Morre Mark Taimanov, enxadrista soviético

Jornal GGN – Mark Taimanov, celebrado enxadrista soviético, morreu na madrugada de segunda-feira em São Petersburgo. Taimanov foi uma lenda entre 1950 e 1970, falecendo aos 90 anos. O anúncio foi feito pela Federação Russa de Xadrez. Em 1952 foi eleito Grande Mestre enxadrista e campeão da União Soviética e dos Jogos Olímpicos de xadrez de 1956.

O campeão nasceu em 1926, em Jarkov, na Ucrânia, tendo passado sua adolescência em Leningrado, o nome soviético de São Petersburgo. Lá ele estudou piano até ser evacuado para Tachkent, no Uzbequistão, na Segunda Guerra Mundial.

Seu brilho como melhor enxadrista do mundo, com quatro vitórias no campeonato europeu de xadrez, foi ofuscado pelo americano Bobby Fischer, que o derrotou. Voltando à União Soviética foi proibido de participar de outros torneios europeus depois de ser acusado de portar livro proibido do escritor dissidente Aleksandr Solzhenitsy. Além da proibição, foi retirado dele o título de “Mestre dos esportes”, recuperado em 1991, depois da queda do bloco.

Também pianista talentoso, Taimanov aventurou-se por outras plagas, publicando vários livros sobre xadrez e, em 2014, abriu sua própria escola para ensinar do enxadrismo.

Com informações do Estadão

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome