É palpável o mistério das coisas, por Romério Rômulo

Todo mistério é um estado que me come.

É palpável o mistério das coisas

por Romério Rômulo

O mistério das coisas é palpável
tão palpável que me afunda o olho.
Posso revelar a sua substância vital
num corpo de pedra ou num chinelo gasto,
num jantar de batatas de um van Gogh à noite.

Todo mistério é um estado que me come.
Nada me comove. Sobra o grito.

Romério Rômulo

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Damares leva mercado literário infanto-juvenil à autocensura

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome