Alex Jones, principal teórico da conspiração nos EUA, diz à Justiça que sofre de “psicose”

'Tive quase uma forma de psicose no passado, onde basicamente eu pensei que tudo estava encenado', declarou homem que opera vários sites de notícias sobre violações de liberdades civis e o "Governo mundial"

Apresentador Alex Jones. Foto: Divulgação

Jornal GGN – O teórico da conspiração Alex Jones culpou seu estado mental psicótico pelas farsas que ele criou ao longo dos últimos anos, incluindo o massacre de 2012 na Escola Secundária Sady Hook (Newtown, Connecticut), quando um homem entrou armado e matou 20 crianças e 6 adultos. Alex Jones sempre se referiu ao massacre como uma ação promovida pelo próprio governo dos Estados Unidos, a fim de promover o controle de armas.

A alegação de Jones se referindo a um estado de “psicose” que o teria levado a criação desse tipo de teoria foi dada em depoimento, no início de março, em uma ação que responde no Texas.

Segundo informações do jornal Austin American-Statesman, Jones descreveu seu pensamento de conspiração como um tipo de desordem mental. O processo está sendo movido contra ele pela família de uma criança de 6 anos que estava os mortos da Sady Hook.

“Eu tive quase uma forma de psicose no passado, onde basicamente eu pensei que tudo estava encenado, embora eu agora esteja aprendendo muitas vezes que as coisas não são encenadas”, declarou Jones à Justiça.

O teórico da conspiração culpou ainda as mídias e corporações pelo trauma em seu estado mental. Tudo teria começado porque essas corporações mentem muito, justificou o apresentador e radialista. “Você não confia mais em nada, como uma criança cujos pais mentem para eles uma e outra vez, bem, muito em breve eles não sabem o que é a realidade”, completou.

Leia também:  Xadrez sobre o fascismo, a Lava Jato e a cobertura da mídia, por Luis Nassif

Apesar da fala, durante o depoimento, Jones continuou expressando suas suspeitas conspiratórias no tiroteio na escola Sady Hook.

“Eu ainda acho que havia um homem na floresta camuflado … e apenas um monte de especialistas com quem conversei, incluindo agentes aposentados do FBI e outras pessoas, e pessoas do alto escalão da Agência Central de Inteligência, me disseram que há um encobrimento em Sandy Hook “, disse

O radialista responde por difamação em Travis County, Texas, onde sua empresa de comunicação está sediada. Em agosto, o juiz que presidiu a ação negou o pedido de Jones para encerrar o caso. Os advogados de Jones negam que seus discursos sejam difamatórios, mas sim “hipérboles retóricas”.

Alex Jones também é operador de vários sites de notícias sobre violações de liberdades civis, o “Governo mundial”, onde lança suas opiniões em temas de políticas atuais. Uma das páginas mais conhecidas é a infowars.com.

Nos seus comentários, Jones acabou acusando pessoas e famílias de fazerem parte de planos conspiratórios contra a população. Muitos deles estão movendo processos contra o radialista e dizem que sofrem assédio e até ameaça de morte de seguidores do Infowars os causando até de serem atores. Um processo semelhante contra Jones foi arquivado em Connecticut.

*Com informações do Associated Press

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Professoras que estudaram 200 edições do Jornal Nacional mostram como cena de avião marcou “silenciamento” de Lula

5 comentários

  1. Eu entendo tão bem esse cara. Um dia desses eu vi que faltava muito e ao mesmo tempo pouco para a libertação da humanidade das mãos de meia dúzia de parasitas sociais que sugam toda a humanidade. É que eles tratam o povo como galinhas, mantendo-as para por ovos e para abates. Por um triz, as pessoas não conseguiam descobrir a verdade e se libertar. Eu tentava mostrar a elas isso na minha alucinação, mas eu era solitário na multidão. A alucinação acabou e eu voltei ao mundinho das aves.

    Mas foi por um triz que a luz não desfez a escuridão.

    PS.: Eu também acho que o massacre de Suzano, por exemplo, foi de certa forma premeditado e permitido, a fim de que os holofotes fossem desviados do governo e do seu laranjal bem como do laranjal do Flávio Bolsonaro, a fim de facilitar a reforma da previdência. A burguesia é capaz de fazer isso. Ela afunda barcos cheios de crianças e dorme tranquila.

  2. Não causa estranhamento uma sociedade individualista como a norte americana produzir esse tipo de maluco. O que é realmente estranha é a auto-proclamada parcela saudável da sociedade brasileira colocar um psicótico na presidência e aplaudi-lo enquanto ele faz o país afundar numa depressão econômica.

  3. Com a pulga atrás da orelha

    Notícia proveniente da Fox News já nos deveria deixar em estado de alerta.

    Por algum desconhecido motivo, o teórico da conspiração, Alex Jones, procura agora se desresponsabilizar por aquilo que o havia tornado famoso. A culpa seria de uma suposta psicose passada. Ele, entretanto, seria uma boa pessoa. Uma vítima.

    Não sei por quais motivos Alex Jones julga, agora, ser melhor abjurar de tudo aquilo que antigamente professava com tanto fervor.

    Se der certo, em breve assistiremos a uma fila interminável de “arrependidos” alegando transtornos mentais para as suas olavices. A começar pelo próprio, Olavo, o astrólogo.

  4. Tá certo o Alex Jones em autoproclamar-se louco.
    Ele se utiliza das armas do sistema como o sistema as utiliza.
    Quem o conhece sabe muito bem o que ele quer dizer e sabe que ele é um cara engajado, cujo objetivo é esclarecer o máximo de pessoas sobre a maneira conspiratória com que o poder manipula as pessoas.
    Quem o teme ou não o conhece bem, vai continuar achando que ele é louco, babaca, bocudo e coisas do gênero, colocando-o em total descrédito.
    Sendo atingido, seus principais problemas serão: –
    1- O alcance de seu objetivo será cada vez mais restrito por conta da permanente perda de credibilidade
    2- Tudo o que ele disser, quanto mais verdadeiro, mais combatido será pelo sistema que, em vez de desmenti-lo com veemência, vai deixar transparecer o que ele diz, como meia verdade, alimentando fake news, conspirações novas, criando vertentes incontroláveis de simpatia ou ódio que subverterão definitivamente a mensagem original.
    As soluções –
    Alex Jones deve sim, manter-se vivo, atuante e livre.
    Ele deve manter-se na mídia como um canal a serviço do esclarecimento público tanto quanto possível, entrevistando e oferecendo espaço a muitas pessoas importantes nesse mister.
    Que seus espertos advogados convençam o sistema de que ele é “desparafusado” e que seus bons amigos psiquiatras atestem a sua loucura para mante-lo bem longe das grades, porque o sistema não brinca.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome