Xeque, nossa agência de combate aos fake news

Xeque será novo serviço de checagem de fake news

Não se limitará a analisar fatos, mas também as narrativas escondidas em cada reportagem checada, partindo do pressuposto que pôde-se contar uma mentira com dois fatos verdadeiros.

Por exemplo, no nosso Xeque de estreia:

  1. O STF autorizou a prisão de Lula.

  2. O STF aceitou a denúncia contra Aécio.

  3. Logo, o STF é isento.

Há, obviamente, uma manipulação da narrativa, na medida em que não se analisam as implicações de cada condenação no jogo político. De um lado, o candidato favorito à presidência da República nas próximas eleições; de outro, um candidato que possui menos de 1% das intenções de voto para governador em Minas.

O termo Xeque foi tomado do xadrez. É quando o rei adversário (no caso, a notícia) é ameaçado.

Pretendemos alimentar o Xeque com contribuições de vocês, leitores e assinantes. Os temas preferenciais são:

  1. Fake news jurídicos.

  2. Fake news econômicos.

  3. Fake news políticos.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Snowden defende Vaza Jato: "se a informação é de interesse público e verdadeira, tem que ser divulgada"

2 comentários

  1. É resisitir com a arma e o

    É resisitir com a arma e o recurso que temos em mãos. Nassif não tem nada a ver com o PT mas…

    No momento infame que estamos vivendo e com essa iniciativa de resistência a mentira, a manipulação, faz companhia ao povo do acampamento Lula Livre, ao Lula resistindo em São Bernardo, ao Esquivel caminhando vagarosamente na saida da Superintencia da PF onde vermes não se reconheceram na sua humanidade , ao Boff parecendo um anjo protetor sentado na porta da PF esperando que infames inquisidores se locupletassem com o passageiro prazer da tortura, a Rose, faxineira de minha irmã, que resistiu ao comando da patroa que quiz impedir que ela votasse no Lula e por isso foi demitida. 

     

     

  2. Deram o dedo que já estava pendurado

    Aécio foi citado por todos os delatores. Se resolvessem fazer uma investigação nos “moldes” da que foi feita com Lula, desmontariam a máfia demotucana, já que ele é um dos poderosos chefões. Não sobraria um tucano, FHC, Álvaro Dias, Richa, Anastasia, Agripino, Jeressaiti e tantos outros, iriam todos para a prisão, em esquemas de fazer inveja a Cosa Nostra. Como essa máfia domina os poderes, nada acontece a eles, são intocáveis. Aético já estava caído, mas ainda vão tentar levantá-lo.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome