O apagão de Toronto e a mídia canadense

Olá, Nassif,

ontem foi dia de apagão em Toronto.

A temperatura chegou a 42 graus, os aparelhos de ar condicionado funcionando a todo vapor e explode um transformador justo na hora do rush. Metrô e bondes (street cars) parados, prédios do centro financeiro no escuro. Ainda hoje pela manhã algumas regiões ainda estavam sem luz e pequenos apagões ocorriam aqui e ali. 

Bem, eu pensei que o primeiro ministro ia ser alvo de críticas e talvez fôsse deposto, o ministro da energia seria demitido e os “especialistas” não sairiam da TV, dando as explicações para o ocorrido, como falta de investimentos no setor, apesar de a energia por aqui ser bem cara,  relembrariam o grande apagão de 2003, etc.

Pura decepção. Ninguém falou de apagão do sistema! Os telejornais “só” informavam o que havia ocorrido e muitos repórteres entrevistaram especialistas para dar “conselhos” de como poderíamos aliviar a sensação de calor e dicas de como podemos usar menos o ar condicionado e economizar energia.

E olha que no dia 1o de julho houve um aumento no custo da energia elétrica…

E depois o pessoal da grande  imprensa no Brasil, não entende a razão da falta de credibilidade…

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora