Com multa de R$ 500 mil a Acampamento Lula Livre, grupo afirma que tenta negociar


Foto: Joka Madruga/Agência PT
 
Jornal GGN – O juiz substituto da 3ª Vara de Fazenda Pública de Curitiba, Jailton Juan Carlos Tontini, determinou uma multa de R$ 500 mil por dia para que o acampamento montado ao redor da Superintendência da Polícia Federal, aonde Lula está preso, seja desfeito.
 
“Diante do elevado número de pessoas existentes na área e com o intuito de dissuadir os réus – evitando, inclusive, a necessidade de medidas mais enérgicas, como, por exemplo, o uso de força policial –, compreende-se que o valor da multa diária deve ser estabelecido em R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) para cada réu que descumprir a ordem judicial, e sem prejuízo de eventuais outras sanções cíveis e criminais aplicáveis”, determinou o juiz em despacho.
 
A decisão teria sido tomada nesta sexta-feira (13), concedendo, antes, cinco dias para que a Prefeitura de Curitiba retire as pessoas. Na decisão, o juiz tenta apresentar imparcialidade, ao afirmar que a determinação é válida para manifestantes que também são contra o ex-presidente. Entretanto, o acampamento é formado apenas pelos apoiadores.
 
“Como não há ocupação contrária a Lula, fica claro que querem impedir o apoio ao ex-presidente”, disse o senador Humberto Costa (PT). Em nota, o “Acampamento Lula Livre” informou que não recebeu “qualquer notificação de multa” e que seguiam com a negociação permanente com as autoridades.
 
“Mantemos nossas atividades culturais e políticas e seguimos recebendo solidariedade da população. O abastecimento de alimentos e itens de higiene garante a manutenção de mais de 2 mil pessoas circulando no acampamento”, acrescentou, em nota, descrevendo a situação.
 
Mais cedo, o grupo gravou um vídeo lamentando a decisão de multa e afirmando que permanecerá resistente:
 
https://www.youtube.com/watch?v=g14n4UWP9Mk
 
“O local se torna nesses dias um polo político e cultural – muito diferente do que um ou outro ‘apresentador’ midiático classifica nos termos mais absurdos. Quem está no local, militantes, visitantes e os profissionais de imprensa que de fato acompanham sabem que há uma diversidade presente, para além de qualquer individualismo. Passada mais de uma semana de acampamento, está evidente a entrega das pessoas que defendem a democracia, a liberdade e o direito de Lula ser candidato”, continuou, na nota.
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Sem união, esquerda não chegará ao 2º turno em 2022, diz Dino

9 comentários

  1. Cláusulas Pétreas (mais umas pisoteadas)

    Aritgo 5º:

    VIII – ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

     XV – é livre a locomoção no território nacional em tempo de paz, podendo qualquer pessoa, nos termos da lei, nele entrar, permanecer ou dele sair com seus bens;

    XVI – todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente de autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada para o mesmo local, sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente;

    JUDICIÁRIO CALHORDA!

  2. Ridículos. É esta injustiça esquálida que libera o Itaú

    que merece pagar multa milionária e usa de lawfere contra populares. Esta gente que só quer fazer mal ao país. 

  3. #

    O acampamento dos Patos da FIESP permaneceu lá, em plena calçada da Av. Paulista por meses, até que a presidente eleita dessa cloaca que chamamos de país fosse derrubada através de um golpe.

    Não teve sequer um juizeco com CORAGEM de proibir.

    A verdade é que desde os primórdios da civilização os juízes sempre foram servis e lacaios dos poderosos.

     

  4. Caro Nassif
    Mais um , dos

    Caro Nassif

    Mais um , dos muitos juízes golpistas, querendo se mostrar.

    Esse tal de  juíz substitutoTontini, é mais um dos moristas de plantão. Em nome da casa grande, sempre pronto para ferrar os movimentos sociais. 

    Quando a Lei for realmente cumprida, tem que responder por esse abuso. Não é isso o Republicanismo?

    É bom que se vá anotando, o nome de todos esses canalha, para no futuro responderem por isso.

    Saudações

     

     

     

  5. Curitiba/Coritiba.

    Antigamente a cidade de muitos porcos e pinhões, (Jê, Guarani) evoluiu para uma grande e bela cidade. Infelizmente, parece que segmentos majoritários da justiça, políticos e forças policiais, até hoje  sejam regidos por espíritos de porcos.

  6. Moro é só um tamborete de forró moral

    Já o Pó-Ético Aécio Neves é o próprio bixo da seda.

     

    Quem come peru e arrota faisão é igual a quem lê que ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória e executa, não excepcionalmente, mas como regra, pessoas presumidamente inocentes.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome