Mais de 50 manifestações são realizadas nessa sexta no Brasil e no mundo

Jornal GGN – O presidente Lula deve estar presente em ato realizado nessa sexta-feira (10), em São Paulo, em defesa dos direitos sociais e trabalhistas. A presidente Dilma também estará na cidade, mas sua participação ainda não foi confirmada.

Ela se encontra, às 15h, com o historiador e brasilianista, James Green, com o presidente da CUT, Vagner Freitas, e com o coordenador nacional do MTST, Guilherme Boulos. O evento é promovido pelo Fórum 21 e será realizado no Hotel Maksoud Plaza.

A manifestação será a poucas quadras dali, no vão livre do Masp, na Avenida Paulista. A concentração deve começar às 17h. Além disso, estão agendados atos em mais 40 cidades, em todas as regiões do país. E em 16 cidades em países estrangeiros.

No Rio de Janeiro, haverá concentração na Candelária seguida de passeata até a Praça XV. Em Brasília, o ponto de encontro será no Museu da República, em Belo Horizonte na Avenida Liberdade e em Porto Alegre, na Esquina Democrática. Todos às 17h.

Também serão realizados atos em Nova Iorque, São Francisco, Boston, Montreal, Frankfurt, Berlim, Colônia, Munique, Barcelona, Lisboa, Amsterdã.

De acordo com levantamento feito pelo Partido dos Trabalhadores, desde o afastamento da presidente pelo Senado Federal, mais de 400 atos em defesa da democracia já foram realizados em 90 cidades do Brasil e do mundo.

“O presidente ilegítimo e golpista, Michel Temer, não esconde o que estava por trás do afastamento ilegal da presidenta Dilma Rousseff: reforma da previdência, com arrocho nos direitos dos trabalhadores, desvinculação do orçamento da educação e saúde, suspensão de programas sociais como Minha Casa Minha Vida, Fies, Prouni, e Pronatec, criminalização e perseguição dos movimentos sociais”, diz a convocação assinada pela Frente Brasil Popular e pela Frente Povo sem Medo.

Leia também:  A lógica da Guerra Fria no séc. XXI, por Rogério Mattos

Várias categorias protestam com paralisações. Os bancários de São Paulo, Osasco e região aprovaram o “dia em defesa dos direitos” com interrupção de atividades nos locais de trabalho.

A CUT diz que o dia de hoje pode ser um marco para a preparação de uma greve geral. “A greve geral está sendo construída para ocorrer quando o governo interino do vice-presidente interino Michel Temer encaminhar ao Congresso Nacional medidas de retirada de direitos que vêm sendo anunciadas via imprensa”, disse Vagner Freitas.

Com informações da Frente Brasil Popular, da Rede Brasil Atual e dos Jornalistas Livres

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

16 comentários

  1. Pois é, tudo barrado ou camuflado pela míRdia

    Nós vivemos várias ditadiras de uma verdadeira “cortina de ferro” verde-amarela.

    A cortina da míRdia, do Justiciário, do MP e PF, das organizações patronais, empresariais e bancárias e agora, do “(des)governo latrino”, digo, interino, de um congresso que é uma enorme quadrilha com interesses pessoais, grupais e exógenos ao povo do país.

    Protesto nos dias de hoje (necessários sim) me parecem sob controle “deles”. Vejam as primaveras, os occupies, a Ucrania, Grécia!!!

    Nesta última, fizeram um plebiscito, o povo votou “A” e seu governo (que fez o plebiscito) implementou “B”.

    Alguma coisa precisa ser quebrada neste mundo ou os 0,1% continuarão dando as cartas.

    Com a maior desfaçatez.

    • Concordo plenamente, DELENDA

      Concordo plenamente, DELENDA REDE GLOBO, monopólio de mídia e manipuladora.  Agora a decepção absoluta fica por conta do Judiciário, jamais imaginei que seria essa a instituição a instaurar o caos no Brasil.  Quem respeita um país que tem Judiciário que rasga a constituição?

  2. Outra estatal quebrada pela

    Outra estatal quebrada pela administração da Dilma a beira da falência.

    Eletrobrás.

    Vamos à Lista:

    1- Petrobrás

    2- Correios

    3- Eletrobrás

    • Rapaz, entrando nessa pilha

      Rapaz, entrando nessa pilha vc faz o jogo de quem quer entregar o ouro ao bandido.  O Brasil doou a Vale, privatizou as telecomunicações, empresas de energia elétrica e o escambau na fase FHC para absolutamente nada.  O Brasil entregou o seu patrimônio a troco de nada.  Ai vem gente como vc repetindo as baboseiras da GLOBo e do Mainardi e gentalhas similares.  É por isso que o Brasil não cresce, por conta dessa vontade da nossa elite de ser enterna lambe botas.

    • Quem quebrou as estatais foi

      Quem quebrou as estatais foi  o PSDB e gangue de inconformados com a vitória de Dilma em 2014. Lembra que o Aloisio Nunes falou que queria sangrar o governo Dilma? SANGRARAM O BRASIL. Apostaram no QTO PIOR MELHOR 

  3. o brasil precisa de informação

    Se não sai nada na globo, seria interessante uma manifestação não na TV Globo, mas na porta da casa do Roberto Marinhos filhos isto sim. Que tal?

  4. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome