Morre Carlos Neder, uma vida de luta pela saúde pública

Médico, ex-vereador e ex-deputado estadual do PT foi vencido pela Covid aos 67 anos. Como profissional e parlamentar, Neder atuou com afinco em defesa dos usuários do Sistema Único de Saúde

Foto: Partido dos Trabalhadores

da Revista Fórum

por Henrique Rodrigues

Morreu neste sábado (25) em São Paulo aos 57 anos, Carlos Neder, médico e ex-parlamentar do PT. Ele estava internado desde 11 de agosto no Hospital São Camilo por conta da Covid-19. Nos últimos dias, com o agravamento de seu quadro, precisou ser intubado e removido para uma UTI.

Nascido em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, Carlos Alberto Pletz Neder formou-se em medicina na Universidade de São Paulo (USP) nos anos 70, durante a Ditadura Militar, momento em que se engajou na luta política contra o regime autoritário que vigorava no país.

Sua atuação sempre foi voltada à Saúde Pública, militando pelo acesso da população a um serviço digno e de qualidade. Em sua formação acadêmica, jamais abandonou essa abordagem, que também foi tema de seu mestrado.

Foi secretário municipal de Saúde de 1990 a 1992, durante a gestão de Luiza Erundina. Depois, ocupou mandatos alternados como vereador na Câmara da capital paulista e como deputado estadual na Assembleia Legislativa, entre 1997 e 2015.

Neder foi autor, nas esferas municipal e estadual, de mais 60 leis, dentre as quais destacam-se as dos conselhos gestores da saúde, dos CEUs e dos parques municipais; direitos dos usuários do SUS; acolhimento nas unidades de saúde; incentivo ao aleitamento materno; saúde auditiva; anemia falciforme; CIPAs e do Banco do Povo.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador