Receita intima Itaú sobre pagamento de multa

Jornal GGN – O Itaú Unibanco oficializou o recebimento de um auto de infração da Receita Federal, referente à cobrança de Imposto de Renda e de Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSLL) sobre a associação entre os conglomerados Itaú e Unibanco. 

Em junho do ano passado, o banco recebeu um auto no qual consta uma cobrança de Imposto de Renda no valor de R$ 11,8 bilhões, acrescido de multa e juros, e de Contribuição Social sobre o Lucro Líquido, no valor de R$ 6,86 bilhões, acrescido de multa e juros, pois, no entendimento da Receita, a companhia teria deixado de recolhê-los, em relação ao exercício de 2008, no âmbito da operação societária de associação entre os dois bancos. 

Segundo comunicado divulgado ao mercado, a instituição vai recorrer da medida e reafirma que considera “remoto” o risco de perda no procedimento fiscal em referência, entendimento esse corroborado por seus advogados e assessores externos. 

“A companhia ressalta, novamente, que as operações realizadas em 2008 foram legítimas, aprovadas pelos órgãos da administração das empresas envolvidas e seus respectivos acionistas, e posteriormente sancionadas pelas autoridades competentes, no estrito cumprimento dos requisitos normativos, e que continuará tomando todas as medidas necessárias à defesa de seus interesses e de seus acionistas”, diz o banco.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora