13 comentários

  1. Essa charge até que é mais ou

    Essa charge até que é mais ou menos,

      Mas vejam as anteriores.

         Esse cara decaiu muito.

         Já foi melhor.

       Muito melhor.

       Até na Folha, perde pra TODOS os outros chargistas;

              Inclusive pra um jovem de 14 anos,

  2. Excepcional. Vou mandar essa

    Excepcional. Vou mandar essa charge para o puxador-de-saco dos Marinho, o Chico Caruso, para ele saber o que é humor inteligente e sarcástico. E o que é um chargista que honra o nome, na tradição de um Daumier. Não um que veste a camisa partidária da empresa que lhe paga o salário.

  3. Laerte, como sempre,

    Laerte, como sempre, certeiro. Esta charge é uma resposta ao editorial de Otavinho, o menino ressentido. Óbvio que para isso deve-se ter culhões.

  4. Genial (ou à direita falta ideias e humor.)

    Laerte, parabéns.

     

    É claro que a direta não vai apreciar mas a direita além de falta de ideias falta também humor.

  5. A charge é ótima. Pena que

    A charge é ótima. Pena que saiu com um dia de atraso. As medidas exigidas pelo editorial da folha já foram anunciadas ontem pelo governo.

      • E daí, Anarquista ? Quem

        E daí, Anarquista ? Quem disse que a mídia virou ou desvirou democrática ? Lamentei que a charge não tivesse saído ontem, pelo menos seria antes do anúncio das medidas, que se assemelharam bastante ao exigido (!) no editorial da FSP. Ou talvez não, o artigo que o Valter Pomar publicou ontem , pela manhã, sobre a chantagem da Folha ficou sem jeito depois que a dupla ministerial se apresentou à tarde. 

        E não há rabujice que conserte isso.

        • A charge do Laerte era sobre a chantagem da mídia

          Se a Dilma cedeu ou nao cedeu à chantagem, isso nao muda em nada o que o Laerte disse. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Mas vc nao ia perder a chance de dar uma pauladinha, né?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome