GGN

Breviário de Afetos, memórias de Ivo Barroso

por Gilberto Cruvinel

Ivo Barroso, nosso maior tradutor de poesia, já entrevistado pelo GGN em abril passado (A tradução integral de Ivo Barroso), lança nesta sexta-feira, dia 1º de dezembro, na Livraria da Travessa do Shopping Leblon, no Rio, o livro “Breviário de Afetos”, onde reúne pequenos retratos de figuras referenciais de sua geração e momentos representativos de sua vida que iluminam uma trajetória longa e rica de quem contribuiu decisivamente para a história da tradução literária no Brasil. Com exclusividade para o GGN, Ivo disse algumas palavras sobre o seu Breviário:

Desde julho de 2010 venho mantendo um blog, a Gaveta do Ivo, onde recolho todo aquele material gráfico que seria fatalmente destinado, no futuro, ao lixo: artigos de jornal, impressões várias, notas, comentários e, vez por outra, textos mais longos sobre fatos ou pessoas que influenciaram na minha formação. A sorte me proporcionou a primazia de conviver ou atuar paralelamente com algumas das figuras intelectuais mais representativas de minha geração e, por exemplo, sobre o querido mestre Antônio Houaiss, ao lado de quem trabalhei na edição de duas enciclopédias e de quem me tornei um reverente amigo, cheguei a publicar na Gaveta três longos artigos narrando aquela colaboração e aquele convívio. Mas além dele havia alguns outros vultos de minha reverência, fosse pelo convívio eventual fosse pela devoção literária que lhes votava, sobre os quais escrevi ou cuja obra comentei. A ideia de juntar esses pequenos retratos e outros flashes representativos da minha vida de escritor levou-me a organizar este Breviário de Afetos, onde narro algumas outras histórias de grande significado para mim, mas cujos personagens não são do domínio público: a primeira pessoa que me reconheceu poeta e publicou os meus primeiros versos; o amigo conterrâneo que me abriu as portas teóricas para a poesia, o tio que me ensinou os rudimentos do verso, o grito verde que selou o meu destino… O leitor encontrará aqui muita emoção, passes de mágica do destino, a evocação de momentos estelares da minha vida, que espero possam contribuir para o prazer de sua leitura.

Ivo Barroso 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Sair da versão mobile