O mesmo a respeito de prender Paulo Preto. Que momento mais oportuno, depois de levar Lula à prisão. Vão se alguns anéis do Tucanato, mas restarão os dedos. E ainda teremos que esperar muito para sabermos se realmente irão os tais ‘anéis tucanos’. Enquanto isto Lula já está preso e os dias passando. Não perceberam o golpe mais que articulado? 

  8. Caro Nassif
    Como assim, só o

    Caro Nassif

    Como assim, só o Aécio, por objeção a justiça?????!!!!

    O mensalão, o golpe, Moro,DD, STF, PGR, PF e muito mais, também não estão fazendo objeção à Justiça????

    Saudações

     

  9. AÉTICO NÉSCIO VAGABUNDO!

    Calma COXADA SEM VERGONHA BATEDORA DE PANELAS FDP.. Um dia ainda vão julgar o VAGABUNDO por:
    1 – Corrupção em Furnas;
    2 – Corrupção Cidade Administrativa – MG – 51 milhões;
    3 – Corrupção em Liechtenstein;
    4 – Aecioporto de Cláudio: R$ 14 milhões;
    5 – Desvio das verbas da saúde mineira: R$ 7,6 bilhões;
    6 – Relações com Yusseff : R$ 4,3 milhões;
    7 – Favorecimento aos veículos da Família Neves: valor não contabilizado;
    8 – Nepotismo em Minas;
    9 – Mensalão tucano: pelo menos R$ 4,4 milhões;
    10 – Mensalão tucano II: R$ 300;
    11 – Máfia do Cachoeira: valor não contabilizado;
    12 – Cartel dos metrôs de SP e DF: pelo menos R$ 425 milhões;
    13 – Privataria tucana: R$ 124 bilhões;
    14 – Emenda da reeleição de FHC: valor não contabilizado;
    15 – O caso da Pasta Rosa: US$ 2,4 milhões;
    16 – Caso Sivam: valor não contabilizado;

     

  10. Duvido que o Aécio será
    Duvido que o Aécio será comido. No máximo vão tirar um sarro. Ele vai pagar um boquete e depois será liberados.

    Comido de verdade só Lula.

  11. ESSA JUSTIÇA NOSSA TÁ TÃO CHINFRIM ….

    Que eu acho que é tudo combinado… Disseram pro minerin “ocê fica quietin, espera um pouquin, que a gente dá um jeitin”

    Nossa .. olha como parece uma condenação fake … eu queria acreditar. Mesmo! Mas os Senhores fizeram da Justiça algo tão banal. Comum. Óbvio.  Olha que triste viu …

  12. Mas o Congresso deu licença ou só eu não como ninguém nesta su?

    Há pouco o STF disse que o Congresso tinha que dar “licença”. Agora não mais?

    Há pouco, o STF guardião da Constituição, deu licença inconstitucional pra prender em 2a.instância (a “jurisprudência Lula”).

    Há (não tão) pouco um poder cassou um seu senador e outro poder, o STF liberou os efeitos 9 anos antes.

    Há pouco destituiram uma presidente RE-eleita honesta, sem crime, para colocar um criminoso chefe (nem isso) de quadrilha.

    Há (bem) pouco prenderam à jato um ex-presidente preferido do povo (democracia tem a ver não?) sem crime e sem provas.

    Este país virou o quê, afinal?

    Sim, por que até agora eu como cidadão só estou levando, tomando e ainda não comi ninguém.

    Maroni pra presidente 2018!

     

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador