Em resposta a Bolsonaro, Globo diz que “considera que não tem inimigos”

Foto: Reprodução

Jornal GGN – Criticada por Jair Bolsonaro no áudio vazado de conversas com o ex-ministro Gustavo Bebianno, a rede Globo respondeu que acredita “que não tem, nem cultiva inimigos” e disse ser “rotineiras” as “visitas de diretores do Grupo Globo a autoridades dos diferentes poderes”.

Na troca de conversas entre o presidente e o então ministro, na última semana, divulgada na tarde de hoje (19), Bolsonaro disse que a Globo era sua “inimiga” e que o vice-presidente de Relações Institucionais do Grupo, Paulo Tonet Camargo, havia trabalhado antes, durante e depois da campanha contra o então candidato da extrema direita.

“Gustavo [Bebianno], o que eu acho desse cara da Globo dentro do Palácio do Planalto: eu não quero ele aí dentro. Qual a mensagem que vai dar para as outras emissoras? Que nós estamos se aproximando da Globo. Então não dá para ter esse tipo de relacionamento”

“Inimigo passivo sim, mas trazer o inimigo pra dentro de casa é outra história”, falou Bolsonaro, em áudio informal com seu então ministro.

Por ter sido mencionada, em resposta, o grupo escreveu que “considera que não tem nem cultiva inimigos” e que tem como “missão levar ao público jornalismo independente – dando transparência a tudo o que é relevante para o País”. “Continuaremos a trabalhar nesta mesma direção”, acrescentou.

Sobre a visita marcada pelo próprio ex-ministro com o representante da emissora, Paulo Tonet Camargo, a Globo alegou que “visitas de diretores do Grupo Globo a autoridades dos diferentes poderes, servidores públicos, executivos de empresas e representantes da sociedade civil são rotineiras”.

“E, nesse aspecto, não nos diferenciamos de qualquer grupo empresarial que pretenda ouvir todas as vozes de uma sociedade livre, de forma transparente e com agenda pública, mantendo relações estritamente institucionais e republicanas”, concluiu.

Leia mais: Em áudio, Bolsonaro defende filho contra Bebianno

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora