Há alguns meses, Samarco era eleita melhor mineradora do país

Enviado por Leo V

“Pela quinta vez e terceira consecutiva, a Samarco foi eleita a melhor mineradora do País, pelo anuário Melhores e Maiores da Revista Exame.”
 
Poucos meses antes, em 2015.
 
Por aí se tem uma ideia dos parâmetros que se utiliza em administração para se considerar uma boa gestão e um ‘case’ de sucesso.
 
Da Exame
 
 
Samarco – Mineração
 
A Samarco conseguiu crescer mesmo em meio à desaceleração econômica e queda no preço do minério de ferro. Ela obteve a melhor rentabilidade do setor e é destaque pela terceira vez, com um faturamento de 2,6 bilhões de dólares e lucro de 1 bilhão de dólares. O segredo, segundo a empresa, é planejamento, controle de custos e fidelização de clientes. Ela inaugurou sua quarta unidade de produção, que já estava nos planos desde 2008. 
 
Do Portal 27
 

Pela quinta vez e terceira consecutiva, a Samarco foi eleita a melhor mineradora do País, pelo anuário Melhores e Maiores da Revista Exame. Além do título de melhor, a empresa também se destacou no ranking como a segunda maior do setor, ocupou a 28ª colocação entre as maiores indústrias e a 10ª colocação entre as principais exportadoras do País. A cerimônia de premiação foi realizada em São Paulo na última quarta-feira, dia 1° de julho.

Minério de ferro.

Empresa é tricampeã de seu setor no anuário Melhores e Maiores da Revista Exame, um dos mais respeitados rankings do País, que avalia mais de 3 mil companhias.

Em sua 42ª edição, o ranking, um dos mais tradicionais e respeitados do País, avalia, anualmente, mais de 3 mil empresas brasileiras em critérios como vendas, rentabilidade do patrimônio, riqueza gerada e produtividade, entre outros. Com base nesses dados, a publicação classifica as maiores companhias do Brasil e as melhores em 18 setores da economia.

DSC_6197_baixa

O diretor-presidente da Samarco, Ricardo Vescovi, representou a empresa.

O diretor-presidente da Samarco, Ricardo Vescovi, representou a empresa ao lado de outros empregados da mineradora, durante a solenidade de entrega dos troféus. Na avaliação do executivo, o tricampeonato no anuário Melhores e Maiores se traduz como um reconhecimento a um trabalho bem feito, que tem como base um planejamento criterioso e o envolvimento de diversos públicos e parceiros.

“O ano de 2014 foi marcante para a Samarco. Inauguramos nossa maior expansão, um investimento de R$ 6,4 bilhões, concluído dentro do prazo e orçamento previstos, e que aumentará nossa produção em 37%. Somente em 2014, mesmo em período de ramp-up das novas plantas, alcançamos a produção de 25 milhões de toneladas de pelotas de minério de ferro, um aumento de 15,4% em relação a 2013. A entrega desse projeto e o prêmio de melhor mineradora certamente materializam nossa convicção na importância do planejamento bem feito e da execução precisa. Além de motivo de orgulho para todos nós, que construímos a Samarco diariamente – empregados, clientes, fornecedores, comunidades e demais parceiros -, essa premiação, pelo terceiro ano consecutivo, reconhece a mobilização para resultados, um valor que faz parte do DNA da Samarco e que nos mantém focados na busca da excelência em tudo o que fazemos”, afirma.

Sobre o Melhores e Maiores

O anuário Melhores e Maiores é uma das principais publicações de economia e negócios do País. Editado há mais de 40 anos pela revista Exame, traz um ranking com informações completas sobre as mil maiores empresas instaladas no Brasil, divididas em 18 setores dos ramos da indústria, comércio e serviços e outros 12 segmentos do agronegócio.

DSC_6140_baixa

Em sua 42ª edição, o ranking, um dos mais tradicionais e respeitados do País, avalia, anualmente, mais de 3 mil empresas brasileiras.

A análise e a tabulação dos dados que compõem a edição são realizadas, de forma independente, por uma equipe da Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi), da Universidade de São Paulo. A partir dos dados de vendas, a revista aponta as maiores empresas de cada setor. Já as melhores são escolhidas a partir do cruzamento de diversas informações, incluindo crescimento de vendas, liderança de mercado, liquidez corrente, entre outros. Para chegar aos resultados apresentados, a publicação avaliou as informações de 2014 das companhias participantes.

 

17 comentários

  1. Não é para debochar

    Samarco, como poucas, perante este grave acidente, justamente pela sua excelência e seriedade, assume a responsabilidade e fará o que for necessário para mitigar os problemas causados.

    Samarco não atropela e foge sem prestar socorro. Avaliemos sem paixão. Chega de gritar a toda hora “pega ladrão”, pois o “ladrão” está aí, prestando conta dos seus atos, sem se omitir.

    • Unica fala que presta em meio

      Unica fala que presta em meio as outras, única que não resvalou para o cinismo improdutivo e desaforado.

    • Realmente ela não está se

      Realmente ela não está se omitindo. Ela cudia até da cena do crime.

      Não existe excelência numa organização tão problemática que deixa estourar uma barragem, apesar de alertas e sinais dados pelos trabalhadores, por exemplo.

      • Oi Lenita

        Não tiro a gravidade do assunto, mas, exaltação nesta hora não ajuda muito.

        Acho que devemos baixar um pouco a bola, pois está parecendo tentativa de linchamento.

  2. Campeão disso, campeão daquilo,

    o homem  / mulher mais sexy, 

    a empresa mais admirada, 

    o melhor lugar para se trabalhar ….

     

    tudo isso parece ser mesmo uma admirável fajutice, apenas e tão somente para massagear o ego de certas pessoas. Quando o tal título não é comprado. 

    Aliás, uma vantagem a distribuição dessas pseudo-honrarias exibem: mostram quem gosta destas inutilidades. 

    No caso do título conferido para essa mineradora, quem o entregou, se tivesse uma gotícula de vergonha na cara, ou iria cancelar esse título, ou então deveria largar o “osso” de distribuir essas bobagens.

  3. OS BRUXOS DA ADMINISTRAÇÃO –

    OS BRUXOS DA ADMINISTRAÇÃO – Os chamados RANKINGS de melhor do ano são uma gigantesca operação de “”marketing” de executivos para aumentar seu valor de mercado caso queiram mudar de emprego. São incontaveis os caos de “sacos de vento”, executivos que usam metade de seu tempo para enfeitar o curriculo e fazer propaganda de si mesmos quando seu conteudo real é pouco ou nada. Esses “bruxos da administração” costumam pular de galho em galho, como técnicos de futebol, dão extraordinario valor a esses “premios e trofeus” alguns dos quais já são caricaturais, como um certo premio dado em Nova York para brasileiros, o chamado “porta de alçapão”, muitos desses premiados caem do cavalo logo depois do janatar de gala black tie em Nova York. É tudo um TEATRO puro, os que fazem a economia crescer não são esses premiados.

     

  4. Mais um efeito da recessão

    Mais um efeito da recessão provocada pelo PT, as empresas tem que cortar custos, onde na segurança,

  5. pessoas de fino trato , e povo lixo

    E continuará sendo ……… O critério é grana no bolso do investidor .

    Quem acha que as empresas estão aí para promover o bem estar social está sendo tolo .

    Quando as automobilisticas Toyota ou Wolks cometem embustes em seus veículos , quando a British Petroleum joga toneladas de óleo no mar , quando  a NIKE se utiliza de trabalho escravo , quando a Union Carbide matou milhares de indianos em Bopal por vazamento de produtos quimicos , quando o Goldman Sachs recomendava a seus clientes que comprassem hipotecas subprime e nos bastidores apostava em sua derrocada , quando a Monsanto persegue jornalistas para que não divulguem que seus produtos provocam cancer , quando o fabricante do medicamento Talidomida pediu deculpas somente 50 anos depois de seu produto provocar mal formação em milhares de fetos pelo mundo , quando a Unimed paulistana continuou vendendo planos de saúde mesmo depois que já se sabia que estava mal das pernas – deixando milhares de pacientes com as calças na mão em internações hospitalares   ………… quando tudo isso aconteceu , acontece e continuará acontecendo , porque tudo isso se chama MERCADO .

    Por trás de tudo isso existem pessoas que querem ganhar dinheiro , e  – como os traficantes de drogas – estão pouco se fodendo se suas atividades são potencialmente nocivas para um grande numero de pessoas .

    Banqueiros , industriais , barões de mídia , …… todos sabem o que fazem para construir suas fortunas. MAs uma vez por ano se reunem em jantares de gala , para concederem prêmios uns aos outros , e construirem suas images de pessoas respeitáveis ! Os bilionários americanos – não menos safados que os brasileiros –  ao menos aplicaram grande parte de sua fortuna para deixar um legado cultural naquele país , como Carnegie , Rockefeller , Bill Gates – através de suas fundações . Por aqui , nem isso fazem .

    Na frente deles , todo um séquito de idiotas deslumbrados com os salões se encarregam de bom grado em  divulgar louvores a ideologias de livre mercado , livre concorrencia , livre tudo , para que atuem desenfreadamente e sem inibições em suas atividades.

    Afinal , o povo é lixo mesmo , e eles , pessoas de fino trato .

  6. Reputação e realidade

    A reputação da Samarco como empresa com excelência de gestão e relacionamento com comunidades vem de muitos anos. Quem acompanha o setor de mineração sabe.

    A questão que esse acidente (um dos maiores acidentes ambientais do mundo) desnudou foi o da distância entre reputação e realidade; entre a imagem externa que a empresa constrói e o que ela é de fato.

    Ao que tudo indica, a empresa escolheu ultrapassar o limite da responsabilidade, reduzindo custos em área sensível de segurança. Sobrecarregar reservatórios de rejeitos e economizar na gestão de riscos não tem a ver com recessão mundial ou crise política no Brasil, mas com pressão das controladoras – Vale e BHP – por resultados a qualquer custo.

    E aí… danem-se o código de ética e as políticas internas, dane-se a lei, dane-se a responsabilidade, dane-se a reputação.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome