A gloriosa Banda dos Fuzileiros Navais em Paris

Do Almirante Alan Arthou, por email

> Repassando>>  >> O SOM  DE LUIZ CONGAGA É LINDOO…O SICRONISMO NÃO É DOS MELHORES MAS VALEU POR TRAZER A MENTE UM PEDAÇÕ DA CULTURA QUE UM DIA CHEGOU APICE, HOJE PERMANDECE ENTERRADA.>  

Quando Cole Porter veio ao Rio, assistiu do palanque o desfile de 7 de Setembro. Quando viu passar a Banda Marcial do Corpo de Fuzileiros Navais, ele puxou o Ary Barroso pela manga do paletó e perguntou sério:

 – O que é isso? Eles não seguem a cadência do bumbo como todos os militares do mundo? Eles pisam num ponto surdo entre as batidas! E eles balançam para os lados como se estivessem dançando!!!

O Ary respondeu: É porque é uma banda de mulatos que tocam de ouvido e não marcham. Eles desfilam, o que é diferente. Esse balanço se chama “ginga”, mas eu não vou tentar te explicar porque você não entenderia nunca…

A banda marcial não tem instrumentos musicais convencionais, mas apenas clarins, cornetas, pífaros e gaitas de foles, além da ala chamada “pancadaria”.

Veja o filme do You Tube. E que inveja desses cadetes! Desfilar em Paris, no 14 de julho, puxados por essa banda, erguer para o céu os estandartes verde-amarelos, arrebentar o asfalto da Champs Elisées, não tem preço… Difícil deve ser berrar “Brasil” em terra estrangeira ouvindo a Canção do Expedicionário, porque o choro deve atrapalhar um bocado…

Excelente…..

Banda Marcial do Corpo de Fuzileiros Navais (do Brasil)  em apresentação no maior festival de bandas militares do mundo ,  “Edinburgh Military Tattoo 2011”  , realizado na  Escócia  no período de 05 a 27 de agosto, do corrente ano (2011). Tocando gaita escocesa dentro da…Escócia, é de arrebentar.

Por Luís Nassif

Só agora entendi porque na gloriosa Fanfara do Colégio Marista de Poços de Caldas – influenciada pela Banda dos Fuzileiros Navais – os bumbos saíam na frente gingando, para frenesi das mocinhas de Poços.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome