Movimentos sociais prometem protesto em Curitiba contra prisão de Lula

Jornal GGN – Após a notícia publicada no Blog da Cidadania, de que Lula seria preso em breve numa operação midiática para evitar que o mau desempenho do governo Michel Temer pudesse criar uma massar crítica capaz de defender o ex-presidente nas ruas, movimentos sociais estão se preparando para protestos e manifestações no caso de algum avanço da Lava Jato.

Segundo informações do 247, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) está em alerta para deflagrar protestos na região sul do País, caso o juiz federal Sérgio Moro decrete a prisão de Lula. Os integrantes do movimento farão uma marcha rumo a Curitiba em caso de detenção de Lula.

João Paulo Rodrigues, coordenador nacional do MST, disse que os movimentos planejam uma “resistência” à eventual prisão do ex-presidente. “Em caso de prisão, deflagraremos uma marcha até Curitiba. Não vamos permitir esse clima de fato consumado.” A Central Única dos Trabalhadores (CUT) também deve endossar os atos em defesa de Lula.

Na quinta-feira (13), o cerco a Lula aumentou com o juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, acolhendo uma denúncia da Procuradoria do Distrito Federal, que alega que Lula fez lobby de R$ 7 bilhões para a Odebrecht junto ao BNDES e governos estrangeiros. Em contrapartida, a Exergia Brasil, empresa representada pelo filho do irmão da ex-esposa de Lula, Taiguara Rodrigues, teria sido contratada para prestar consultoria a Odebrecht em obras em Angola. E essa mesma empresa teria pago despesas pessoais do irmão de Lula, Frei Chico.

Leia mais: As nebulosidades na denúncia contra Lula no caso Exergia

Leia também:  Moro pode ser responsabilizado por vazar conversa de Lula e Dilma em 2016

Essa semana, a jornalista Helena Chagas antecipou que, em caráter sigiloso, o ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, autorizou uma série de medidas cautelares a pedido da Procuradoria Geral da República. No Supremo, Lula é investigado por suposta tentativa de obstruir a Lava Jato.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

5 comentários

  1. Organizando mobilizações para
    Organizando mobilizações para APÓS a prisão de Lula? Pelamor de Deus, já deveriam estar fazendo vigília em frente à casa de Lula desde anteontem. Tenha a santa paciência!. O que esse presidente do PT pensa da vida, que não age, não faz nada? Esse Rui Falcão é um verdadeiro presidente decorativo?

  2. Os Simpsons e o despotismo ~nada~ esclarecido de Curitiba

    Os Simpsons e o despotismo ~nada~ esclarecido de Curitiba, por Romulus
     

     

     ROMULUS
     SAB, 15/10/2016 – 17:45
     ATUALIZADO EM 15/10/2016 – 19:48

    Os Simpsons e o despotismo ~nada~ esclarecido de Curitiba

    Por Romulus

    (i) Lisa Simpson esteve de novo no Brasil – ou quase

    Há um episodio de “Os Simpsons” em que, dentro do roteiro sempre caótico e imprevisível por que a série se caracteriza, Lisa ascende ao poder na cidade como parte de um “conselho de notáveis”, composto apenas pelos maiores cérebros de Springfield.

    No início uma maravilha! Tudo mais eficiente e racionalizado…

    E no entanto…

    Bem, e no entanto depois tudo dá errado.

    A pobre Lisa, mesmo superdotada, não consegue compreender como aquele “sonho tão belo” pode desandar.

    E aí, no final, chega Stephen Hawking para socorrê-la e explicar o (não tão) óbvio:

    – Às vezes os mais inteligentes podem ser os mais ingênuos.

    LEIA MAIS »

     

    Vídeos

     

     

     

     

     

     

     (i) Stephen Hawking explica aos Simpsons fracasso do despotismo esclarecido; (ii) Simpsons contam mais a Dallagnol sobre o Mayflower e os peregrinhos “não corruptos”; (iii) Os Simpsons visitam Curitiba, digo, Salem durante a caça às bruxas; (iv) e (v) a História dos EUA segundo South Park. 

     

  3. Protestos vãos?

    “Para não term protestos vãos

    Para sair desse antro estreito

    Façamos nós por nossas mãos

    Tudo que a nós nos diz respéito”

    Trecho do Hino da Internacional Socialista

    O que teremos que fazer é desencarcerar Lula e encarcerar os encarceradores

     

  4. Quando as convicções bastam

    Tratando-se de convicções em vez de fatos, os indícios suficientes autoria em primeiro lugar e, secundariamente, de materialidade  se convertem automaticamente em provas robustas,; E temos um juiz convicto das convicções do promotor. Se uma árvore má não dá bons frutos, de uma convicção só pode nascer outra convicção.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome