Nesta confusão dos demônios, por Romério Rômulo

Qualquer tempo é o tempo / E sobre ele eu não sei.

James Ensor

Nesta confusão dos demônios

por Romério Rômulo

1.
Nesta confusão dos demônios
Sou um mortal como tantos
E posso ser abatido
Antes da primeira curva.
2.
Não haverá um Dostoievski
Vinho, chocolate amargo
Ou outra desgraça humana
Pra segurar o caminho.
3.
Qualquer tempo é o tempo
E sobre ele eu não sei.
Deixo a pergunta
Que não desata o nó.

Romério Rômulo

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Fascistas não passarão!, por Dora Incontri

1 comentário

  1. Poesia numa hora dessas???
    Sim, nesta e em qualquer hora.
    Poesia pode não ser remédio…
    para o corpo, mas não só de pão
    vive nossa alma…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome