Aumento para servidor público

Um vereador da cidade de Olinda, irá apresentar um projeto de lei ao Legislativo, no mês que vem, para compensar as perdas dos servidores públicos municipais (tiveram aumento médio de 5% para 2013) e aumentar os seus parcos vencimentos. O projeto será semelhante ao de Londrina, no Paraná, onde se prevê ganhos salariais, após 100 horas de cursos que o servidor fizer. Os aumentos vão variar de 2,5% a 10,5%. A intenção do vereador é amenizar a gritaria, depois da divulgação do aumento dos parlamentares pelo Jornal Sem Censura, e porque ele acha que foi “um exagero” a reação dos olindenses em relação ao aumento dos seus próprios salários em 64%, passando de R$ 7,3 para R$ 12 mil e, sem falar nas verbas de gabinete e de representação, chegando a faturar R$ 80 mil por mês. Mas esse reajuste, conforme o presidente da Câmara, Marcelo Soares (PCdoB), não vai “onerar” os cofres públicos, já que eles (parlamentares) cortaram o auxílio paletó e outras verbas, como auxílio moradia, vale transporte, vale alimentação, saúde e outros vales. O projeto de lei, que será encaminhado para análise e votação na Casa de Bernardo Vieira de Melo, prevê que o servidor que frequente qualquer curso, é só apresentar o certificado e, automaticamente, terá o aumento no seu contracheque. Foto: Firmino Caetano Junior. Alexandre Acioli. Olinda/PE.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome