Ainda espero o mais claro amanhã!

Por Luciano Hortencio

Na incerteza 
em que eu vivo os meus dias 
ainda espero 
o mais claro amanhã 

Eu vivo uma noite sem lua 
que nunca se acaba 
de tanta tristeza 
que eu levo sozinho 
sem ninguém pra me sorrir 

Ando a procura de alguém 
Sei que eu não vou encontrar 
pois esse alguém já perdi 
sem forças para lutar

Eu vivo uma noite sem lua 
que nunca se acaba 
de tanta tristeza 
que eu levo sozinho 
sem ninguém pra me sorrir 

Mauricy Moura – INCERTEZA – samba-canção de Tom Jobim e Newton Mendonça.
Disco Sinter 00-00-217-A.
Ano de 1953.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Um banquete musical servido por dois ótimos cantores, por Aquiles Rique Reis

11 comentários

  1. Uma fantasia

    Sim, Luciano, a beleza em todas suas formas nos eleva. As vezes para bem longe das baixezas da terra firme. E nossas pequenas certezas muitas vezes caem por terra. Eééé…”por uns velhos vãos motivos, somos cegos e cativos”.

    Incertezas o que temos hoje enquanto nação, mas amanhã…. Amanhã quem sabe uma nova fantasia!

    [video:https://youtu.be/szv-qFiiwo8%5D

  2. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome