Chegando de mansinho

Enviado por Vânia

Estou chegando de mansinho
Cabreiro e analisando tudo
Mas sinto que um novo mundo
Um novo horizonte está pra chegar
Trago uma sacola murcha
Sem nada dentro pra mostrar
Mas trago um coração imenso
Cheio de esperança e amor pra dar
Venho vindo de tão longe
Com os pés cansados de tanto andar
Mas sou destemido e forte
E coisa tão pouca não vai me assustar
Sou bastante persistente
Não sei o que é medo não posso parar
O meu plano foi traçado
E um novo mundo eu vou começar

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora