A passagem relâmpago de Datena na Record

“Macedo também estaria disposto a descobrir se a passagem relâmpago do apresentador pela emissora não foi previamente armada pelo âncora. Uma tentativa de se livrar da multa contratual de R$ 18 milhões e depois voltar para a Band. (…)”

Do Outro Canal

Edir Macedo investiga se a saída de Datena foi golpe

A história de Datena na Record não terminou. A confusão que o âncora provocou na emissora foi tanta que o dono do canal resolveu descobrir o que realmente está acontecendo.

De passagem pelo Brasil esta semana, o bispo Edir Macedo pretende tirar a limpo toda esta história e quais os reais responsáveis por toda a encrenca.

Fontes do mercado dizem que Macedo não gostou nada do desgaste da Record na contratação e saída de Datena e, principalmente, da perda de dinheiro da emissora no trâmite.

Macedo também estaria disposto a descobrir se a passagem relâmpago do apresentador pela emissora não foi previamente armada pelo âncora. Uma tentativa de se livrar da multa contratual de R$ 18 milhões e depois voltar para a Band. Esta é uma das teorias da conspiração que pairam sobre a história.

Premeditada ou não, a saída de Datena colocou o jornalismo da Record na mira de Macedo, que não deve deixar a celeuma sem explicação.

Depois da demissão de quase 200 funcionários da Rádio Record, que virou musical e perdeu sua programação na semana passada, os cortes devem chegar ao jornalismo do canal.

http://outrocanal.folha.blog.uol.com.br/arch2011-08-07_2011-08-13.html#2…

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  A história não oficial dos 70 anos da TV brasileira, por Luís Nassif

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome