Fed surpreende o mundo e mantém política de compra de títulos nos EUA

Jornal GGN – Contrariando as expectativas do mercado, o Federal Reserve (o Banco Central dos Estados Unidos) decidiu não começar a reduzir seu programa de compra de ativos mensais, mesmo com a economia ainda cambaleante em direção à recuperação após a crise mundial de 2008. O Fed afirmou que estava insatisfeito com o ritmo de crescimento econômico, e sentiu que este não era o momento oportuno para fazer uma mudança de flexibilização quantitativa.

Em comunicado, o comitê anunciou que continua preocupado em relação ao crescimento econômico norte-americano, que pode ainda não ser forte o suficiente para gerar uma melhoria sustentada das condições do mercado de trabalho. Além disso, as tensões nos mercados financeiros globais continuam a representar riscos significativos de deterioração para as perspectivas econômicas.

Os mercados vêm se antecipando em relação à decisão do Fed desde maio, quando surgiram os primeiros rumores referentes à diminuição gradual de compras de ativos mensais.  

Os economistas ainda esperam que a entidade reduza em cerca de US$ 15 bilhões por mês a injeção de dólares na economia local. Especialistas afirmam que isso pode acontecer até o final deste ano ou até mesmo em meados de 2014. Alguns estrategistas de mercado chamaram a decisão de “covarde”.

O Fed está comprando US$ 85 bilhões por mês em títulos do Tesouro e títulos lastreados em hipotecas, com o maior peso de US$ 45 bilhões para o primeiro. 

A esperança é de que o dinheiro faça seu caminho de volta para a economia por meio da compra de ativos de risco como ações, criando  um efeito de riqueza que leve ao crescimento. Seu sucesso, no entanto, tem sido variado, com um enorme impulso para o mercado de ações, mas apenas ganhos modestos na economia mais ampla.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Dólar perde liderança mundial pela 1ª vez desde 2013

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome