Morte de Olavo de Carvalho gera comoção no bolsonarismo

Victor Farinelli
Victor Farinelli é jornalista residente no Chile, corinthiano e pai de um adolescente, já escreveu para meios como Opera Mundi, Carta Capital, Brasil de Fato e Revista Fórum, além do Jornal GGN
[email protected]

Presidente, seus filhos e ex-colaboradores lamentaram. Filha do astrólogo, no entanto, criticou negacionismo de Olavo de Carvalho

Foto: Alan Santos/PR

Jornal GGN – O luto tomou conta das redes bolsonaristas nesta terça-feira (25), assim que se soube da morte do astrólogo Olavo de Carvalho, aos 74 anos, supostamente em decorrência da Covid-19.

O presidente Jair Bolsonaro foi um dos primeiros em reagir à notícia, e publicou que “nos deixa hoje um dos maiores pensadores da história do nosso país, o Filósofo e Professor Olavo Luiz Pimentel de Carvalho. Olavo foi um gigante na luta pela liberdade e um farol para milhões de brasileiros. Seu exemplo e seus ensinamentos nos marcarão para sempre”.

Seu filho, o vereador carioca Carlos Bolsonaro, também expressou suas condolências pelo falecimento de Olavo, e confessou que “grande foi a sua influência em nossas vidas, não apenas em política, mas também através de ensinamentos valorosos e inúmeras amizades geradas por convergência de valores”.

Por sua parte, a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, publicou em suas redes um vídeo com música triste, acompanhado da mensagem: “Com muita tristeza recebo a notícia do falecimento do professor Olavo de Carvalho, arauto que há anos nos anunciava os perigos do comunismo e de como combatê-lo”.

A advogada e deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP) é outra figura da direita brasileira que lamentou a morte de Olavo de Carvalho: “Tive a honra de conhecê-lo e constatar sua inteligência diferenciada. Grande perda”.

Entre os conhecidos seguidores do astrólogo também estão os irmãos Arthur e Abraham Weintraub, que, no passado, foram parte daquela que se conhece como a “ala olavista” do governo de Jair Bolsonaro, justamente por serem os mais fieis ao pensamento do guru. O ex-ministro da Educação manifestou por Twitter, nesta terça, que “o mundo perdeu uma de suas mentes mais brilhantes e uma pessoa com um grande coração”.

Filha destaca negacionismo

A tristeza pela morte de Olavo de Carvalho entre os bolsonaristas contrasta com a reação da filha do astrólogo, Heloísa de Carvalho Martin Arribas, que aproveitou o fato para revelar mais uma história a respeito do negacionismo defendido pelo pai a respeito da pandemia de covid-19.

“No dia que o Olavo postou que não tinha 1 morte por covid, perdi uma querida amiga, que era viúva e deixou 3 crianças com menos de 10 anos órfãs. Olavo morreu de covid, não tem como eu sentir grande tristeza pela morte dele, mas também não estou feliz. Sendo sincera comigo e meus sentimentos”, afirmou a filha.

Em seguida, ela completou: “os patrões negacionistas não quiseram afastá-la do trabalho, empregada doméstica, pegava condução e pegou covid, eu ainda a aconselhei uns 5 dias antes dela pegar covid a se demitir, mas quem iria sustentar as 3 crianças”.

A última mensagem de Heloisa sobre a morte do pai foi “que Deus perdoe ele de todas as maldades que cometeu”.

Apesar das palavras de Heloisa, que estava há anos afastada do pai, a parte da família que era mais próxima a ele não confirmou que a causa do óbito tenha sido covid-19, embora seja provável que sim, já que o astrólogo se encontrava internado por conta da doença desde o dia 16 de janeiro.

Victor Farinelli

Victor Farinelli é jornalista residente no Chile, corinthiano e pai de um adolescente, já escreveu para meios como Opera Mundi, Carta Capital, Brasil de Fato e Revista Fórum, além do Jornal GGN

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Que a terra lhe seja pesada. Terra estadunidense, diga-se, pois foi lá que escolheu viver, que lá seja enterrado, não nos fará falta.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador