Procuradores investigam a subversão nos livros didáticos

Jornal GGN – O Ministério Público Federal de Mato Grosso instaurou um inquérito para fiscalizar livros adotados pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), do Ministério da Educação (MEC). A investigação foi motivada por questionamento sobre possível viés ideológico em títulos principalmente na área de ciências humanas, como História e Geografia.

Segundo matéria da Época, o cientista político Fernando Schuller apontava “doutrinação ideológica” nos livros adotados pelo MEC, dizendo que dez títulos não efetuavam uma “visão pluralista dos fatos”. O MPF quer que o MEC apresente a justificativa pedagógica para a adoção de cada uma das obras em questão.

Do Último Segundo

 
Estão sob suspeita obras didáticas de História e Geografia; governo ainda não foi informado sobre ação do MPF-MT
 
Um inquérito instaurado pelo Ministério Público Federal de Mato Grosso vai fiscalizar obras educativas adotadas no âmbito no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) do Ministério da Educação (MEC). A ação do MPF foi motivada após questionamentos sobre o possível viés ideológico de determinados títulos que integram, principalmente, o currículo de disciplinas da área de ciências humanas, como História e de Geografia.
 
En 29 de fevereiro, em reportagem intitulada “É ético usar a sala de aula pra ‘fazer a cabeça’ dos nossos alunos?”, publicada no site da revista “Época”, o cientista político  e professor do Insper, Fernando Schuller, concluiu que há doutrinação ideológica no material adotado pelo MEC.

 
Após analisar dez títulos, na avaliação de Schuller, nenhum deles efetuava uma visão pluralista dos fatos. Para exemplificar os argumentos, ele cita os livros “Estudos de História” (FTD), “História Geral e do Brasil” (Spicione), “História conecte” (Saraiva) e “História para o ensino médio” (Atual). 
 
O procurador Cleber de Oliveira Tavares Neto decidiu pedir ao Ministério da Educação que sejam indicados quais dos livros listados foram distribuídos para a rede pública de ensino nos últimos cinco anos, quais constam no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) e que o ministério apresente a justificativa pedagógica para a adoção de cada uma das obras em questão.
 
De acordo com o MEC, a cada período são contratados professores-pesquisadores das universidades públicas para atuar como avaliadores de livros em cada uma das disciplinas escolares. Esse grupo é quem dá o parecer sobre quais títulos podem integrar o PNLD. A partir de uma lista com o parecer da comissão de especialistas, os professores que atuam no ensino fundamental e médio escolhem as obras que serão usadas nas escolas. O ministério informou que, até a publicação da reportagem, ainda não havia sido notificado da decisão do MPF.
Leia também:  TRF-1 nega pedido do governo Bolsonaro e mantém suspensão do Enem no Amazonas

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

55 comentários

  1. Alguma dúvida de que estamos

    Alguma dúvida de que estamos em meio a ascenção de um regime fascista?

    Esse MPF cada vez mais ridículo e reacionário, mais uma para o folclore nacional.

  2. portanto..

    O pensamento diferente do teu vizinho é ideologia, o teu é a verdade bíblica.

    Precisamos melhorar um bocado para sermos admitidos como membros nas republicas bananeira!

  3. O Nazismo avançando em suas

    O Nazismo avançando em suas várias frontes, uma verdadeira Blitzkrieg: zumbis nas ruas agredindo os “esquerdinhas”: homosexuais, negros, índios, trabalhadorese professores, especialmente de humanas. Na mídia, apenas a voz do “Deus Mercado”. E agora, até os livros que são resultado de consenso na Academia são “esquerdistas”. Basta um único maluco, não por acaso do Instituto Millenium, que o MP rapidinho corre atrás. Daqui a pouco o MP e o Millenium vão editar um “Index Prohibitorum”.

    Cara, dá até vontade de sumir…

  4. Dilma inerte, e o fascismo ocupando espaços.

    É o fascismo tomando conta do país, e a Dilma continua sem Ministro da Justiça!

    O método do historiador é sobejamento conhecido pelos profissionais da área e apenas pessoas de má-fé o contestam. Querem eles sim, doutrinar os jovens com sua doutrina neoliberal, fascistizante e fundamentalista. Querem que os livros de história sejam rexomendados pelos Bolsonaros e Malafaias, e só depois disto, aprovads pelo MEC.

    Os historiadores e geógrafos já têm suas reputaçõea atacadas pela mídia corporativa suja deste país. Só falta agora que sejam linchados na ruas e seus livros queimados em praça pública, como faziam os nazistas.

    Aja Dilma, antes que uma versão neoliberal e neopentecostal do Estado Islâmico coloque suas mãos no controle do Estado brasileiro!

  5. E o vies ideologico da

    E o vies ideologico da imprensa e do próprio poder judiciario? Isso é irrelevante? Contagem regressiva para um novo périodo de exessão no Brasil?

  6. Parece que vocês não estão
    Parece que vocês não estão indo para uma ditadura, vocês na verdade já estão em uma. A única coisa que falta agora é ver quem é o ditador do seu país

  7. tudo muito genérico

    tudo muito genérico nessa reclamação.

     

    O que o tal cara não gostou nos livros?

     

    Ou será que ele não gostou porque os livros não contemplam a ideologia DELE?

  8. Doutrinação ideológica?

    O difícil é definir com precisão o que seja doutrinação ideológica. È tudo aquilo que o investicador defina como enviesado (com viés)? A lei define que tendências ideológicas são válidas ou inválidas? A única coisa que pode ser feita, e acho que para isso o Ministério Público é incopetente, é julgar se o conteúdo dos livros está de acordo com o estado da arte da disciplina em questão. No mais, é caça às bruxas é proto-nazismo.

  9. Absurdos atrás de absurdos,

    Absurdos atrás de absurdos, vejam este blog, tem até modelo elaborado por Procurador para

    processar escola e professor pelo ensino da ideologia de gênero: modelo de notificação extrajudicial…       

    http://deolhonolivrodidatico.blogspot.com.br/2016/02/familia-podera-processar-escola-e.html

     

    buscam o extremismo religioso político,  um evidente ato de terror que  deixa claro que o extremismo religioso continua com sua visão totalitária da vida. Sai da frente que vão acender fogueiras.

  10. Livros

    Já vi apreenderem livros poque tinham capa vermelha. Agora, só vão ser aceitos os que disserem que Cabral descobriu o Brasil, que D. Pedro fez a independência, que o Deodoro proclamou a República, que a guerra do Paraguai foi em defesa da civilização e coisas semelhantes.  Depois nos queixamos do nível mental dos juízes, procuradores e demais participantes de passeatas?

    • E que a Princeza Isabel (que

      E que a Princeza Isabel (que não é casada com o príncipe, que se casou com uma secretária) decretou a abolição da escravatura, a csa grande e a senzala acabaram! Todos são livres menos os PPPPP.

  11. Olha, sinceramente, tem de mandar o MP ir catar coquinho.

    Esses caras não têm nada de útil para fazer? Ganham os tufos para isso? PQP um bilhão de vezes! Estou muito emputecido com toda essa palhaçada. CHEGA!

    • expurgo

      tem que fazer um expurgo.

      por todo mundo no olho da rua sem direito a nada: justa causa.

      imagina se um empregado comete uma ilegalidade numa empresa privada?

      artigo 482, alínea a da c. l.  t.

      o tal de sérgio moro determinou condução coercitiva inconstitucional.

      o que acontece?

      nada!

      esse judiciário e o resto … está uma avacalhação geral e quem banca esses nababos somos nós, os contribuintes.

      EXPURGO JÁ!

      botar esses caras no olho da rua!

  12. Queimar os livros, esse vai

    Queimar os livros, esse vai ser o próximo passo. Depois são as pessoas que vão para as fogueiras.

  13. Realmente!

    Realmente! O MP está absolutamente correto! 

    O dinheiro do povo, que lhes pagam o salário é Capim, e eles não tem nada mais importante para se preocuparem!

     

  14. Aquele tal de pequeno príncipe, dono de

    um planeta inteiro, e batendo um papo com uma rosa falante nunca me enganou. Aquilo é claramente propaganda política dos bolivarianos da coréia do norte e da Simone de Beauvoir, aquela feminazi que não depila as axilas, aí que nojo!!!!! Nem vou mencionar a Branca de Neve, uma pedófila com aquele monte de crianças disfarçadas de anões, e a bela adormecida, evidentemente uma maconheira….

     

  15. Perguntas ao procurador que

    Perguntas ao procurador que procura chifre em cabeça de cavalo. “”É ético usar a sala de aula pra ‘fazer a cabeça’ dos nossos alunos?” Ah, sei. Daqui a pouco eles deverao constituir comitês de vigilância para entrar nas salas de aula, ou gravar as aulas, sei lá. Sempre pode acontecer do professor “fazer a cabeça” quando ensina historia de Roma e vem os tribunos da plebe, a guerra de Spartacus. Ou quando ensina matematica calculando os juros da dívida, os lucros dos bancos, o salário dos procuradores. Sugiro expandir a procura do procurador: é ético usar uma concessão, pública como a rádio e a tv, para fazer a cabeça dos “nossos” cidadãos? Nem preciso chegar à rede Globo e suas palhaçadas. É ético transformar concessão pública de um estado leigo em maquina de lavagem cerebral religiosa? 

     

  16. Descontaminação.

    Do jeito que a coisa caminha não será surpresa se tentarem “apagar” da História, este periódo vermelho.

    O pano de fundo já está montado.

    O vermelho, como marca partidária, já está indelevelmente associado à corrupção.

    Agora, só falta associar tudo o que possa remeter à esquerda.

    A Nação vai ter que começar a remar tudo de novo……..

    Parabéns aos partidos com PS na sigla, pois já podem rasgar a fantasia, retirar o Social  do nome e sair do armário.

    Triste!

  17. Falar em aumento de salário e

    Falar em aumento de salário e distribuição de renda é coisa de comunista só eles podem ganhar bem é o macartismo no MP e judiciário.

  18. A subversão, a famosa subversão.

    Pensei que o atraso de 1964 já houve sido um passado sem retorno.

    Agora, a conversa mole de subversão – que não existe em nenhuma parte do mundo – retornou.

    Liberdade de expressão é uma das garantias constitucionais.

    E sem ela, jamais iremos ter uma educação crítica.

    É bom mesmo, para elite, que todos se emburreçam, como aconteceu lá nos idos do período negro deste nosso País

     

     

  19. É o Zika Vírus

    Estudos indicam que o vírus da Zika ataca células do cérebro, tanto em neonatos quanto em adultos. Deve haver um surto grande de Zika no Brasil, por que não pode ser possível uma parcela da população passar por um processo de “imbecilização” tão acelerado!!!

  20. Lembro-me que  na ditadura

    Lembro-me que  na ditadura uma colega que cursava arquitetura havia adquirido um livro sobre o cubismo. Foi levada à delegacia, acusada de comunista. Esses tempos voltaram. O cientista politico  Fernando Schuller será indicado inquisitor mor dos livros didáticos. Muitas cabeças irão rolar e o Brasil cada vez mais mergulha nas trevas. Ridículo! Procuradores bem pagos para perseguir livros. O cúmulo da ignorância e da falta do que fazer.

  21. Estão conseguindo juntar a

    Estão conseguindo juntar a Idade Média  e mais o Nazismo – Em seguida teremos fogueira de livros em praça pública. Mas que mal pergunte, será que essas figuras tem condições de interpretr alguma obra literária ou são dos mesmo naipe dos Procuradores de SP, que confundem alhos com bugalhos?
     

  22. liberal fascista: Rawls deve estar tremendo no caixão!

    Faltou uma informação importante: Fernando Schuller é membro do Instituto Millenium.

    Perseguir livros didáticos em plena era da internet quando os estudantes buscam tudo em um clique no celular, revela a anta que é o doutor. Enfim para quem fez doutorado em Rawls é uma atitude bem ‘liberal’. O pobre do Rawls que era um liberal avant la lettre – defensor e formulador teórico da ação afirmativa nos EUA, por exemplo – deve estar tremendo no caixão.

  23. Absurdo

    O pior é que este obscurantismo está sendo financiado com dinheiro público. Nós estamos pagando o salário destes bárbaros….! Já que pagamos o salário deles, deveríamos poder demiti-los.

  24. Agora imaginem se um Aécio da

    Agora imaginem se um Aécio da vida assume o Poder(não vou nem ao extremo de um Bolsonaro) devidamente sustentado por um Congresso retrógado. Retornaríamos, não para a Idade Média, mas para a Idade da Pedra. 

    Falaram tanto de aparelhamento, não é mesmo?

  25. Asnice

    Acabei de descobrir por que confundiram Engels com Hegel. A cultuta dos membros do MP vem das novelas da Globo, daí o resultado do “trabalho” deles. Com raríssimas excessões.

  26. idiotice. muito

    idiotice. muito patetico….

    coisa de quem não tem o que fazer a não ser encher o sacos dos outros….

    lembro que josué de castro, por exemplo,autor de geografia da fome,

    reconhhecido internacionalmente como um grande pendador ,

    tinha há uns dez anos, um lindo livrinho sobre os homens caranguejos,

    encaminhado às esoclas pelo overno federal.

    emocionante a leitura, altamente poética e ao mesmo tempo uma

    denúncia das condições de vida do homem caranguejo nos mangues

    do recife na década de 80,coisa assim…

    é capaz de o procuradr insensaro achar que essa belíssima obra

    de um magistral nome internacional do brasil seja políticamente incorreta….

    só pra cara asnpática dele….

    ……

  27. MAIS ESSA… AI, AI, AI

    Mais essa ainda. PelamordeDeus! 

    Vão desperdiçar dinheiro público com mais uma banalidade da direita obtusa! Esses procuradores estão passando dos limites!

    O VERDADEIRO PROBLEMA DO BRASIL É O JUDICIÁRIO/MP E A INSEGURANÇA JURÍDICA QUE ELES CRIAM. NÃO É A POLÍTICA!

    Vale a pena ver os gráficos e indignar-se com esse judiciário e MP elitistas e atrasados.  http://www.ligiadeslandes.com.br/20/11/2015/custo-da-justica-no-brasil-injustica-social/

  28. O MP/SP ta com pouco

    O MP/SP ta com pouco serviço?

    Cadê a “força tarefa” da merenda escolar?

    Cadê a “força tarefa” do trensalão?

    Aquilo está andando a passos de tartaruga. Não há vazamentos, não há delação premiada… A grande mídia não quer saber, e ao que parece, os promotores também não…

    Mas pra atacar o governo federal, sempre sobra um tempinho.

  29. Fascismo nas escolas

    A  verdade é querem atacar o MEC com pretexto de chegarem aos professores que professam essas matérias. Aqui em Mato Grosso é assim que está acontecendo. Existem excelentes professores que dão aulas dessas matérias com a ótica de mostrar a verdadeira história geopolitica do Brasil, e isso está incomondando os pais que pertencem a classe média local, e advinha quem é o nosso governador e de onde ele veio… do MPF. É esse mesmo, o paladino da lei e amigo daquele de Goiás que foi cassado. Qual o partido, hum,hum – é esse mesmo, identido ao de Sampa. É um fascismo camuflado.

  30. Fernando Schüler

    Basta dar uma olhadela no perfil do professor para se ter ideia de quem se está falando:

    https://twitter.com/fernandoschuler

    Um confesso admirador de FHC e membro do Instituto Millenium.

    E o cara é fraco. Não vi nada de muito profundo na crítica dele. Mera repetição com roupagem nova dos jargões que nós já conhecemos bem.

    E, para finalizar, consegue motivar o MP a abrir investigação.

  31. A única ideologia que NÃO

    A única ideologia que NÃO será investigada por esse MPF nazifascista é a que lhes convém: o nazifascismo. O monstro está solto, sem qualquer controle. Itália da década de 1920-30 e Alemanha das décadas de 1930-40 estão revificadas nestas plagas tropicais. Tristes e sombrios dias nos aguardam. A barbárie está próxima.

  32. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome