Poeminha do dia do amigo, por Dora Incontri

Somos humanos apenas / Nem anjos, nem divindades / Ainda estamos aprendendo / A cultivar amizades!

Poeminha do dia do amigo, por Dora Incontri

Não sei se isso de data
Importa como um momento
Mas nos dá oportunidade
De falar de um sentimento!

Se hoje é o dia de amigo
O amigo está todo dia
Sendo colo, porto, oásis,
Um cálice de alegria!

Não é fácil achar amigo
Com plena fidelidade
Que não ceda a uma invejinha
Que nos ame em liberdade!

Não é fácil ser amigo
Sempre mantendo bons ventos
Que dê amor nas distâncias
Que entenda os esquecimentos!

Mas há sim amigos plenos
Embora também humanos
Porque nos aquecem sempre
E não nos dão desenganos!

Amigo é para guardar
Do lado esquerdo do peito
Com toda a sua virtude
Com todo e qualquer defeito!

Somos humanos apenas
Nem anjos, nem divindades
Ainda estamos aprendendo
A cultivar amizades!

Com afinco, fé, leveza
Amigos que são de ouro
Levaremos pela vida
Como um único tesouro.

Tudo passa, impermanente
Dores, flores, tempestades…
Mas o que fica e consola
São as fiéis amizades!

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora