A prisão de Andrea Neves e a imprensa mineira, por Maíra Vasconcelos

A prisão de Andrea Neves e a imprensa mineira

por Maíra Vasconcelos

A prisão de Andrea Neves, irmã de Aécio (PSDB), teve particular repercussão em Belo Horizonte. Conhecida como “mãos de tesoura”, Andrea vigiou de perto a redação dos principais jornais da capital, cuidou de vetar informações e dirigir reuniões de pauta. Manteve as publicações jornalística seguras em mãos de cabresto, durante os anos de governo do hoje senador afastado Aécio Neves (2003-2007 / 2007-2010).

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais (SJP-MG), reservou-se o direito de decretar o dia 18 de maio, quando Andrea foi presa em Belo Horizonte, e levada a penitenciária de mulheres, como o “dia da liberdade de imprensa em Minas Gerais”.

Houve festejo na sede do sindicato. Ontem, aconteceu o extravasamento de uma categoria impedida de abordar determinados fatos e fontes, foi o alívio do jornalismo por anos censurado, numa legítima sensação de contas acertadas com um governo específico. A festa teve o tom da consciência profissional social pela democracia do direito à informação. Ao menos é essa a postura, hoje, da direção do sindicato dos jornalistas de Minas.

O tradicional jornal Estado de Minas, em sua edição de hoje, não publicou foto de Andrea Neves saindo da viatura, chegando ao IML para exame de corpo delito, ou aquela foto de perfil, dispensável, com o número de sua detenção. Outras mídias, tanto regionais como nacionais, abusaram da foto de Andrea enquadrada, isso que a meu ver não confere de forma alguma uma necessidade jornalística, em nenhum caso, e apenas incita o linchamento público.

Para além das euforias momentâneas, a prisão de Andrea Neves torna público e traz à tona o importante debate sobre o direito à informação e a realidade dos interesses políticos dos meios de comunicações, e como isso afeta a sua produção jornalística. A saída de Andrea Neves das redações de Belo Horizonte, o que aconteceu com o término do governo Aécio em 2010, não libertara a imprensa mineira, que segue com a linha editorial política afetada por escolhas partidárias, imersa em uma *crise alarmante e que não terá abasto com prisões e nem com mudança de governos e partidos. O jornalismo, em seu fundamento, tem essa capacidade independente de se despegar de governos. Assim, o episódio Andrea Neves apenas joga à imprensa mineira uma série de perguntas sobre o exercício da profissão e sobre a crise na qual permanece afundada.

 

Leia também:  Deltan Dallagnol tenta retirar mensagens da Vaza Jato da defesa de Lula

*O jornal Hoje em Dia, cujo dono é Ruy Muniz, deu calote em 36 profissionais que foram mandados embora e não receberam o salário do mês, nem o devido acerto referente aos direitos trabalhistas.

Em homenagem aos jornalistas Ângela Carrato e Geraldo Elísio, que foram perseguidos e que se dedicam há anos a denunciar os abusos dos irmãos Aécio e Andrea Neves.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

19 comentários

  1. Esquema Aécio/Imprensa/Meireles

    CONEXÃO AÉCIO IMPRENSA:
    Joesley Batista, dono da JBS, aos 0:20 segundos do vídeo fala na compra de um prédio em Belo Horizonte superfaturado em 2015 por 17 milhões. Aos 1:17 ele disse que o imóvel era de um JORNAL, DE UM AMIGO DE AÉCIO, uma pessoa ligada a ele.

    http://www.brasil247.com/pt/247/minas247/296699/Joesley-pediu-%E2%80%98pelo-amor-de-Deus%E2%80%99-para-A%C3%A9cio-parar-de-pedir-propina.htm

    Henrique Meireles está envolvido na operação:
    “Como comprador aparecia a J&F, holding da JBS e de outras empresas como Alpargatas, Vigor e Banco Original. A J&F era então presidida por Henrique Meirelles, hoje ministro da Fazenda do governo Temer”

    Rápida pesquisa no google já trouxe todo o esquema à tona:
    http://www.sjpmg.org.br/2017/05/a-relacao-nebulosa-entre-os-irmaos-neves-a-jbs-e-o-jornal-hoje-em-dia/

    Jornal: Hoje em Dia

    • E o pior, Rei, é que essas

      E o pior, Rei, é que essas pessoas que aprontaram com os jornalistas e trabalhadores desse jornal fazem parte do grupo daqueles que estão reformando os codigos trabalhistas do nosso país! Meu Deus, será o caos?

  2. A irmã que não tem cargo

    A irmã que não tem cargo publico foi presa,

     

    e por que o dito cujo não? E o outro senador que embolsou o dinheiro? Nem se quer é incomodado, e querem que acreditemos que isso é serio!!!?????

  3. só uma informaçãozinha: desde

    só uma informaçãozinha: desde os nos 80 que o jornal-diários-associados-Estado-de-Minas, uma veja diária regional, é chamado de Estado de Calamidade. e, como no resto do país, tem rádio, tem outro tabloide e portal net. linha editorial? precisa dizer? herdeiro desse pequeno feudo saiu às ruas de verde-amarelo com cartaz condenando Venezuela usando palavras impublicáveis. eita, Brasil. 

  4. Seria bom esperar a missa de sétimo dia

    O polvo tem muitos tentáculos e quem se acostumou cego dificilmente volta a enxergar. Assim como os PÓrrelas tinham o piloto do helicóptero como funcionário da assembleia legislativa a família neves tem os assessores de imprensa naquela casa, no merdiciário, nas principais empresas estatais, nas privadas, na segurança pública e privada, nos órgãos de fomento a cultura e principalmente nas lavanderias de arte e no dito mundo fashion  do get society de muitas carreiras. Não é coisa de dias o desmonte, se é que vai haver, e conforme alguém já disse hoje são 100 anos de domínio. Alguém tem que levantar é quem será o herdeiro ou os herdeiros, os lotes serão redistribuídos como fizeram com o Diários e Emissoras Associados do Chateaubriand. São vários os nomes e alguém vai ocupar o vácuo: Anastasia…Domingos Sávio…Marcus Pestana…Oswaldinho (aquele)…o que sobrar dos Perrelas…Márcio Lacerda e até mesmo o Kalil (que de tonto e bobo não tem nada)… o vice governador (sinistro). Com a derrocada (?) do primeiro que foi “cumido” acaba-se um ciclo que teve inicio com José Maria Alkimin e Pedro Aleixo, dos quais o Tancredo foi o principal aluno e beneficiário, passando pelas laterais de Magalhães Pinto e Israel Pinheiro, foi na linha de fundo e cruzou na altura para o centro-avante mimado, que sem goleiro esqueceu a bola e resolveu conferir a cal da linha de gol. Não esquecer que ele ainda é o dono do campo, da bola, do Juiz e dos bandeirinhas inclusive daqueles que ficam atrás dos gols, os tais de quero-quero e esses é que são os perigosos e mais realistas que o juiz. A prudência manda esperar a missa de sétimo dia e na dúvida seria bom cremar.

  5. Andréa – mulher perversa

    As informações disponíveis sobre Andréa Neves é de que se trata de uma mulher perversa e corrupta.

    Seu poder era exercido contra jornalistas, por meio da polícia e do judiciário mineiros. Basta considerar a violência infame e desumana que ela promoveu contra o jornalista Marco Aurélio Carone (9 meses de tortura física e moral).

    Suas ações corruptas ocorriam há muitos anos, conforme relato do doleiro Youssef sobre Furnas e aquela empresa de Bauru.

    Ela era uma estrategista de Aécio e exercia seu poder de modo perverso, com fria racionalidade e nas sombras.

  6. Por que Andréa está mesmo presa?

    Sou adversário político do PSDB e, em particular, de Aécio Neves. Onde este partido e este político estiverem, estarei em lado oposto, antagonizando suas posições.

    Mas não vejo, com base em todas as informações disponíveis, razões para que Andréa Neves esteja presa. Esse regojizo dos jornalistas mineiros com a queda da Casa dos Neves, em minha opinião, reflete exatamente a má formação intelectual e ética dos mesmos. Eles festejam a prisão de Andréa Neves pelo “conjunto da obra”? Isso não é justiça, mas vingança. Esse sindicato se comporta, portanto, como um entidade medieval.

    A sociedade brasileira está, de fato, doente.

     

    • Você nunca leu o novo jornal antes de sair do ar?
      Pelo visto você nunca leu o novo jornal antes de Aécio mandar tira lo do ar em 2014.

    • Desinformado

      Danilo, desculpe mas você sendo adversário do PSDB e do Aécio, como diz ser, não pode ser tão desinformado sobre as ações e pervesidades desta senhora, que arquitetava tudo a favor do irmão. A sociedade está doente. Não queria atribuir aos oprimidos esta condição. Esta déspota esclarecida é corruptora e não corrupta. É da mesma inhagem destes delatores que ferraram o Brasil e estão saindo impunes. Digo que as informações disponíveis suas são frágeis por sua culpa.

       

    • ESQUECEU…

      Vc tb não leu o que aconteceu com o investigador que SUICIDOU-SE e que acusava o ladrão…mór…de NARCOTRAFICANTE…

    • Causas

      Entendo que sua pergunta é a razão de ela ter prisão preventiva decretada. Também penso que não por ter-se banalizado as prisões preventivas na Guantánamo curitibana agora fazem parte da prática corriqueira do judiciario.Continua sendo ilegal, ainda quando 40% da população carcerária seja de presos não condenados. Vivemos um tempo de linchamento midiático se aplicando à aqueles que jamais eram atingidos, mas isso, penso que tampouco seja justicia.

      Independentemente do curriculum conhecido e tenebroso desta senhora.

      Desconheço se na delação do JBS há indicios da possível interferência dela.

      Lendo os comentários seguintes, a justificativa tal vez esteja no post de Marcos Videira.

       

  7. Me engana que estamos aqui para isso.

    Eu não sei bem se o sindicato dos jornalista daqui, tentou de fato combater as mordaças dos neves, há se informar melhor, mas, sobre a imprensa no geral, eram de um silêncio sepulcral.

    Para citar apenas um, mesmo porque é o único que presta, O Tempo, agora!, estampou até fotos da decoração da casa, mansão, sei lá, da referida senhora.

  8. Não era Andréa que calava os
    Não era Andréa que calava os jornalistas. Esse serviço sujo era feito pelos seus patrões, os donos dos veículos de imprensa, que trocaram a função de seu negócio. No lugar de vender informações fidedignas aos seus clientes-leitores através das notícias passaram a vender o silêncio sobre a realidade política para quem pagava mais. Se os donos dos jornais não fossem corruptos o esquema Andrea Neves nunca teria acontecido.

  9. “Manteve as publicações

    “Manteve as publicações jornalística seguras em mãos de cabresto, durante os anos de governo do hoje senador afastado Aécio Neves (2003-2007 / 2007-2010)”:

     E vale a pena relembrar que o Nassif disse antes de ontem que ELA sim, tem estrategia e politica pra ser presidenta do Brasil.  Infelizmente, a unica “estrategia” que o Nassif especificou dela era a de manter seu playboy irmao sendo playboy com privilegios de elite e…  nada mais.  E o Nassif nao sabe ate hoje o resto.  Ou o teria especificado.

    Loooonge de mim suspeitar que o ingresso de almoco dela eh seu irmao mais burro que folha de alface.

  10. Jornalista Marco Aurélio Carone conta o poder perverso de Andrea

    Minas Gerais viveu estado de exceção devido à família ‘da Cunha”. Andrea Neves da Cunha e Aécio Neves da Cunha

    são verdadeiros nomes dos criminosos.

    O jornalista Marco Aurélio Carone ficou preso 9 meses e 20 dias em 2014, em Minas Gerais.

    Ele é filho de um ex-prefeito de Belo Horizonte que foi aliado de Tancredo Neves.

    No Diário de Minas e no Novojornal, este na internet, passou a fazer denúncias contra o grupo político do hoje senador e presidente do PSDB, Aécio Neves.

    O jornalista se diz vítima de policiais, procuradores, juizes e desembargadores de Minas, que estariam a serviço de Aécio.

    Carone foi solto 5 dias depois da eleição presidencial em que Aécio foi derrotado por Dilma Rousseff.

    Foi absolvido no processo que o levou à prisão.

    Mas, enquanto esteve na cadeia, não pode fazer as denúncias que pretendia fazer contra o tucano.

     

    https://youtu.be/2G0K7PwODXk

  11. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome