Charles Bukowski: Crônica de um amor louco

Enviado por JNS

Charles Bukowski: Crônica de um amor louco

Tinha acabado um caso complicado, que me deixou arrasado. Perdi, por uns tempos, toda disposição para as mulheres. Em troca me concentrei em apostar nos cavalos, tocar punheta e beber.

Para usar de franqueza, me senti bem mais feliz desse jeito. E, cada vez que me entregava a qualquer uma dessas três distrações, pensava: chega de mulheres, nunca mais, fodam-se. É claro que sempre aparecia uma nova – elas caçam a gente, por mais indiferente que sejamos.

Acho até que, quanto maior a indiferença demonstrada, maior a insistência – é o prazer da vitória. Mulher gosta muito desses lances: quando vê resistência, trata logo de encontrar uma brecha.

https://www.youtube.com/watch?v=vFIlk86ed7c height:394]

Bukowski em Los Angeles | 1970

[video:https://www.youtube.com/watch?v=IKm3iLydEKc height:394

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora