Aniversário de Cora Coralina

Enviado por Serjão

Comentário ao post “Manoel D’Almeida Filho: cordel e excelência, por Aderaldo Luciano

Por falar em poesias e poetas, hoje é aniversário de Cora Coralina, que em algum lugar da eternidade completa 128 anos.

Imagem relacionada

Humildade

Senhor, fazei com que eu aceite
minha pobreza tal como sempre foi.

Que não sinta o que não tenho.
Não lamente o que podia ter
e se perdeu por caminhos errados
e nunca mais voltou.

Dai, Senhor, que minha humildade
seja como a chuva desejada
caindo mansa,
longa noite escura
numa terra sedenta
e num telhado velho.

Que eu possa agradecer a Vós,
minha cama estreita,
minhas coisinhas pobres,
minha casa de chão,
pedras e tábuas remontadas.
E ter sempre um feixe de lenha
debaixo do meu fogão de taipa,
e acender, eu mesma,
o fogo alegre da minha casa
na manhã de um novo dia que começa.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Martin Luther King Jr. em suas próprias palavras

4 comentários

  1. Meu queixo caiu a primeira

    Meu queixo caiu a primeira vez que ouvi falar dessa mulher!  Fui tao “infeliz” que a primeira coisa que li dela foi A Oracao do Milho!!!

    Eh amor aa primeira palavra!

  2. Cora Coralina foi uma das

    Cora Coralina foi uma das grandes decobertas de Carlos Drumond para nós, brasileiros. A doceira que fazia doce ou apenas adoçava as comidas com a própria doçura, precisava do Grande Poeta para ser reconhecida nacionalmente. Não sei se chamo isso de privilégio ou de bênção.

    Os poemas e frases dessa velhina arretada são todos compostos de amor, humildade, doçura, fé e esperança. São aulas de sabedoria e verdade sobre a vida e o tempo. Vai aí uma de suas frases:

    “TODOS ESTAMOS MATRICULADOS NA ESCOLA DA VIDA, ONDE O MESTRE É O TEMPO”.

    Um tempo que pra ela durou aqui na Terra 96 anos, mas que pra quem a conheceu, mesmo pela sua obra apenas, ou em vê-la nas televisões, o tempo não passará jamais, como se ela permancesse aqui, viva, ainda declamando suas poesias. Quando leio um poema de Cora Coralina sinto que ela é quem está lendo pra mim. Escuto aquela vozinha linda aos meus ouvidos.

    Cora Coralina era uma anja, uma deusa, e está no meio dos outros anjos, e junto de Deus. Amém.

     

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome