O inacreditável Globo e a taxa de desemprego

Por George de Lucena

Da inacreditável série d’O Globo, “Sobe, mas é o menor”:

De O Globo

Desemprego sobe para 7,4% em fevereiro, diz IBGE

RIO – A taxa de desemprego do país subiu pelo segundo mês consecutivo, para 7,4% em fevereiro, como revela a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), divulgada nesta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado significa um avanço de 0,2 ponto percentual em relação a janeiro, quando o desemprego registrou 7,2% no país

.A pesquisa mostrou ainda que, apesar da alta na comparação com janeiro, o nível de desemprego segue abaixo do registrado no mesmo mês de 2009, que foi de 8,5%. Mesmo com o avanço, a taxa de 7,4% ainda é a menor registrada para um mês de fevereiro desde o início da série histórica do IBGE, em 2003.

O rendimento médio real dos trabalhadores cresceu 1,2% em fevereiro frente a janeiro, e alcançou R$ 1.398,90. O rendimento médio real domiciliar per capita também teve elevação, de 0,8% na comparação com o mês anterior, para 924,50.

A estimativa do número de pessoas desempregadas, segundo o IBGE, é de 1,7 milhão nas principais regiões metropolitanas pesquisadas (Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre), o mesmo registrado em janeiro. Frente a fevereiro do ano passado, o número mostra um recuo de 11,3%.

A população ocupada também ficou estável na passagem de janeiro para fevereiro, em 21,7 milhões de pessoas. Entre os grupamentos de atividade, houve queda apenas em serviços domésticos, de 3,4%. Frente a fevereiro de 2009, houve alta de 3,5% no número de pessoas ocupadas, um acréscimo de 725 mil postos de trabalho.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome