Romário ironiza acusações da Veja

Jornal GGN – O senador Romário (PSB-RJ) ironizou uma matéria da revista Veja desta semana que acusa o ex-jogador de possuir uma conta de cerca de R$ 7,5 milhões na Suíça. Através de sua conta no Facebook, Romário disse que estava se sentindo com um ganhador da Mega-Sena: “Obviamente, fiquei muito feliz com a notícia. Assim que possível, irei ao banco para confirmar a posse desta conta, resgatar o dinheiro e notificar à Receita Federal”.
 
O senador afirma que, como jogou em diversos clubes fora do país, é possível que “tenha sobrado algum rendimento que chegou a esta quantia”. A matéria da revista diz que Romário não declarou à Receita que tem conta no exterior com saldo maior que US$ 100 mil, como obriga a lei.
 
Da Folha
 
 
O ex-jogador de futebol e senador Romário (PSB-RJ) ironizou matéria publicada pela revista “Veja” neste sábado (25) que o acusa de ser o titular de uma conta na Suíça com saldo de 2,1 milhões de francos suíços (cerca de R$ 7,5 milhões).

 
“Fui informado por um repórter da Veja que eu tinha uma conta na Suíça com o saldo de alguns milhões. (…) Obviamente, fiquei muito feliz com a notícia. Assim que possível, irei ao banco para confirmar a posse desta conta, resgatar o dinheiro e notificar à Receita Federal”, publicou o ex-jogador em sua conta no Facebook.
 
“Espero que seja verdade, como trabalhei em muitos clubes fora do Brasil, é possível que tenha sobrado algum rendimento que chegou a esta quantia. Estou me sentindo um ganhador da Mega-Sena, só que do meu próprio honesto e suado dinheiro”, completou.
 
Segundo a revista, o jogador não declarou à Receita Federal ter conta no exterior com saldo superior à US$ 100 mil, como manda a lei. A conta também ao aparece em sua declaração oficial de bens apresentada à Justiça Eleitoral em 2014.
 
O ex-jogador admitiu à publicação ter aberto contas na Holanda e na Espanha na época em que atuou no futebol desses países e afirmou não se lembrar se havia fechado essas contas. No entanto, disse que nunca fez movimentações nelas. 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

2 comentários

  1. Se for mentira, processo na revista

    Cabe a Romário verificar se tem realmente nas contas alegadas os valores dos quais a Veja o acusa. Se não tiver, é obrigação dele acionar a revista, simples assim. É obrigação porque a Veja tem de ser punida de alguma forma pela desinformação de viés escandaloso e, quase sempre, caluniador de seu noticiário. Como Romário é senador, mais do que um cidadão comum, que tem, também, o dever de ajudar a que a lei seja cumprida, compete a ele, Romário, por ser autoridade, ajudar a acabar com os crimes praticados continua e repetidamente pela revista. A conferir.

  2. Se for mentira, okay. se for

    Se for mentira, okay. se for verdade, okay.

    Tanto faz! Pague lá Peixe!

    O importante é que não é dinheiro, Capital, retirado do Brasil. É fruto do seu trabalho. Pague e tá tranquilo!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome