Sete estados terão recordes de temperatura essa semana

De acordo com Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), temperaturas podem ultrapassar os 40ºC. El Niño influencia nos recordes.

Duas mulheres caminhando pela calçada embaixo do guarda-sol
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Uma onda de calor prevista para essa semana vai quebrar recordes de temperatura. Os estados do Mato Grosso, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Goiás, Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo serão especialmente afetados e pedem cuidado redobrado, diz o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

A região do Centro-Oeste está habituada com calor extremo e secas prolongadas. Brasília, nas últimas semanas, atingiu 10% de umidade. No último domingo (20), a capital federal atingiu sua temperatura mais alta do ano.

A previsão diz, no entanto, que regiões menos afetadas com o calor excessivo nessa época, como o Sudeste, devem se preparar para uma semana muito quente, especialmente na quarta (23) e quinta-feira (24).

De acordo com o Inmet, as temperaturas esperadas são em torno de 40ºC, podendo ser ainda pior no Centro-Oeste e Sudeste. A recomendação do Centro Estadual de Vigilância em Saúde do Rio Grande do Sul (CEVS/RS) é de atenção e autocuidado. Usar protetor solar, chapéus, evitar exposição ao sol e usar roupas soltas. Além disso, evitar o consumo de bebidas alcóolicas e ingerir mais água. Também permanecer de 2h a 3h em ambiente fresco e, em caso de mal estar, procurar a ajuda de pessoas próximas ou centros de saúde.

El Niño

O fenômeno El Niño, já confirmado para esse ano, vem preocupando especialistas. Ele acontece a cada cinco e sete anos, mas, aliado ao aquecimento global, pode gerar temperaturas jamais vistas.

O fenômeno se caracteriza pelo aquecimento das águas do oceano pacífico e afeta diversos países, entre eles, o Brasil.

Isadora Costa

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador