Executivo do WhatsApp admite uso ilegal e massivo de mensagens nas eleições que deram vitória a Bolsonaro

“Na eleição brasileira do ano passado houve a atuação de empresas fornecedoras de envios maciços de mensagens, que violaram nossos termos de uso", disse Ben Supple

Foto: Reprodução Redes/Facebook

Jornal GGN – O gerente de Políticas Públicas do WhatsApp, Ben Supple, admitiu que a plataforma enviou massiva e ilegalmente mensagens automatizadas durante as eleições 2018 no Brasil. A declaração de Supple foi feita durante uma palestra, nesta semana, durante o Festival Gabo, e é a primeira vez que a empresa admite que houve o uso de robôs para a remessa de mensagens.

“Na eleição brasileira do ano passado houve a atuação de empresas fornecedoras de envios maciços de mensagens, que violaram nossos termos de uso para atingir um grande número de pessoas”, foi, segundo reportagem da Folha de S.Paulo, a declaração do responsável de eleições, programas, campanhas políticas e assessoria de produtos e privacidade do WhatsApp.

Ben Supple está desde 2017 na empresa, encarregado de desenhar estratégias de participação com países e de construir relações com formuladores de políticas públicas. Participou da premiação para tratar das estratégias da equipe do WhatsApp para manter a integridade da plataforma em períodos eleitorais.

O executivo do WhatsApp se referiu também diretamente a grupos públicos que são acessados por meio de links e que servem para distribuir conteúdos políticos. Boa parte destes grupos estão relacionados ao atual presidente Jair Bolsonaro. “Vemos esses grupos como tabloides sensacionalistas, onde as pessoas querem espalhar uma mensagem para uma plateia e normalmente divulgam conteúdo mais polêmico e problemático”, criticou Supple.

Destacando que o WhatsApp não é favorável ao üso dos grupos como listas de transmissão” de informações, deu o recado: “Nossa visão é: não entre nesses grupos grandes, com gente que você não conhece: saia desses grupos e os denuncie. (…) O WhatsApp foi criado para abrigar conversas orgânicas, entre famílias e amigos.”

Leia também:  Além de corrupção na pandemia, Rodrigues é investigado por desvio na Saúde indígena

Por outro lado, o gerente do WhatsApp disse que o uso da plataformas para campanhas políticas “não viola” as regras do aplicativo, “desde que se respeitem todos os termos de uso [que vedam automação e envio massivo]. Todos estão sujeitos aos mesmos critérios, não importa se quem usa é um candidato à Presidência ou um camponês do interior da Índia.”

Assista a palestra abaixo:

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

4 comentários

  1. E o TSE, o que vai fazer, dona Carmen? Já não acha, a senhora, que muito tempo já passou sem que vocês, ministros eleitorais fizessem algo contra o que todo mundo sabe que aconteceu, ou seja que o criminoso boçalnaro e sua gangue de filhos e do psl fraudaram vergonhosamente a eleição prejudicando Haddad… e vocês do TSE ficam nessa moleza, nessa má vontade para exigir que justiça seja feita contra quem fraudou? E agora,gente da esquerda. vamos ficar calados? Não vamos entupir os blogs e quaisquer outros meios jornalísticos de protestos? Não vamos pra rua, pra frente do tribunal eleitoral, exigir ação…..com imediata marcação de nova eleição da qual Lula participe? Não vamos denunciar ao mundo todo, marcando entrevistas com grandes jornais, grandes redes de tevê, escandalizar de vez esses cafajestes fraudadores, gente do maldito moro, do maldito boçal, do maldito dalagnol, dos malditos golpistas……..e não vamos exigir que a Globo noticie isso ou botamos fogo naquela merda toda………????? Ou vamos esperar sentados republicanamente o que não acontecerá se não depender exclusivamente da nossa vergonha na cara?

  2. O Tribunal Eleitoral não pode procrastinar e deixar para declarar a Chapa Bolsonaro/Mourão cassada, depois de cumpridos mais de dois ou três anos do mandato, conseguido de maneira ILEGAL.
    HÁ QUE SE TER VERGONHA NA CARA e agir com a celeridade que a situação exige!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome