A condenação da TV de Agripino

Por José Carlos de Melo

Nassif,

Dê uma olhada nisso:

Do Blog do Ailton Medeiros

JUSTIÇA CONDENA TV DE AGRIPINO MAIA

Enviado em 2/08/10 às 11h45min por Ailton Medeiros

Ainda há juízes em Natal. Vejam o que um leitor e amigo acaba de enviar:

O juiz federal Ivan Lira de Carvalho condenou a TV Tropical (Rede Record), de propriedade do senador José Agripino (DEM), a pagar uma multa de 22 mil UFIRs (R$ 22 mil), em representação eleitoral feita pelo Coligação Vitória do Povo.

Para o juiz, o apresentador do programa “Sabor e Saber”, Hemetério Fernandes Gurgel, “utilizando-se do subterfúgio de ter ouvido uma conversa de terceiros em restaurante”, elogia o dono da Tropical e tece ferrenhas críticas ao governador Iberê Ferreira.

Em outro programa, Hemetério elogiou e fez “o telespectador dar credibilidade à declaração de rendas apresentada pela senadora Rosalba Ciarlini à Justiça Eleitoral ao invés da apresentada por outro candidato”.

OadvO advogado da Vitória do Povo, Erick Pereira pediu à Justiça a condenação da TV Tropical com a aplicação das sanções previstas no parágrafo 2º do art. 45 e 46 da Lei Eleitoral (9.504/97).

“A condenação retira a primariedade da emissora e serve de alerta para todos aqueles que acham que a Justiça vai deixar passar incólume os abusos que costumam ocorrer em eleições passadas”, observa Erick Pereira.

Em que pese o parecer favorável do Ministério Público pela aplicação da multa e pela retirada da emissora do ar pelo período equivalente à duração do programa, o juiz Ivan Lira decidiu apenas pela condenação da emissora ao pagamento da multa de 20 mil UFIRs.

Na sua decisão, o juiz Ivan Lira observou que o programa “realmente emite comentários favoráveis ao candidato José Agripino Maia”, considerando-o “um homem correto”, “que trabalha no senado”.

Em contrapartida, entendeu o juiz, o apresentador “faz ferrenhas críticas ao candidato Iberê Ferreira de Souza: dizendo a arapuca da Copa do Mundo armada pra Natal, pra enriquecer muita gente continua disparado e eles tão descarados”.

O juiz Ivan Lira concluiu que a TV Tropical privilegiou a candidata Rosalba (DEM), “quando enaltece sua declaração de bens em detrimento de declaração de outros candidatos”.

Em outra representação que tramita na Justiça, inclusive com parecer favorável do Ministério Público, a coligação Vitória do Povo pede a aplicação de uma multa de R$ 1,3 milhão contra a TV Tropical.

A emissora é acusada de privilegiar a candidata do DEM ao governo com 104 aparições em sua programação, contra apenas 20 do governador Iberê Ferreira, candidato à reeleição.

Segue o link: http://www.ailtonmedeiros.com.br/justica-condena-tv-de-agripino-maia/

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome