“Marisa, descanse, o seu Lulinha paz e amor vai continuar em luta”

Após discurso emocionado, bispo católico Dom Angélico Bernardino disse a Lula: “Esse bispo velhinho, quer lhe dar um conselho: a partir de amanhã, descanse. Porque o Brasil precisa muito de você.”

Jornal GGN – “Se alguém tem medo de ser preso, esse que está enterrando a sua mulher hoje não tem, porque primeiro eu tenho a consciência tranquila. Não sou eu que tenho que provar que sou inocente, eles que tem que provar que as mentiras que estão contando são verdadeiras. Marisa, descanse em paz, o seu Lulinha paz e amor vai continuar em luta, para defender a sua honra e a sua luta”.

Foram as últimas palavras do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no velório de Marisa Letícia, na tarde deste sábado (04), no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo, onde Lula a conheceu.
 
Em discurso emocionado, Lula agradeceu a todos os presentes, familiares, amigos, políticos e simpatizantes, que deram apoio a Lula e homenagearam dona Marisa. No local onde conheceu a ex-primeira-dama, lembrou a importância daquele salão: “Possivelmente a minha vida não seria um décimo do que é se não fosse esse sindicato, se não fosse esse salão. Vocês não tem noção que a representatividade que esse espaço teve na minha vida. 

 
“Aqui aprendi a falar, aqui decidimos a combater a ditadura militar, aqui criamos um novo sindicalismo, aqui foi onde pensamos em criar a CUT, o PT, todas as greves nessa categoria e do movimento sindical brasileiro, e aqui eu conheci a Marisa, aqui eu casei com a Marisa.”
 
Resumiu Lula: “Eu sou resultado das greves, mas também sou resultado de uma menina que parecia frágil e que me deu a garantia de que eu poderia viajar para ajudar a criar a CUT. Ela segurava a barra dos filhos”.
 
Muito emocionado, o ex-presidente recordou que nunca esteve presente, “porcausa do PT e da CUT”, mas que Marisa Letícia deu todo o suporte e apoia à família. “Ela praticamente criou os filhos sozinha, era ela que ia na escola,  na verdade ela foi mãe, ela foi pai, foi tia, foi tudo, cuidou de todos e nunca reclamou de nada”.
 
Em homenagem a ela e às lembranças da vida de Marisa, Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que “o casamento é o maior exercício de democracia que se pode ter,”. “É no casamento que você tem que ceder, você cede para a mulher, para o filho, eles cedem pra você. Se você não tem a paciência do exercício da democracia, o casamento não se mantém”.
 
“Eu e a Marisa nunca brigamos, eu já brigava muito no PT, brigava muito no sindicato”, completou, dizendo ainda que viu nela a “companheira humilde” e que a ex-primeira-dama era “muito mais importante do que os ministros” de seu governo. “Ela sempre me dizia: você nunca se esqueça de onde você veio e para onde você vai voltar”. 
 
 
“Eu tenho orgulho, ela viajou comigo esse mundo inteiro e nunca me pediu 10 dólares para comprar nada lá fora. Desde 1975, a minha conta bancária é no nome da Marisa”, narrou. “A Marisa se foi. Eu sofro menos do que as pessoas que não acreditam em Deus e não acreditam em outro mundo. Ela deixou muita gente, sobretudo os filhos e os netos”, disse Lula emocionado.
 
Antes de concluir, o ex-presidente mostrou a amargura de ver dor em Marisa nos últimos momentos de sua vida. “Eu tenho orgulho desta mulher, junto comigo a gente construiu um partido que a direita quer destruir. Na verdade, ela morreu triste”, disse com a voz paralisada pelo choro. “A canalhice que fizeram com ela, a imbecilidade que fizeram com ela, eu vou dedicar, eu tenho 71 anos, e vou provar que os facínoras que levantaram leviandade tenham um dia a humildade de pedir desculpas a ela”, finalizou.
 
Após as palavras emocionadas de Lula, o bispo católico Dom Angélico Bernardino, que conduziu a cerimônia religiosa, afirmou: “Esse bispo velhinho, porque eu que sou velho, quer lhe dar um conselho: a partir de amanhã, descanse. Porque o Brasil precisa muito de você.”
 
***
 
Acompanhe o vídeo da cerimônia religiosa de dona Marisa:
 
Leia também:  Comissão Pastoral da Terra se despede de Dom Pedro Casaldáliga

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

12 comentários

  1. “…tenham um dia a humildade

    “…tenham um dia a humildade de pedir desculpas…”, isso, e o senhor sabe desconfia, nunca irão fazer, mas em compensação, em 2018, é Lula lá!

     

  2. Que o Lula guerreiro
    Que o Lula guerreiro continue, só não invente de querer se enredar com os golpistas e vendilhões da pátria, os mesmos que queriam vê-lo preso há poucos dias, republicanismo tem limite, não se pede para insuflar guerra civil, mas deixa-los dominar o discurso e ser condescendente na atual conjuntura seria indesculpável, e suicídio político.

  3. Já vi de tudo nesta vida

    Já vi de tudo nesta vida entre políticos, até mesmo FHC ter em Toninho Malvadeza seu braço direito quando Presidente. Ou mesmo o próprio Lula acreditando em Collor. Em plítica tudo se desmancha no ar quando surge a necessidade de se fazer acordos, em razão do regime.

    Por outro lado, em relação a Moro e seus comparsas, e ficando apenas lá por Curitia, porque também há outros tantos togados com os mesmos ideais, enfim, duvido que um dia um desses caras consiga seguir os mandamentos de Jesus. Perdoar e pedir perdão quando exigem as circunstâncias não são ações comuns a quem carrega um coração de pedra.

    Que Deus, Misericordioso, dê mais anos de vida a Lula, nem que seja o suficiente para ele ver provada a sua inocência, e definitivamente liberado das garras dos monstros.

    Quanto a Dona Marisa, que ela esteja em paz. Que Deus preencha seu espírito de amor. 

    • “…e definitivamente

      “…e definitivamente liberado das garras dos monstros…”, passados alguns dias, e olhe lá, do luto, não lhe daram um segundo de sossego. Aínda mais que ainda lidera as pesquisas de indenção de voto. 2018, Lula lá! Oxalá consigamos elegê-lo!

  4. No meio de tanta consternacao

    No meio de tanta consternacao sinto me pequeno de oferecer meus pesames aa familia Silva.  Mas eh oferecido com toda humildade.

  5. As causas da morte de Dona Mariza

    Há dois caminhos para destruir, eliminar, matar um ser humano.

    O primeiro, mais primitivo, utiliza uma vigorosa violência contra o corpo: uma facada no coração ou um tiro na cabeça.

    O segundo, mais ardiloso e perverso, utiliza intensa e repetitiva violência contra o espírito: humilhação pública, difamação, perseguição à sua família, calúnias… Ações próprias dos facínoras, racionalmente perversos.

    Dona Mariza foi vítima do segundo tipo de destruição.

    Penso que os agentes ativos foram a Globo e Sérgio Moro.

    • A segunda é pior porque os assassinos ficam impunes

      Como punir o Dallagnol, o Camundongo de Curitiba, o PIG e os demais Golpi$tas$ pelo linchamento midiático-judicial da Dona Marisa?

      Esses vermes vão morrer impunes.

  6. Se o Lula se aliar de novo aos Canalhas, Dona Marisa vai chorar

    Na primeira vez, o Lula teve que assinar aquela carta nojenta que o capital financeiro lhe submeteu, a fim de não o derrotarem pela quarta vez com o terrorismo midiático. Teve que entrar nos buracos de rato, pois quando você quer entrar num buraco de rato, a fim de cacá-lo, de rato você tem que transar. Mas o Lula não precisa mais transar de rato, não é, Raul Malucão Beleza, pois os ratos já estão todos identificados, já que foram expostos à luz e suas máscaras caíram e foram despedaçadas.

    Agora o Lula será popular. Se não a Dona Marisa não vai descnsar em paz.

  7. Uma conhecida minha vendo a
    Uma conhecida minha vendo a fala do Lula
    no JN,criticou Lula e ainda por cima disse q a “Marisa já tinha problema”falei pra ela
    q era pior então,pq não poderia passar raiva e q a culpa provavelmente era dela,
    do Lula,Dilma e do PT,ficou sem graça!!

  8.  “…na verdade ela foi mãe,

     “…na verdade ela foi mãe, ela foi pai, foi tia, foi tudo, cuidou de todos e nunca reclamou de nada”.

    A morte de Marisa Letícia veio num momento de luto pessoal.

    Como Marisa, minha irmã mais velha foi uma segunda mãe para mim, meus irmãos e para meus pais. Foi a primeira da família humilde a trabalhar e dar conforto que não tivemos na infância. Sua perda abriu um vazio muito grande.

    Fico imaginando o sentimento de Lula em relação a sua companheira de vida e de lutas. Perder uma pessoa fundamental na nossa vida é muito duro, mas Lula é forte, vai voltar a luta com mais gana.

    Dona Marisa foi uma grande mulher, vai fazer falta a todos nós. Décadas atrás, ajudou a fundar o Partido dos Trabalhadores. Teceu a primeira bandeira do partido com a estrela guia da classe trabalhadora.

    Agora virou uma estrela tecida por Deus no firmamento. Que o Criador a receba com todas as honras que ela merece.

  9. IMPRESCINDÍVEL LULA BATER NO

    IMPRESCINDÍVEL LULA BATER NO ALICERCE DA DESINFORMAÇÃO DO NOSSO PAÍS E NA  PRINCIPAL

    CULPADA DA DISTORÇÃO DE VALORES ÉTICOS E HUMANOS,CHAMADA REDE GLOBO !!!

  10. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome