O que foi que fizemos para ter uma imprensa tão medíocre?, por Saulo C. Faganello

Ontem em meu último dia de férias fiquei assistindo Globo News e CNN sobre a crise do "Ocidente" contra "Putin". Só faltou pintarem Putin de vermelho e colocar chifres.

Reprodução

O que foi que fizemos para ter uma imprensa tão medíocre?

por Saulo C. Faganello

Em 2003 o saudoso Clóvis Rossi escreveu uma coluna da Folha intitulada ” Lula e Aristides”. Ele aventou a possibilidade que o destino de Lula pudesse ser o mesmo do presidente do Haiti. Fiquei indignado, trocamos e-mails e em um deles escrevi que o jornalismo da página 2 estava ficando parecido com o jornalismo esportivo. Ele se sentiu ofendido, mas enfim mantive minhas críticas.

Ontem em meu último dia de férias fiquei assistindo Globo News e CNN sobre a crise do “Ocidente” contra “Putin”. Só faltou pintarem Putin de vermelho e colocar chifres. Os assuntos eram travados com a profundidade de um pires de cafezinho. Em uma delas, o analista internacional da CNN Lourival Santana (gente boa, tranquilo) falou com certa ironia que a elite intelectual brasileira é antiamericana.

Se eu pudesse diria a ele que ficasse tranquilo pois a grande imprensa brasileira tem um comportamento que deve constranger a sucursal do Pentágono.

As abordagens em geral pouco sérias e carentes de profundidade. Acho que logo entrará em cena a turma do deixa disso e os europeus começarão a pesar melhor as consequências econômicas do impasse (ex. custo energético).

Lembro de uma frase da escritora Susan Sontag (falecida em 2004) onde, interpretando algumas reações pós 11/09,  ela disse mais ou menos isso: Ok. Choremos todos. Porém não sejamos todos estúpidos.

O texto não representa necessariamente a opinião do Jornal GGN

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

- 2022-02-24 09:06:01

"...O que foi que fizemos para ter uma imprensa tão medíocre?.." 1930. A Educação, Cultura, Informação fica nas mãos de Ditador Assassino. Em 1932 presenteia ABI com um Elefante Branco Superfaturado em Dinheiro Público e Corrupção. A seguir vem Assis Chateaubriand juntamente com Coronelato e Assassinos de Aluguel entre Filinto Muller, Tenório Cavalcanti, Bejo Vargas, Gregório Fortunato e tantos outros Jagunços como José Euclides Ferreira Gomes. Rede Globo e EditoraAbril a partir de outro Lacaio do Caudilho, um tal JK. Os Comparsas do Ditador Fascista estão prontos para promoverem o Revisionismo Histórico destes 92 anos. Das Escolas de Jornalismo da República de Juiz de Fora do comparsa Tancredo Neves começam a brotar os milhares de Jornalistas mineiros que encherão redações de Chateaubriand aqui em São Paulo. Posso citar centenas. Está armada a Fábrica de FAKE NEWS e Doutrinação que ajudarão a construir a desgraça destes 92 anos, que só começa a ser implodida partir de 2018. Pobre país rico. Mas de muito fácil explicação.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador