Metendo a mão em cumbuca, por Gustavo Gollo

Quase 2 meses atrás, fomos aterrorizados e convencidos a nos confinar. Enganaram-nos, deixando que acreditássemos que o confinamento duraria uns 15 dias, ou pouco mais, quando planejavam confinar-nos por mais de 1 ano. Agora, chegamos às portas do inverno ─ época das doenças respiratórias e do maior número de óbitos ─, com baixa imunidade devido … Continue lendo Metendo a mão em cumbuca, por Gustavo Gollo