A trajetória da Barca do Sol

Por jns

A Barca do Sol

Gismonti, Olivia Gyington, Jaques Morelenbaum, Ritchie e outras feras.

O conjunto A Barca do Sol iniciou a carreira como banda de apoio do cantor fluminense Pery Reis. Em1973, seus integrantes lançaram-se em carreira própria. No ano seguinte, a banda lançou seu primeiro álbum, A Barca do Sol, que contou com a participação do compositor e multi-instrumentista Egberto Gismonti nas faixas “Arremesso” e “Alaska”. Também em 1974, entrou para o grupo o então flautistaRitchie,1 que anos mais tarde se notabilizaria em sua carreira de cantor solo.

Após uma participação em um especial para a TVE-RJ, o A Barca do Sol começou a se tornar conhecida do público. Em 1976, o segundo disco é lançado, intitulado Durante o Verão. Nesta época, há uma alteração na formação da banda: saem Marcos Stull e Marcelo Bernardes e entram Alain Pierre e David Ganc, respectivamente. Em suas apresentações, o grupo utilizava textos de poetas da chamada “Geração Marginal“, particularmente de Geraldo CarneiroCacaso e João Carlos Pádua.

Em 1978, os integrantes de A Barca do Sol participam do LP Corra o Risco, que marcou a estréia da cantora Olivia Byington. O disco contém sucessos do grupo, como “Lady Jane”, “Fantasma da Ópera” e “Brilho da Noite”, regravados pela cantora, além de canções inéditas que viriam a compor o novo disco do conjunto: “Cavalo Marinho” e “Jardim da Infância”.

Em 1979, o grupo lançou pelo selo Verão Produções Artísticas o álbum Pirata. Em 1980, fez uma participação especial na faixa “Mais Clara, Mais Crua”, do disco Anjo Vadio, de Olívia Byngton, vindo a dissolver-se em seguida. Apesar do fim da banda em 1981, vários membros continuariam ativos.

Leia também:  Prêmio Camões: Chico Buarque e a celebração da alma nacional, por Luis Nassif

 

2 comentários

  1. Essa ai é a banda de rock do

    Essa ai é a banda de rock do Jaques Morelenbaum entre outros,trafegam entre a música regional

    a mpb classica e rock progressivo,grandes músicos só não deram muita sorte porque do outro

    lado haviam os…”mineiros!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome