SC: 45 cidades em emergência

Do G1

Chega a 45 número de cidades em emergência pelas chuvas em SC

São mais de 176,9 mil fora casa, segundo novo balanço da Defesa Civil.
29 cidades continuam sem comunicação e rio está alto em Rio do Oeste.

Subiu para 45 o número de cidades em situação de emergência devido às chuvas em Santa Catarina, segundo novo balanço da Defesa Civil divulgado nesta segunda-feira (12). Outras nove cidades estão em situação de calamidade pública.

No total, mais de 973 mil pessoas foram afetadas pelas inundações em 95 cidades catarinenses. São 161,8 mil desalojados e outros 15,1 mil desalojados. Pelo menos 29 cidades continuam sem comunicações.

Como o nível de alguns rios do estado começou a baixar neste fim de semana, os moradores começaram a limpar casas e ruas. Em Blumenau, o Rio Itajaí-Açu, que invadiu a cidade na última sexta-feira (9), chegando a atingir 12,4 metros acima do normal, está nesta segunda-feira fora da cota de alerta (quando não há mais risco de inundações) – com 6,9 metros acima do normal.

A situação permanece crítica em Rio do Sul e Rio do Oeste, onde moradores continuam fora de casa e as ruas completamente alagadas. Em Rio do Sul, o cenário é de destruição e as águas do rio continuam 9,9 metros acima do normal. A cidade continua isolada, diz a Defesa Civil.

Em Rio do Oeste, os moradores continuam em alerta, pois o rio permanece 10,4 metros acima do normal. Até o momento foram confirmadas três mortes pelas chuvas no estado.

sujeira sc (Foto: Patrick Rodrigues/Agência RBS)Em Blumenau, depósito de carros do Departamento de Trânsito, que ficou imerso pela água durante a inundação, agora mostra veículos tomados de lama (Foto: Patrick Rodrigues/Agência RBS)
chuvas SC (Foto: Charles Guerra/Agência RBS)Em Rio do Sul, cidade que decretou situação de calamidade pública, lama ainda toma as ruas e atrapal (Foto: Charles Guerra/Agência RBS)

 

sujeira sc (Foto: Jadyr Nascimento/Agência RBS)Em Blumenau, moradores se desfazem de pertecens que foram molhados com a enchente (Foto: Jadyr Nascimento/Agência RBS)

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome