O amigo de Gilmar Mendes

Márcio Chaer, do Consultor Jurídico, é conhecido. Sobre sua biografia, nada precisa ser acrescentado. Basta conferir seus escritos.

Hoje ele me ataca no Conjur. Seu artigo é uma preciosidade para conferir como é o sistema de manipulação de informações adotado pelo esquema Dantas.

O artigo dele pode ser lido aqui .

Todos os documentos que menciono neste post podem ser lidos aqui.

Quem é Chaer

Antes de entrar no artigo, vamos a alguns dados sobre Chaer. Além de amigo pessoal e defensor intransigente do presidente do Supremo Tribunal Federa (STF), Gilmar Mendes, Chaer é suspeito de integrar o esquema Dantas na imprensa. Coube ao Conjur ser o veículo da entrevista com a tal tradutora italiana – factóide montado por Daniel Dantas para comprometer a investigação do Ministério Público contra ele.

O caso é relatado em um dois capítulos da série “O caso de Veja” (clique aqui).

Em 2003 ele apresentou a Humberto Braz (o lobista de Dantas que foi preso por suborno) proposta para atuar como lobista da empresa, valendo-se da penetração que tinha junto ao mundo jurídico.

Dizia a proposta:

“Apoiar o trabalho de comunicação da Brasil Telecom, em especial nas situações críticas que envolvam a imprensa e nas pendências judiciais.

Acompanhar os contenciosos e litígios de forma a trabalhar as informações de interesse da imprensa e que possam influenciar não só o entendimento da Justiça como também desestimular ajuizamento de ações contra a Companhia”.

Provavelmente a montagem da entrevista com a tradutora (que recebeu 50 mil dólares por ela) estava dentro do espírito do contrato.

As acusações

Vamos à parte que me toca:

1.    “Nassif publicara, com sua assinatura, ao menos um texto escrito por Demarco. O material, uma peça de artilharia contra Daniel Dantas, fora remetido a diversos jornalistas, mas só a coluna de Nassif na Folha o publicou. Sem esclarecer que era um relise (sic)”.

A escandalização do nada. Recebi uma dica, fui atrás dela, confirmei. Na hora de fechar, como havia uma relação grande de nomes, copiei a lista. À falta de assunto, o episódio tem sido reiteradamente utilizado pelo esquema Dantas.

Leia também:  “Folha” manipula foto para fingir que bolivianos apoiam o golpe na Bolívia

2.    “Outra notícia — confirmada pelo próprio diretor do jornal, Otavio Frias Filho — indicou que Nassif negociava o seu espaço editorial na Folha, mas quem ficava com a verba era a empresa Dinheiro Vivo, de propriedade do jornalista. O exemplo dado envolveu o então secretário de segurança Saulo de Castro”.

Otávio Frias Filho já negou ter afirmado qualquer coisa nesse sentido. Mas vamos a uma lição de como utilizar informações de forma maliciosa. Eu pagava pelos espaços na Folha para os anúncios dos Seminários do Projeto Brasil. Poderia ter feito uma permuta, como tantas que a Folha faz com eventos. Mas paguei e o  pagamento era descontado diretamente do meu salário. Aliás, ia quase o salário inteiro nessa compra de espaço.

Nas propostas comerciais de patrocínio dos seminários, constava a possibilidade da empresa colocar seu logotipo no anúncio do Seminário que seria publicado na Folha.Ou seja, em um anúncio público, que poderia ser fiscalizado por todos os leitores e pela direção da Folha.

Ele converte uma operação transparente em “venda de meu espaço na Folha”.

3.    Volta ao factóide de que recebi um financiamento de R$ 4 milhões do BNDES e que parte foi perdoada. Já esclareci várias vezes que o financiamento foi tomado nos anos 90, o valor era muito inferior, foi renegociado há dois anos sem que tivesse havido uma concessão sequer. Se Chaer acha que houve irregularidade, uma concessão mínima que seja, é simples: como o acordo foi público, basta fazer uma denúncia ao Ministério Público.

Vamos, agora,  a uma relação das matérias que, segundo o impoluto Chaer, eu teria vendido:

1.    Segundo ele, o Ministério de Ciência e Tecnologia patrocinou um seminário do Projeto Brasil. O seminário foi em 30 de agosto de 2006. O patrocínio foi de R$ 15 mil. Em troca eu teria escrito seis meses antes um “panegírico do Ministério de Ciência e Tecnologia”. Como é um jornalista minucioso, coloca um link para o “panegírico”.

Leia também:  Senadores querem acelerar processo para autorizar prisão em segunda instância

Confira o artigo clicando aqui.

É sobre… TV Digital. No artigo digo que, além do Ministério das Comunicações, precisam participar da decisão o Ministério da Cultura, o do Desenvolvimento e o de Ciência e Tecnologia. Só.

2.    O escândalo seguinte é dizer que “em duas datas de 2004 (30 de março e 15 de junho), Nassif, na Folha, destacou a importância do Inmetro com entusiasmo especial. O colunista sugeriu ao governo expandir o papel do Instituto para o campo da pesquisa, de forma a transformá-lo no “Nist brasileiro”, em referência ao National Institute of Standards and Technology dos Estados Unidos. O colunista se mostra aflito com a possibilidade de o governo criar um órgão que diminua os poderes do Inmetro e chega ao delírio dizendo que o órgão público é “uma das principais armas competitivas de que dispõe o país”.

O que dizer de tamanha ignorância? Certamente Chaer nunca ouviu falar de NIST, normatização, INMETRO, da competitividade tecnológica. Em um terreno em que Humberto Braz oferecia US$ 500 mil para um delegado implicar um adversário de Dantas no inquérito, ser acusado de “lobista” do INMETRO é um elogio. Espero que me acuse também de ser lobista da Fundação Nacional de Qualidade, do Movimento Brasil Competitivo e do Bolsa Família, dos aposentados do INSS.

3.    Outro “escândalo” é um patrocínio do Ministério das Cidades para um seminário sobre Saneamento. Chaer não coloca links para matérias que escrevi na época sobre o tema. Se colocasse, seu leitor poderia conferir uma crítica ampla às propostas do Ministério (clique aqui para ler a íntegra):

“A radicalização chegou até o Ministério das Cidades, que apresentou um projeto de lei para saneamento que tira completamente o poder das estaduais e o remete para consórcios de municípios -que nem sequer existem-, sem definir formas de atuação e de indenização dos ativos das estaduais e tudo o mais. Corre-se o risco de desmontar um modelo que pode ser aprimorado e não colocar nenhum no lugar”.

Cadê a entrega do produto combinado? Chaer incluiu o link e depois o retirou.

Lição de (i)moral

Chaer termina o artigo com uma lição de moral clássica:

Leia também:  A masturbação midiática sobre a não ida de Bolsonaro ao Rio no dia da morte de Marielle, por Luis Nassif

Jornalistas não precisam ser imparciais. Mas convém que sejam “honestos. É impossível proibir a troca de favores ou a lealdade a fontes. O dinheiro não é um corpo estranho na relação entre empresas governos e jornais, blogs e revistas — a partir do momento em que os veículos de comunicação o recebem de personagens das notícias pelas portas do departamento comercial. O desejável é que não se misture publicidade com informação jornalística”.

É o mesmo Chaer que, na proposta encaminhada a Humberto Braz, escreve o seguinte:

(…) “Em situações de conflito em que a temperatura do atrito se eleva muito acima da média não é recomendável que a assessoria de imprensa regular seja a interlocutora. O raciocínio é simples: o desgaste desse tipo de colisão, normalmente, compromete a relação futura. É aí que entra a equipe especializada em situações críticas”.

Por Gustavo

Olá Nassif, você respondeu, como sempre faz, com muita propriedade à acusações absurdas. Admiro seu trabalho, porém acompanho seu blog a pouco tempo então se já comentou minha dúvida, por favor, apenas me direcione o link até a resposta.

Você responde a todas as acusações do artigo, menos aos pontos sobre sua relação com Demarco, gostaria que fosse comentada. Não procuro, com isso te acusar, nem atesto que acredito no que Chaer escreveu, apenas gostaria de saber o que você diz sobre essas acusações. Obrigado

Comentário

1. Não tenho e nunca tive nenhuma relação comercial, financeira ou de qualquer tipo com Demarco.

2. Não frequento sua casa, nem ele a minha. Portanto, não somos amigos.

3. Respeito sua luta contra esse esquema barra-pesada e o considero um cidadão honrado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

62 comentários

  1. Esse tal Chaer não tem nem
    Esse tal Chaer não tem nem mesmo noção de grandeza. Em esquemas onde a unidade de trabalho é o milhão, ele sai a contar suspeitas de 10 mil.
    É tudo o que ele tem? Coitado desse rapaz.

  2. Nassif, se entendi bem, você
    Nassif, se entendi bem, você comprava o espaço na folha e negociava. O risco de vender ou não o espaço era seu. É isso? Parece que você conseguia vender e isso o jornal (Frias) começou a se incomodar. É isso?
    Se sim, foi um simples choque de interesse. Previsível, até.

    Não era uma compra de espaços aleatória. Era um contrato para divulgar os anúncios dos Seminários do Projeto Brasil. Especificamente para isso.

  3. Parceiro,

    Outro dia me
    Parceiro,

    Outro dia me perguntaram por que eu colaborava com o seu blog

    Eu respondi que foi a maneira que eu encontrei de apoiar um homem correto.

    Diante das acusações do senhor Chaer, vindas de quem vem, tive a certeza de que eu estava fazendo a coisa certa.

    E, note bem, meu amigo, eu não sou o único.

    Independentemente das suas qualidades e defeitos, muitos lhe apoiam pelo fato de você ter assumido, ao longo dos últimos anos, posições corretas e honestas, em um meio onde raramente isto é feito.

    Enfim, é disto que se trata: da posição de cada um diante da vida e dos fatos. Não se trata, simplesmente, do bem e do mal. Se trata do país que queremos para os nossos filhos e netos.

    Eu aprendi desde menino, com o meu velho pai, que um homem tem posição. Não importa que seja a que vença ou a que perca. Importa é que seja aquela que ele acredite.

    Nessa contenda, eu não tenho nenhuma dúvida de qual é a minha posição: é a de apoio a você, Nassif.

    Simplesmente, porque acho que ela é a correta.

    Boa sorte, e como dizia um velho e corajoso jornalista, vida que segue!

  4. Pare de se defender, Nassif.
    Pare de se defender, Nassif. Não dê ouvidos a eles e resolva tudo na justiça, se tiver espoleta e disposição para isso. Tome o Franklin como exemplo: deixe-os falando sozinhos. Todas as pessoas com um senso moral minimamente são sabem ou intuem que está falando a verdade. Deixe que elas tirem as suas conclusões por si mesmas. Respondendo você apenas perde o tempo precioso que poderia ser gasto com mais reportagens investigativas e com o seu equilíbrio peculiar no tratamento dos assuntos do momento. Deixe esses tolos para lá.

  5. Senhores,
    Não nos iludamos
    Senhores,
    Não nos iludamos sobre o que está acontecendo. São as dores de um parto. O blog do Luis Nassif cresce a cada ano e influencia. De blogdonassif passa agora à luisnassif on-line. Começa ter links patrocinados. Senhores, nasce uma nova empresa de comunicações. E nasce na nova mídia. Pode cortar caminho e atropelar esses tradicionais. Frias, Civitas, Marinhos e Mesquitas não estão gostando nada disso. Não dá para comparar a iniciativa empreendedora de LN com a comodidade de está abrigado em uma grande empresa de comunicações tradicional, como o Noblat no Globo, o Frenando Rodrigues na Folha, os blogueiros do Estadão ou o “talentoso Ripley” na Veja. Todos eles precisam preservar os seus empregos e não podem contrariar as expectativas dos seus patrões. Não estou dizendo que estes articulistas estão no seu dia a dia submetidos aos caprichos dos patrões. Mas quando o embróglio é grande, quando envolve interesse comercial direto ou indireto, do patrão ou dos seus parceiros, aí o bicho pega. Por isso, neste natal vamos saudar o nascimento de uma nova empresa de comunicação a dividir a formação de opiniões com os “donos do poder”, até então. Ainda é pequeno, comparativamente, o número dos que colhem, também aqui, as informações para formar sua opinião, mas nenhum formador de opinião pode ou deixa de fazê-lo, mais, hoje. É um começo e tanto! Nesta trajetória, a briga mau começou.

    Parabéns Luis Nassif, por está conseguindo abrir uma cunha neste tecido impremeável.

  6. Cumequié?

    Então o Nassif
    Cumequié?

    Então o Nassif substituiu o PHA no IG?

    Engraçado… pensei que tinha acessado o Nassif no ig muito antes do PHA ser obrigado a sair de lá.

    E se o Nassif substituiu o PHA, por que o blog do PHA faz referencias ao Nassif? Não deveriam estar brigados?

    Caramba! Não entendo mais nada.

  7. Nassif,

    Parece que o os
    Nassif,

    Parece que o os amigos do Gilmar Dantas estão cada vez mais desesperados, nervosos… Vão acabar ficando aleijados de
    tanto tiro que dão no próprio pé.

    A imagem que me vem é a de estarem em um pântano: quanto mais se movimentam, mais afundam.

    Cabe mais um na Kombi? Contem comigo, embora eles digam que sou um mero “anônimo”.

  8. Luis, sinceramente, já
    Luis, sinceramente, já acreditava em você. Li o artigo do Chaer, a forma de ataque e suas respostas, que conhecia em parte.
    Tenho 57 anos – aos 17/18 lia a Tribuna, Pasquim e outros não marrons. Da Isto é(no início mensal), comprei o nº 0(ou 1 não me lembro) qdo morava em Uberlândia em 76, depois virou semanal e assinei até a saída do Mino. O calhorda fala em minokartismo e a turma dos benzistas – Mino, você, PHA,…” Protógenes Queiroz; o juiz Fausto De Sanctis; pessoas afastadas dos seus ofícios, como o ex-delegado Paulo Lacerda, o ex-juiz Walter Maierovitch e o ex-advogado Dalmo Dallari e um magote de fundamentalistas perdidos pela Internet.”
    Há um ditado: dize-me com quem andas…
    Me sinto confortável por estar do seu lado e da turma dos benzistas.
    Feliz Natal.

  9. Nassif,

    esse artigo do Chaer
    Nassif,

    esse artigo do Chaer não traz nenhuma novidade, aquele lá do chapéu já vem com estas calúnias há tempos. Eles devem ter ido jantar depois do Roda Viva e resolveram se juntar para te atacar, porque estão desesperados, não sabem mais o quê fazer para defender o Dantas e o Gilmar. Estão mais perdidos que cusco em tiroteio.

  10. Nassif, sua resposta no ponto
    Nassif, sua resposta no ponto 1 ficou meio obscura. Não consegui entender direito. Você apenas ‘copiou e colou’ uma lista de nomes que havia em algum documentos ou texto do Demarco?

    Era um email sobre a tentativa de Dantas de vender a Telemig Celular para a Portugal Telecom. Mencionava nomes que tinham participado de uma reunião. Copiei os nomes, depois de confirmar o encontro com um executivo da própria Portual Telecom.

  11. Raciocínio torto e indigente.
    Raciocínio torto e indigente. Se quem critica Daniel Dantas está a serviço das telefônicas, o que dizer de quem dá dois habeas corpus em 48 horas, após a comprovação de corrupção ativa? O que dizer de quem participa da tentativa de anulação do processo contra Dantas publicando uma entrevista fake? Se aplicarmnos a similaridade ele entregou-se totalmente.

  12. Nassif:
    Nunca li um texto tão
    Nassif:
    Nunca li um texto tão hipócrita, tão rasteiro, tão sem forma, tão sem tudo!
    O cara ainda quer nos fazer crer que hipócritas somos nós!
    Ainda cabe alguém na kombi? Esperem por mim!
    Falta eu e metade do Brasil!

  13. Esse Chaer, com toda a
    Esse Chaer, com toda a certeza, recebeu o script pronto.

    Ele repete exatamente o que a Janaína Leite postava, junto com o chapéu. Sem tirar nem por.

  14. Pelo que sei o Paulo Henrique
    Pelo que sei o Paulo Henrique Amorim nunca escondeu de ninguem que é amigo do Demarco; pelo que sei tb o Demarco ganhou na justiça inglesa processos contra Daniel Dantas de forma que a justiça inglesa condena de forma veemente o banqueiro;
    Pelo que conheço o três ex citados Paulo Lacerda, Maierovitch e Dallari são pessoas de grande reputação e que já prestaram grandes serviços ao país e que estar ao lado deles é motivo de orgulho;
    Quem já leu o Dossie Veja já sabe das ligações umbilicais de Chaer com Daniel Dantas e vê neste texto mais um ataque a mando do banqueiro.
    Cheira a desespero. É só lembrar do ombudsman da TV Cultura acerca de sua participação no programa Roda Viva.
    Marcio Chaer age em defesa de Gilmar Mendes, Daniel Dantas de forma explícita.

  15. Não me espantaria nada se o
    Não me espantaria nada se o “Nelson Rodrigues” que comenta o infame texto de Chaer fosse o Talentoso Ripley e seu chapéu falante. Ou mesmo o Diogo Mainardi, que não deve ter o que fazer nesta antevéspera de Natal.

  16. Esse Chaer é ridículo,
    Esse Chaer é ridículo, Nassif. Ele faz inúmeros malabarismos retóricos de baixo nível para entender atingí-lo e não consegue. Ele é muito fraco, coitado.

  17. Logo que li o texto do Márcio
    Logo que li o texto do Márcio Chaer me veio à mente a figura de Diogo Mainardi.
    Depois, ficam dizendo que a Polícia Federal pede a prisão de jornalista injustamente.
    Os caras ficam num ativismo escancarado e dando uma tremenda “bandeira” e a culpa é da PF?

  18. Nassif,

    Desculpe se estou
    Nassif,

    Desculpe se estou sendo indiscreto, mas se não me engano, em um artigo ou comentário, você falou que era amido do Chaer.
    Procede? Se procede, ele dispensou sua amizade por conta dos “novos amigos”?

    Não chegávamos a ser amigos. Ele teve uns laivos de lealdade, em passado muito remoto. Depois, enveredou por um caminho sem volta.

  19. Ave, Nassif, como vc é
    Ave, Nassif, como vc é baratinho! Assim os milhares de leitores que te acompanham a, sei lá, 20 anos? serão obrigados a por fé na opinião de gente que se dá mais valor…rs….

    Ver essa turma desesperada desse jeito e vibrar com isso é até meio constrangedor nessa época do ano…

    Mas não faz mal… Estou achando o máximo vê-los rebolar…

    Adivinha em quem a gente tem muuuuuuuuuito mais motivos para acreditar? Bobões…

  20. Nassif,

    Acompanho seu blog a
    Nassif,

    Acompanho seu blog a tempos e os ataques são sempre os mesmos.

    Por isso, uma sugestão; crie um espaço chamado “Ataques ao Nassif” e coloque neste espaço os ataques e as respostas.

    Pelo menos você não vai ter de ficar perdendo tempo respondendo as mesmas calunias.

  21. quando um animal fica acuado
    quando um animal fica acuado é o momento em que será mais agressivo. Mas também é o momento em que está prestes a ser pego.

  22. Márcio Chaer deveria estar
    Márcio Chaer deveria estar preso ou internado em um hospício. Pelo jeito ele acredita em Papai Noel, em Saci, em Mula sem cabeça, etc., etc., etc..

  23. Nassif,

    Além de defender
    Nassif,

    Além de defender Dantas, Chaer e sua empresas, a Original 123, assessoram outras pessoas com reputações nada ilibadas. Por exemplo, já foi (ou ainda é) assessor de imprensa de:

    1) Edemar Cid Ferreira, ex-dono do Banco Santos, condenado por crimes contra o sistema financeiro e lavagem de dinheiro (link que comprova o serviço)
    http://www.estadao.com.br/economia/not_eco81071,0.htm

    2) Lap Wai Chan, envolvido em fraude na compra da VarigLog, e autor da seguinte frase, que diz muito sobre a sua personalidade: “bem-vindo ao tempo real do mundo dos mercados emergentes, onde a esperteza e a rapidez de raciocínio atropelam as leis e regras na definição dos acordos”.
    http://www.jornaldeturismo.com.br/edicao-impressa/5-editorial/15783-pfempvaoapurarfraudenacompradavariglog.html

  24. Caro Nassif,

    Já dizia um
    Caro Nassif,

    Já dizia um velho matuto: a maior herança que deixo aos meus rebentos, além de bons dentes e educação, é o meu nome, limpo e honrado.

    Mande um chá de erva-cidreira para Márcio Chaer, o altruísta.

    Um grande abraço!

  25. Nassif,

    Despedindo-me para
    Nassif,

    Despedindo-me para viajar fica a solidariedade. Continue deixando o esgoto no esgoto.
    Um beijão para a Renata e as meninas e um abraço sóbrio a você.
    Felizes festas.

    Chaer, RA, CH, Claudio Marques… tudo a ver.

  26. Nassif, feliz natal! Quanto
    Nassif, feliz natal! Quanto aos palhaços e as acusações de sempre, trate de criar um FAQ neste site, com respostas e documentos respondendo a cada um dos ataques – é uma perda de tempo ficar se defendendo toda vez que algum idiota resolve aparecer…

    A batalha deles já esta perdida; todos sabem o resultado inevitável, mas eles (desesperados) não enxergam isso.

    Grande abraço,
    Fabio Bittar.

  27. Esses ataques só mostram que
    Esses ataques só mostram que o Blog está incomodando muito, atrapalhando os jogos da defesa do Dantas e do Mendes, como a propaganda prevista no penúltimo Roda Viva. Acho, Nassif, que você deveria se cuidar, porque esses caras sao perigosos.

  28. Mesmo que eu desse crédito às
    Mesmo que eu desse crédito às acusações do Chaer, tem uma coisa que não bate. Se o governo mandou o BNDES facilitar para você, esperando algo em troca, deveria ter muito mais apoio seu ao governo do que na realidade há. Esperaria que você defendesse o governo, como o Chaer e o RA defendem o Gilmar Mendes, por exemplo. Será que eles insinuam que você só não fala em petralhas ou lullo-petismo por que recebeu benefícios do governo? Para mim, tudo leva a crer que é porque você prefere fazer críticas mais adultas

  29. Grande presente de fim-de-ano
    Grande presente de fim-de-ano você ganhou, Nassif.

    Ser atacado publica e virulentamente por um homem da estatura moral do Márcio Chaer engrandece a biografia de qualquer brasileiro. Nem precisava ter-se dado ao trabalho de responder.

    Feliz Natal para você, a Ruiva, meninonas e menininhas.

  30. bom… “perdi” algumas horas
    bom… “perdi” algumas horas de namoro pra poder ler, em plena antevéspera de Natal, o ataque do Mal contra os do Bem. For Christ sake. Pode ser que eu seja muito ingênuo, mas o nível DELES é muito baixo. Acusações fracas, fracas… ademais, quando o próprio “atacante” do ConJur alinhava a escalação das equipas, fica fácil de saber para qual lado pender, se for o caso.
    Entre GM e Walter Faganiello Maierovitch, em quem acreditar? GM e Dallari? Chapeu Falante e Nassif? Diogro e PHA? Veja ou Carta Capital? Coluna dois, da primeira à última linha, sem pestanejar.
    E os “comentaristas” deles? Bah…

    Mais um ataque que só reforça o lado de cá…

    Nassif, ótimo Natal pra ti, pra Ruiva, pras meninas e toda a sua família, muita saúde e paz.
    Força!

  31. gostaria que vc esclarecesse
    gostaria que vc esclarecesse sua relacao com o Demarco.
    Isso valorizaria ainda mais seu trabalho aqui no blog

    Esclarecesse o quê? Não tenho nem nunca tive nenhuma relação profissional com o Demarco. Não tenho relacionamento pessoal com ele, não frequento sua casa, nem ele a minha. E o considero um cara idôneo.

  32. Concordo com Aline: Em vez de
    Concordo com Aline: Em vez de responder o artigo do Demarco, escrito em próprio punho, no Observatório, o publicitário-jornalista vem com as mesmices de sempre.

    Agora, eu não sei quase nada sobre o Demarco. Que eu sei (que não é muito), depois de ganhar a disputa com DD, ele foi montar uma empresa que monta sites do chamado e-commercio.

    Mais resta o fato do que ele veio ao público com denuncias graves e aparentemente bem fundamentadas, até agora não rebatidas, contra o ConJur. Comprovadas, acabavam com o bom nome do veículo. (Para mim, acabaram. Os conflitos de interesse são gritantes.)

    Portanto, eu acho essa resposta tardia na forma de um argumento “tu quoque” (“Eu, alugado? Você que é!”) muito estranho.

    Chaer está com a palavra para negar que ele não faz cobertura jornalistica de pessoas que ele representa como publicitário, pessoas que inclusive tem ligações com Opportunity e a velha turma de BrT. Até agora, não negou o fato.

    O ombudsman da TV Cultura sobre as intervenções desse senhor durante Roda Viva:

    (aspas) Márcio Chaer, do site Consultor Jurídico, além de encarnar um velho problema do Roda Viva – o dos entrevistadores que desenvolvem teses, em vez de perguntar – deixou claro, com sua participação, de que queria mais usar a bancada do Roda Viva para mandar recados e insinuações relacionadas à guerra de blogs políticos em que está mergulhado do que para entrevistar o presidente do STF a respeito de questões que mobilizam a opinião pública. Chegou a sugerir ao ministro o enquadramento de colegas de profissão que não identificou por “formação de quadrilha”.

    Reinaldo Azevedo e Márcio Chaer, na tentativa de instrumentalizar o programa diante de um tema tão delicado e de um personagem tão controvertido, conspiraram contra a qualidade e o equilíbrio jornalístico desta edição do Roda Viva, o que sugere uma cuidadosa reflexão da direção do programa sobre os critérios de seleção dos entrevistadores. (fecha aspas)

    Enquadramento de colegas de qual profissão? Jornalismo? Ou relações públicas?

  33. Nassif,

    Leio seu blog pelo
    Nassif,

    Leio seu blog pelo menos duas vezes ao dia. Essa escória vir com esse tipo de ataque em plena época de festas não deve ser nem um pouco fácil para você e sua família.
    Acho ótimo que você tenha respondido de pronto os ataques do pulha. Quem tem caráter pode fazer esse tipo de coisa sem maiores problemas, diferentemente da “concorrência” que o cerca (Mainardi, Chaer, Azevedo e congêneres)!
    Apenas achei que a parte do INMETRO poderia ser melhor respondida. Diferentemente dos outros órgão citados, você não diz para que foram recebidos os R$ 15mil mencionados pelo pulha (patrocínio de seminário também, serviços de consultoria, etc). Para não dar qualquer margem adicional a eles seria bom acrescentar essa informação.
    Bem, é isso! Força nesse final de ano cara, e continue o ótimo trabalho o ano que vem!

    Abraço,

    Patrocínio para um belíssimo Seminário sobre inovação, com anúncios publicados na Folha onde estava explítico o apoio do Inmetro. Como, aliás, acontece com todos os seminários.

    Gabriel

    ps: Nem precisa publicar esse comentário se achar melhor.

  34. Sobre a lista, é usual
    Sobre a lista, é usual àqueles que trabalham com processador de texto cometer enganos com o tal copia e cola. Comigo já aconteceu não foi uma vez só, com o reconforto de ser possível a correção antes da divulgação. No seu caso, pode ter ficado com parecência de subscrição de texto alheio. Isto tudo devido à briga com o relógio. Também concordo com sua opinião sobre ser a “escandalização do nada”.

  35. Bem faz o povo em dizer que o
    Bem faz o povo em dizer que o papel,hoje,tela do computador,aceita qualquer coisa.
    Este bando ligado aos Dantas(agora parece que estão se multiplicando)tenta da forma mais vil,aparentemente com inteligência,fineza,mas,sem nenhum argumento,defender o indefensável.
    Se Demarco for um criminoso,por que não preocupam-se em levantar seus crimes e colocá~lo na cadeia junto com os Dantas?
    Podem acusar quem quiser,o que não podem é querer livrar a cara de bandidos do colarinho branco.
    O país avançou muito neste sentido,agora,para finalizar esta operação será necessário modernizar o judiciário,para isso, a saída do Dantas do STF se faz imperativa.

  36. Olha Nassif, olhando nos
    Olha Nassif, olhando nos comentários postado lá, ví que os que apoiam a matéria dele deve ser alguns amigos e parentes do sujeito, que tentam macular a imagem de jornalistas sérios, só q o povo nao é bobo, depois da apariçao patética desse sujeito no roda viva, ninguem mais acredita nele, tudo o q ele disser nao terá nenhuma credibilidade, pobre sujeito, caiu na propria armadilha.

  37. Será que vale a pena nessa
    Será que vale a pena nessa altura da vida tantas pecuinhas e difamação, e ter que ficar explicando o que de real acontece? Nassif a vida é uma só…eu de vc nem respondia mais nada…veja qtas pessoas por dia entram aqui por admiração a vc e a teu trabalho.Quem delira, são eles enqto vc faz dos sonhos realidade.

  38. Nassif,

    Notei que existem
    Nassif,

    Notei que existem vários comentários: “pedindo mais explicações suas”, “questionando a veracidade das respostas”… em resumo, mantendo a bola no ar.
    Alguns podem ser comentaristas verdadeiros, mas acho que muitos são paus-mandado.
    Reforço minha sugestão.
    Crie um espaço dedicado aos ataques e respostas.
    Este espaço não deve permitir comentários e quando alguem requentar estas histórias, simplesmente indique o link com as respostas.

    Não entre no jogo, não esquente demais a cabeça e nem perca tempo respondendo as mesmas perguntas e explicando o que já esta claro.

    PS: Este espaço pode ser um apêndice ou um capitulo do caso Veja, afinal a origem é a mesma.

    PS 2: Que tal fazer uma rodada de entrevistas com os principais personagens envolvidos na Satiagraha.

    DELEGADO Protogenes
    JUIZ De Sanctis
    PROCURADOR De Grandis
    DELEGADO Paulo Lacerda
    Daniel Dantas
    Gilmar Mendes
    Heraclito
    etc.

    Sei que não é o perfil do blog, mas como ninguém se prontificou… a bola esta quicando.

  39. Olá Nassif, você respondeu,
    Olá Nassif, você respondeu, como sempre faz, com muita propriedade à acusações absurdas. Admiro seu trabalho, porém acompanho seu blog a pouco tempo então se já comentou minha dúvida, por favor, apenas me direcione o link até a resposta.

    Você responde a todas as acusações do artigo, menos aos pontos sobre sua relação com Demarco, gostaria que fosse comentada. Não procuro, com isso te acusar, nem atesto que acredito no que Chaer escreveu, apenas gostaria de saber o que você diz sobre essas acusações. Obrigado

    Coloquei a pergunta e a resposta no post.

  40. Bem que poderíamos voltar a
    Bem que poderíamos voltar a tradição de malhar Judas! Eu sei que isto se faz na Semana Santa, mas com tantos candidatos, acho que teríamos malhação para todas as semanas do ano.

  41. Caro Luis

    Me julgo, uma
    Caro Luis

    Me julgo, uma pessoa meio esclarecida, logo toda esta patifaria exposta no pelo Chaer, nem deveria ser destaque neste espaço, que considero sério.

    Sem querer pauta-lo.

    Abraços e boas festas.

  42. Nassif,

    “Sempre segundo os
    Nassif,

    “Sempre segundo os neo-idealistas, isso não aconteceu até agora porque Daniel Dantas é “o dono do Brasil”. Ou seja: por meios pérfidos ele tem sob seu comando a turma do mal — o que explica seu continuado sucesso nos negócios, na política, na imprensa e no Judiciário.”

    Como não aconteceu até agora? O continuado sucesso nos negócios se choca com a repatriação de seus 500 milhões de dólares decretado pela Justiça. Sucesso na política? Como se agora, até seu amigo do peito, o senador Heráclito Fortes, nega ser seu amigo? Sucesso na imprensa? Pode ser, principalmente naquela formada pelo Consultor Jurídico, Veja, Folha, etc. Sucesso no Judiciário? Não diria isso diante das três condenações seguidas que Daniel Dantas recebeu nos últimos tempos, inclusive uma de 10 anos de cadeia. Na verdade, seu sucesso na Justiça se resume aos tribunais superiores, mas isso até a Globo já tinha veiculado.

  43. Essa luta do bem contra o
    Essa luta do bem contra o mal, na vida real, é uma guerra entre grupos econômicos, claro. O troféu da disputa é uma fatia do mercado brasileiro de telefonia avaliada em 30 bilhões de reais por ano. As regras são do tipo vale-tudo.

    Uma disputa subentende ao menos dois lados. Chaer especificou os lados, e coloca-se claramente inserido em um deles. Entendi mal ou, no parágrafo referido acima, ele confessa que sua motivação é uma fatia de um mercado de R$ 30 bi? E ainda declara que joga segundo as regras do “vale-tudo”, ou seja, da ausência de moral e ética. É isso?

  44. Nassif, não dê importância a
    Nassif, não dê importância a este pistoleiro, quando o grande capo (o banqueiro) for preso estes crápulas do jornalismo de esgôto se diluirão no espaço feito éter .
    ——————————————————————————————–Feliz natal para você, sua espôsa e suas queridinhas fillhas .

    Saudações Nacionalista !

  45. Nassif, compreendo que vc
    Nassif, compreendo que vc queira esclarecer todas as acusações desta corja, em respeito a algum leitor desavisado ou recém-chegado. Para nós, que o acompanhamos há mais tempo, é “gastar vela boa com defunto ruim”…
    O que fica nítido é que o Natal da tchurma do Dantas não está sendo nada bom: é chumbo de todo lado, apesar da fartura de dinheiro! Condenação do chefão; paulada do ombudsman da Cultura sobre os dois mosqueteiros; sapatada moral, deliciosa e irrespondível do Fernando Meirelles na veja; corajosa entrevista de Protógenes que define Dantas como “bandido” e insinua mais provas; credibilidade da mídia em queda, prestígio do Lula no alto (das pesquisas, à Newsweek, ao Sarkozy, etc). Definitivamente, o Papai Noel está sendo cruel com os maus meninos…
    Que beleza estarmos do outro lado, no time da cabeça erguida! Felicidades a você, Dona Renata, as meninas e toda sua Família. E a todos os que compartilham este espaço de confiança no Brasil e na Democracia. Afinem as espadas, pois em 2009 eles vão atacar com muito mais veneno…

  46. Nem vou ver, o que ele está
    Nem vou ver, o que ele está querendo e numero, audiência…ME RECUSO
    Meu apio é todo seu Nassif!!

  47. Os (…) tb merecem: feliz
    Os (…) tb merecem: feliz natal Chaer.
    Amigo de DD, amigo das sombras : espero que no ano novo vc possa fechar os olhos pensar em sua familia (se é que tem ou teve algum dia) e prometer estar do lado do BEM. Do lado de de Sanctis, Protogenes e daqueles que ainda acreditam ser possivel se livrar de Cacciolas, Dantas, FHC, Borhaunsen, ACMe familia, etc. Assim como os americanos querem se livrar de seus MAdoffs.
    Ainda é tempo e há tempo de mudar de lado, Chaer ! Feliz Ano novo.

  48. K K K K K K K K . . . . .
    K K K K K K K K . . . . . Incrível, isto nao é uma acusação. É uma detalhada confissão . . . . . Meu, os caras estão muito mal de estratégia. Que tática primária. O Meio é a Mensagem . . . . . A falta de qualidade é gritante, aí quando o pessoal de baixo nao sabe trabalhar acaba sobrando tudo para o pessoal lá de cima, é por isso que a galera lá de cima está tão exposta . . . .

  49. Meu, esse cara ou é ou se faz
    Meu, esse cara ou é ou se faz de maluco . . . . . ele acha que nós conhecemos o LN de ontem ?!!!!!! . . . . . Conheço o Nassif desde o tempo em que ele nao tinha cabelo branco, e eu tinha cabelo. Falar contra o Nassif, e na forma primária que o fez resultou sim em uma detalhada confissão . . . . .
    Eu tenho tanto respeito por este espaço aqui, que apesar dos erros de ortografia e os muitos acentos que sublimo, mesmo sendo Internet, escrevo com o Aurélio aberto

  50. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome