2020: O pulso ainda pulsa!

Partidários de Donald Trump estão concentrados em Detroit, em frente ao local de apuração das cédulas enviadas pelos correios. Estão gritando “Stop the vote”, enquanto os apoiadores de Joe Biden levantam cartazes com dizeres de “Count all votes”!

 

O Presidente Trump não vai aceitar o resultado das eleições e partirá para a sua judicialização. Trump postou hoje no Twitter, “STOP THE COUNT”, depois um patético “STOP THE FRAUD”, em caixa alta, demonstrando todo o seu desespero.

 

Caso as previsões se confirmem e Joe Biden consiga os votos necessários para se eleger Presidente, um clima de hostilidade pode vir a tomar conta das ruas.

 

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, manifestou-se dizendo que não irá reconhecer a vitória de Biden, caso Trump acione a justiça. Bolsonaro sabe que suas bravatas de amigo do valentão estão com os dias contados.

 

Provavelmente o próximo Presidente dos EUA cobrará, juntamente com outros países da Europa, uma ação mais responsável do Brasil sobre política ambiental, sob o risco de sofrer sanções comerciais.

 

Eduardo Bolsonaro, o ‘embaixador que fritava hambúrguer’, que fez campanha antecipada por Trump, faz coro com os Trumpminions, os que comiam hambúrguer, acusando fraude eleitoral sem nenhuma prova.

 

Enquanto aguardamos as contagens de votos em Nevada, Arizona, Geórgia e Pensilvânia, o senador Flávio Bolsonaro é denunciado pelo Ministério Público por peculato, participação em organização criminosa, lavagem de dinheiro e apropriação indevida. Derrota de Trump e denúncia de Flávio, 2020 está se recuperando.

 

Ricardo Mezavila, esctiror, pós-graduado em ciência política, com atuação nos movimentos sociais no Rio de Janeiro.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora