Antonio Neto, presidente da CSB, se desfilia do PMDB

antonio_neto_csb.jpg
 
Foto: CSB
 
Jornal GGN – Antonio Neto, presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), anunciou sua desfiliação do PMDB e também a renúncia ao cargo de presidente do Núcleo Nacional do PMDB-Sindical. 
 
A CSB tem mais de 800 sindicatos filiados e tem participado, junto com outras centrais sindicais, dos protestos contra as reformas trabalhista e da Previdência, propostas pelo governo de Michel Temer. As medidas são um dos motivos pelo qual Neto decidiu deixar o partido do presidente. 
 
Em carta enviada a Romero Jucá, presidente da legenda, o sindicalista diz que não há como se manter filiado ao PMDB, que, “sob o comando de uma pequena cúpula, ignora os anseios e a vontade do povo; promove a destruição da Constituição de 1988; enxovalha a democracia duramente conquistada; desrespeita e desmoraliza os Poderes da República; rasga os direitos trabalhistas e sociais; avilta os direitos previdenciários e enterra os sonhos da construção de uma Nação mais justa e igualitária.”

O presidente da CSB também afirma que, assim que assumiu o poder, “uma pequena corte palaciana” começou a agir como tropa de choque de uma casta improdutiva e estúpida, que quer impor ao Brasil a ampliação da exploração do homem sobre o homem, implodindo a economia do País e o jogando no caos social”. 
 
Para Neto, o governo Temer impôs reformas que acabam com “qualquer direito dos trabalhadores” para atender aos interesses de grandes grupos econômicos e do setor financeiro, deixando de lado o regimento interno do PMDB e seu programa. 
 
“Digna de governos autoritários, diante da majoritária repulsa do povo brasileiro, o governo tenta aprovar tais medidas, expondo o parlamento brasileiro a um vexatório papel de subscritor de deletérias alterações legislativas, que causarão sofrimento, fome, desregulamentação do mercado de trabalho e até mesmo o óbito político de muitos que seguirão cegamente o caminho do abismo”, afirmou Neto. 
 
Leia a íntegra da carta de Antonio Neto aqui
 
Assine

5 comentários

  1. MÁFIA FHC CLINTON! ESGOTO A CÉU ABERTO DESDE 2002!!!

    Tá cheio de nêgo golpista que enfiou a faca até matar, mas acha que tirando a faca o crime é desfeito. 

       

                                   

     

  2. Um golpe contundente no PMDB

    Esse libelo solto aos ventos por Antonio Neto contra o PMDB é um duro golpe nesse partido que hoje não se peja de enxovalhar  sua própria história

  3. Demorou mas foi ….Procure

    Demorou mas foi ….Procure outra sigla meu caro…Ulisses  onde deve estar deve estar se movendo

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome