Fundador do El pais: internet é o fim da intermediação jornalística e política

 

 

Juan Luís Cebrián, fundador do El Pais,  jornal que superou a miopia dos diários brasileiros

 Internet vai mudar a política e o jornalismo, diz diretor do El País

 

“A internet representa o fim da intermediação. Desaparece o conceito 
de hierarquia, por exemplo, pois não há uma pessoa que manda e outras 
que obedecem, não está lá o Estado ou o padre para dizer o que é importante 
ou não. Há uma organização da sociedade em rede muito participativa, 
sem lideranças claras. No caso dos jornalistas, isso nos afeta. 
Os jornalistas são intermediários entre a realidade e os cidadãos. A partir da internet,
as próprias pessoas contam o que está acontecendo com elas, sem intermediários”
Fundador e primeiro diretor do jornal espanhol El País, o jornalista Juan Luís Cebrián está em Porto Alegre a convite do governador Tarso Genro. Neste domingo, durante um almoço com jornalistas, blogueiros e executivos da área da comunicação, Cebrián falou sobre como a internet promove mudanças no jornalismo e na política, um dos temas prioritários no rol de preocupações do governador gaúcho, que no mesmo domingo publicou um artigo sobre o assunto na Folha de São Paulo.

“As novas tecnologias vão mudar a forma de fazer jornalismo e política”, defende o jornalista espanhol, presidente do Grupo Prisa, que publica o El País. Executivos do grupo espanhol assinaram neste domingo um memorando de entendimento com o governo estadual para intercâmbios na área cultural, de jornalismo e radiodifusão.

Leia a íntegra, clique AQUI>>>

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador