Gaspari e Azevedo, do mesmo lado, em papeis complementares, por Antônio Machado

Do Viomundo

Antonio Machado: Doutor não enxerga veneno nas páginas do jornal que lhe paga salário

Não, doutor, não é a mesma coisa

O discreto ódio de Elio Gaspari

por Antonio Machado*

O discurso da direita é obtuso, sinuoso, embiocado. Ora mais, ora menos, mas inevitável e necessariamente. Afinal, de que outra forma defender uma injustiça, justificar o indefensável?

Em sua coluna de quarta-feira na Folha de S.Paulo, o jornalista Elio Gaspari resguarda os xingadores da presidente da República – a doutora Dilma, como ele a chama –, já tão repreendidos pela mídia independente. “Argumente-se que o grito foi típico da descortesia dos estádios”, pondera.

A intenção já se define pelo título: “O ódio ao PT e o ódio do PT” (http://naofo.de/g0r). Gaspari, experimentado, não endossa o coro dos desaforados.

Se os protege, é com cautela – e sem apologia, é claro. Põe-se de fora, pretensamente alheio ao ódio manifestado de parte a parte.

Cita comentários de internet e conclui: “Se a rede for usada como posto de observação, os dois ódios equivalem-se e pouco há a fazer”.

Alto lá! Não é o anonimato da rede que deve ser tomado como posto de observação, mas a própria imprensa, a própria Folha.

A imprensa e as declarações de gente pública como Paulinho da Força, Aécio Neves, na linha do “colheu o que plantou”, “mandou para onde tinha que mandar”.

À bem da verdade, o mal não seria propriamente o ódio, mas como ele se manifesta, de quem vem, a quem se dirige e por quê.

Ou o doutor, do alto de sua imparcialidade, acha que odiar o pobre que anda de avião – para usar um exemplo batido, que é também o dele – equivale a odiar o rico que se queixa do aeroporto que virou rodoviária?

Não digo que pertença à elite todo aquele que não gosta do PT. Há até ricos que gostam e outros que, não sendo, dele não gostam justamente por julgarem-no elitista. Mas o leitor da Folha sabe porque ela não gosta do PT.

Na quinta-feira, outra vez no estádio do Corinthians, o jornalista José Trajano, da ESPN, homem de 68 anos, se preparava para entrar ao vivo quando foi chamado de “petista filho da p*” e ameaçado de morte.

A exclamação veio de um torcedor de 30 anos, um e noventa de altura, que avançava sobre as grades que o apartavam da imprensa.

Parêntese. Coisa de um mês atrás, o amigo que presenciou e relatou a referida cena é quem foi a vítima. Repreendeu um desconhecido que atirava um folheto no chão e ouviu de volta: “Vai se f*, seu comunista! Comunista! Você é um petista, seu petista!” (http://bit.ly/TfCGil)

Voltando ao caso do Trajano, seria só uma ocorrência avulsa, embora corriqueira; um desvario como o daquele que hostilizou Joaquim Barbosa. Novo parêntese.

O mesmo sujeito que ultrajou Barbosa foi atacado pelo senador Aloysio Nunes no Congresso Nacional, num episódio que chamou bem menos atenção (http://bit.ly/1lTtyqc).

A’O Globo, o senador ainda avisou: “Só não dei um pescoção porque ele correu mais do que eu!” (http://naofo.de/g0v)

Pois seria só mais uma, não fosse a campanha de ódio contra Trajano promovida por Reinaldo Azevedo, blogueiro e colunista da mesma Folha – aliás, escalado pelo jornal para comentar as “palavras não muito gentis à presidente” – e levada às últimas por sua claque.

Desnecessário reproduzir os impropérios de Azevedo a Trajano, mencionado em nada menos que seis postagens do autor. Quem o conhece pode imaginar.

Não se sabe ao certo o que despertou a ira do blogueiro: se o fato de Trajano reprovar a grosseria contra Dilma, de “pagar pau aos esquerdistas” ou de dizer que Azevedo é semeador de ódio (http://bit.ly/1uMfu7q).

Pelo tamanho da reação, bastava ter se referido a Dilma como presidenta para merecer uma alusão injuriosa.

A verdade é que Gaspari está mais perto do que gostaria de Azevedo; ambos do mesmo lado, em papeis complementares.

Se o doutor ainda não sabe, já é tempo de saber, na origem, conteúdo e forma, o que difere o ódio antipetista da revolta contra a elite e contra quem a representa.

 * É jornalista

PS do Viomundo: A Folha é aquela que, em plena campanha eleitoral de 2010, publicou na capa uma ficha falsa da candidata Dilma e, em seguida, entrou em crise existencial por não descobrir se era verdadeira a falsidade; antes, foi o jornal que publicou na primeira página artigo de um psicanalista aeronauta acusando o governo Lula do homicídio de 200 pessoas num acidente aéreo cuja causa foi erro dos pilotos; deu espaço à tese de Lula estuprador na cadeia; espalhou o pânico com uma falsa epidemia de febre amarela e, mais tarde, dizimou milhares que ainda vivem com a gripe suína; depois de tudo isso, adotou a tese de que os blogueiros “espalham ódio”. É pra rir, né?

 

25 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

DEMorou

- 2014-06-23 12:45:33

A extrema esquerda é tal qual

A extrema esquerda é tal qual

Caetano.

- 2014-06-23 12:05:09

São comentários

São comentários enriquecedores como o seu que me fazem frequentar o blog do Nassif. Admiro pessoas desprendidas, que não titubeiam em gastar seu tempo com o nobre objetivo de difundir seu conhecimento científico e sociológico.

DEMorou

- 2014-06-23 11:35:05

Não é uma boa o petismo se

Não é uma boa o petismo se meter com ele, pois tem todos os arquivos do Golbery.

DEMorou

- 2014-06-23 11:27:17

Nem começou. O petismo caiu

Nem começou. O petismo caiu no truque de fazer espetáculo grandioso e luxuosérrimo só para elite branca. AGUARDEM!!!!

DEMorou

- 2014-06-23 10:10:04

E pelo visto nem você

E pelo visto nem você

Caetano.

- 2014-06-23 03:08:59

Parem com isso. Não existe

Parem com isso. Não existe ódio aos petistas. O que pode haver, como reação, é desapreço ao petismo...

joselacerda

- 2014-06-23 02:27:23

Udenismo digital

Há um fenômeno recorrente na política brasileira: o udenismo. Em 2014, ele é digital. Aproveitando-se do moralismo ainda muito presente em boa parte da população, especialmente em certa classe média, o udenismo se vale de pessoas inteligentes e influentes para difundir suas, digamos, mensagens apocalípticas.

Moralista ingênuo
Acredita que somos comandados por corruptos - especialmente presentes no governo atual. Informa-se principalmente pelo noticiário da TV, pela rádio CBN, pelo que recebe em seu Facebook e pelas manchetes dos grandes jornais impressos. Exulta quando escuta algo que lhe dê a chance de indignar-se e pronunciar "só no Brasil mesmo!".

Moralista profissional
É o que ganha dinheiro para expressar o próprio moralismo - ou para fingi-lo. Sua técnica é simples: recolhe a indignação presente no moralismo ingênuo das pessoas e o expressa em textos, postagens de blogs ou no Twitter ou no Facebook, em podcasts, em comentários na TV e no rádio, em artigos impressos. E o faz com muita competência, fazendo com que aquelas milhares de pessoas moralistas ingênuas se identifiquem com suas palavras, transformando-o, não raras vezes, em um herói - no extremo, em mártir.

Sua missão pode ser dita numa frase: satanizar a política. E noutra: ganhar dinheiro com o moralismo.

O moralista profissional tem muitas faces. Eis algumas:

.: Moralista jurista: Sr. Joaquim Benedito Barbosa. Às vezes apelidado de Batman.

.: Moralista jornalista letrado papista: Sr. José Reinaldo Azevedo e Silva. Carrega o epíteto de rola-bosta.

.: Moralista mau humorado: Sr. João Luiz Woerdenbag Filho, também conhecido como Lobão.

.: Moralista "a voz do patrão": dois se destacam - o Sr. Arnaldo Jabor e o Sr. Merval Pereira.

.: Moralista "escrevo qualquer merda": Sr. Diogo Briso Mainardi.

.: Moralista gênio paranoico: Sr. Olavo de Carvalho.

.: Moralista humorista: há muitos. Destacam-se o Sr. Marcelo Garmatter Barreto, conhecido como Marcelo Madureira, e o Sr. Danilo Gentili Júnior.

Não exija de um moralista argumentos, digamos, técnicos. Nem faça muitas perguntas à moda de Sócrates. Ele se sentirá perseguido. Chamar para um debate: ficou doido?

Sabe como combatê-lo? Combata o moralismo. Jamais pessoalize.

Maria Carvalho

- 2014-06-23 01:25:13

Palavriado conveniente.

Um se utiliza da fala para a "classe mais culta" e o outro para a "classe mérdia"!

Fabio Passos

- 2014-06-23 01:13:18

Apenas mais uma prova da decadência ética-intelectual da fsp.

O jornal do frias já está mergulhado no esgoto... ao lado da veja.

O PiG está inconformado com o sucesso do Brasil... e desesperado diante da iminente derrota eleitoral.

lenita

- 2014-06-23 00:25:03

E os "dipromas" do dr. Serra,

E os "dipromas" do dr. Serra, vc já os viu? O Serra é aquele presidente do "Covil dos Comunistas" e que depois foi "morar" nos Estados Unidos, o país mais anticomunista do mundo. Qual foi o Milagre ?

Me mostre o "santo" , por favor

 

Daniel Krein

- 2014-06-23 00:14:23

Por este ato, sim

Quanto ao resto, estou de acordo que ele é péssimo elemento.

Calvin

- 2014-06-22 23:57:50

Paredão pro Gaspari?

A lista do PT vai aumentando...

jorge paula

- 2014-06-22 23:36:27

No quesito de fomentar o odio

No quesito de fomentar o odio na rede o Gaspari nao esta a altura do Azevedo,pode ate andar perto dele,mas nessa materia o Reinaldo nada de braçadas,destila odio e todas as suas ramificaçoes possiveis,  tem emprego garantido por muitos seculos neste mundo e no outro.

Ricardo Cesar

- 2014-06-22 23:35:16

O gaspari era melhorzinho qdo

O gaspari era melhorzinho qdo estava no estadinho, não destilava tanto ódio. Agora na faia é só fel!

Ricardo Cesar

- 2014-06-22 23:32:58

Parabéns então ao reinaldo!

Parabéns então ao reinaldo!

Daniel Krein

- 2014-06-22 23:02:34

doutora Dilma

O Gaspari chama a presdenta de doutora dilma? Está desatualizado. Ela fraudou o próprio currículo Lattes dizendo que é doutora pela Unicamp. O Reinaldo Azevedo dedou a fraude e o currpiculo foi corrigido, mas o Gaspari não deve ter visto a correção.

Antonio Carlos Silva - RJ

- 2014-06-22 22:10:58

Mais um cara de pau se "surpreende com o sucesso" da Copa

Faustão muda opinião sobre Copa: "está dando certo"

:

Depois de fazer, no início do mês, um discurso duro contra a Copa, sugerindo que tudo daria errado e após criticar a abertura do Mundial, o apresentador do principal programa de auditório do país, na Globo, Fausto Silva, mudou o tom das suas declarações neste domingo (22); "Surpreendentemente, a Copa está dando muito certo. E o que está dando problema é tudo culpa da Fifa. E eles não assumem e colocam a culpa no governo brasileiro. Veja agora o problema da alimentação em Recife, isso é problema da Fifa", disse

22 de Junho de 2014 às 18:36

 

247 - Depois de fazer, no início do mês, um discurso duro contra a Copa, sugerindo que tudo daria errado, que os estádios teriam problemas e que os aeroportos não estariam aptos para receber os turistas e após criticar a abertura do Mundial, o apresentador Fausto Silva, do principal programa de auditório do país, na Globo, mudou o tom das suas declarações neste domingo (22).

Foi durante uma entrevista com o ex-jogador de basquete, Oscar Schmidt. Ele até chegou a defender o governo federal das acusações da Fifa, de pequenos problemas.

Segundo Faustão, "surpreendentemente", a Copa está dando muito certo. "E o que está dando problema é tudo culpa da Fifa. E eles não assumem e colocam a culpa no governo brasileiro. Veja agora o problema da alimentação em Recife, isso é problema da Fifa. a Fifa que assuma as suas responsabilidades. E o governo as dele. Cada um do seu lado", disse.

sergio m pinto

- 2014-06-22 21:57:21

Seria cômico, se não fosse

Seria cômico, se não fosse trágico, como já se disse inúmeras vezes.

josé adailton

- 2014-06-22 21:53:18

Uma coisa é uma coisa...

Os simpatizantes do governo , de qualquer governo, de qualquer ideologia, ficam frustados quando os aplausos do circo não são extensivos aos  governantes de plantão.Mas que fique bem claro que os xingamentos a um presidente legitimamente eleito pelo povo é um ato de  selvageria cultural das massas.

MAAR

- 2014-06-22 21:49:40

PRÉ- HISTÓRIA DA HUMANIDADE

Apenas um detalhe básico acerca de todo este embróglio emblemático: respeito mútuo é dever de todos e é direito assegurado pela legislação em vigor, além de ser princípio elementar garantido pela Constituição Federal. Todavia, bola pra frente, pois cultura é algo que se constrói a cada dia. E situações do tipo mencionado no artigo em apreço fazem lembrar a máxima do odiado e adorado filósofo alemão, Karl Marx: "Estamos na pré-história da humanidade".

Rui Daher

- 2014-06-22 21:41:11

Zum-zum, tá faltando um

Melhor, vários. Vivo repetindo que lá só sobrou um, Jânio de Freitas ...

sergio luis brito

- 2014-06-22 21:19:37

A mídia nativa está

A mídia nativa está desmoralizada depois do sucesso da Copa.

Maria Fulô

- 2014-06-22 21:11:48

A única diferença entre

A única diferença entre Gaspari e Azevedo é a forma como ambos manejam o léxico e a sintaxe. Enquanto Azevedo é mais toco e direto, usando palavras simples e construídas a partir da estrutura padrão da nossa língua, Gaspari malandramente, usa palavras mais sofisticadas e dúbias e alonga o máximo possível as concordâncias; uma forma de, inclusive, criar certas ambiguidades que possam protege-lo em relação ao pleno entendimento do que de fato quer transmitir. Noves fora, o redutor mínimo do discurso de ambos é exatamente o mesmo; ódio ao PT e aos petistas. Minha conclusão é que Reinaldo Azevedo é mais honesto pois não se envergonha de mostrar claramente a sua imensa estupidez. 

Hamilton

- 2014-06-22 21:08:25

Esse Reinaldo tem coragem de agredir alguém pessoalmente?

Cruzei com ele no Shopping  Higienópolis. Uma cara de inofensivo.

Ruy P F Neto

- 2014-06-22 20:45:59

A extrema direita é doentia...

 A extrema direita é doentia. Tem um tipo de monomania subentrante reciprocante, uma espécie de curto-circuito cerebral na área marronzenta do cérebro. Costumam (seus membros) nascer com dois neurônios: Um pra comer outro pra cagar. O cagar pode ser trocado por falar besteiras.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador