Requião vai processar a Folha por “mentira” em reportagem sobre abuso de autoridade

Jornal GGN – O senador Roberto Requião anunciou nesta quinta (1/12) que vai processar a Folha de S. Paulo por uma reportagem que o coloca como interessado no projeto de abuso de autoridade por correr risco de ser investigado na Lava Jato.

“A Folha, um jornaleco irresponsável, fazendo um levantamento sobre quem votou a favor da discussão da PEC do abuso de poder, incluiu meu nome. Sim, eu sou a favor. Eu sou a relator da PEC no Senado. A Folha não sabe como seria meu relatório e o que eu diria a respeito disso, mas tenta me envolver nesse processo. E diz, mentirosamente, criminosamente, que eu fui envolvido numa delação de Sergio Machado. Mentira! Vou processar os canalhas da Folha de S. Paulo. Não é possível que continue assim! É o abuso de poder, a mentira da imprensa, a manipulação das notícias. Essa canalhice tem que acabar”, disparou Requião, em sua página oficial no Facebook.

Requião disse que foi o primeiro senador a apoiar a Lava Jato no Senado e que o projeto de abusdo de autoridade nada tem a ver com uma tentativa de frear as investigações.

Eu quero acabar com o abuso de poder de um delegado da Polícia numa cidade interior. Do fiscal da Receita que achaca o dono do botequim, e do juiz também. (…) Todos são iguais perante a lei.”

Ele ainda falou de outro projeto, o de foro privilegiado, apontando que os membros do Judiciário também têm esse benefício.

Leia também:  Aprovado em sabatina, Kassio se alinha a Bolsonaro contra o aborto

Segundo o senador, a Folha usa seus meios para acabar reputações.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

3 comentários

  1. E aí, senador Requião, pode ser ou está difícil?

    Além de processar a Folha, o senador Requião precisa tomar duas medidas, urgente, a fim de evitar que a gente peça asilo político ao Uruguai: 1) Anunciar que é candidato em 2018, se houver eleições; 2) Mudar de partido, para viabilizar a medida anterior. 

    A menos que se acredite numa cada vez mais improvável Frente Ampla. 

  2. Mude para o PSDB

    Lá, Senador, ninguém é preso ou punido.

    Só é mencionado se já morreu…. aí né…… até a Inês é morta, né????…..

  3. uma comoção da imprensa tratorando geral

    pra garantir a aprovação do embuste!

    quem não deve não teme. esse é o principio. e mais a lei não retroage, e o feito até aqui nem seria apenado, só no futuro.

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome