Amanhã é dia do Duo D’Aguera no Teatro Brincante, em São Paulo

O duo D’Aguera, formado pela cantora Beatriz Tomaz e Ricardo Radik, vai lançar seu álbum de estreia no Teatro Brincante, dia 22 de novembro.

Jornal GGN – O duo D’Aguera, formado pela cantora Beatriz Tomaz e Ricardo Radik, vai lançar seu álbum de estreia no Teatro Brincante, dia 22 de novembro, sexta-feira. O evento contará com a participação especial de Dante Ozzetti. Já o disco, com produção de André Hosoi, além de Dante tem as participações de Guinga e Benjamin Taubkin.

Beatriz e Ricardo caminham pela música brasileira, chegam no jazz e na música étnica, entre autorais e releituras, formando um belíssimo repertório neste primeiro trabalho. Vão do samba, maracatu e baião desembocando no belo que tudo abraça. O lançamento do dia 22 de novembro, será às 21h, no teatro do Instituto Brincante.

Com produção de André Hosoi, o cd tem uma forte influência da música instrumental, além é claro, de mostrar a experimentação vocal em suas faixas.  Com a participação de Benjamin Taubkin ao piano, o cd abre com a instrumental Desert Rapids (Ricardo Radik e Beatriz Tomaz), inspirada nos ventos e forças do deserto, onde o violão e as vozes fluem em uma proposta estética e harmônica, característica do duo.  Em seguida, uma releitura de Esse Meu Cantar (João Nogueira), e depois o samba Eu Avisei (Ricardo Radik), Visão de Cego (Guinga e Aldir Blanc) com a participação especial de Guinga na voz e no violão e Miolo do Caroço (Ricardo Radik e Beatriz Tomaz). Continua para O Menino (Beatriz Tomaz e Ricardo Radik), uma crítica social, seguida por Achou! (Dante Ozzetti e Luis Tatit) que conta com Dante Ozzetti no violão e por fim, a também instrumental Macumbaria (Ricardo Radik), baseada nas raízes africanas da cultura brasileira. No espetáculo de lançamento, o duo também interpretará Orassamba (Aldir Blanc/Guinga), Rebento (Gilberto Gil), Os Passionais (Dante Ozzetti e Luís Tatit), Yo Vengo a Ofrecer mi Corazón (Fito Paéz), Fazenda (Milton Nascimento/Nelson Ângelo e Rondo da Cuíca (João Bosco e Aldir Blanc).

Leia também:  Nininha, por Alda Verona, em gravação de 1930

Para Ricardo, “Conceber e dar vida ao D’AGUERA foi uma experiência muito enriquecedora do ponto de vista artístico e sem dúvida, humano. Um amálgama de intenso aprendizado e extrema realização, onde o contato com os autores e músicos maravilhosos que participaram desta construção foi arrebatador!”.

Cantora, compositora e preparadora vocal, nascida em São Paulo, Beatriz Tomaz atua desde 2007 em diversos projetos artísticos, com forte influência da dança e da performance em seu canto e composições. Fez parte da Cia de dança-teatro Minic Mondó, com direção de Maria Mommensohn, onde atuou em diversos espetáculos como intérprete-criadora e preparadora vocal entre 2007 e 2011.  Integrou a Cia. 3 de Canto Contemporâneo, com direção de Andréa Drigo, de 2004 a 2014. Tem uma parceria com o duo anglo-brasileiro Lambrego desde 2014, com quem realizou uma turnê pela Inglaterra em 2016. É integrante da cia de dança espontânea Mulheres em Movimento desde 2013, dirigida por Otília Françoso, onde atua como bailarina, cantora e preparadora vocal. Criou a linguagem de canto Fluxos Sonoros em 2012, voltada para a investigação da relação entre respiração-voz-movimento. Atualmente está cursando Pós-Graduação em Canto e Cantoterapia pela Faculdade Rudolf Steiner, e formação em Quirofonética, áreas terapêuticas fundamentadas na Antroposofia que tem na voz seu campo de atuação.

Violonista, cantor e compositor nascido em Brasília e criado no Rio. Ricardo Radik cantou em bandas de Pop/Rock na adolescência nos subúrbios da Cidade Maravilhosa. Além de músico e historiador formado pela UFRJ, também é linguista (professor, tradutor e intérprete). Viveu e tocou nos EUA por quase 14 anos, onde gravou o seu primeiro álbum autoral (Pêra/2011), se tornou endorser da Godin Guitars e tocou em casas como El Cid, Viper Room, S.O.Bs. (Nova Iorque), entre outras. De volta ao Brasil desde junho de 2012, Radik tem investido seu tempo em apresentações locais e no estudo dos ritmos e musicalidades da Música Brasileira, dos mantras e kirtans, da Música do Oriente Médio e do Jazz.

PARA CONHECER:

Leia também:  O iluminado Tom Jobim: 25 anos sem o maestro soberano, por Jorge Sanglard

“O Menino” (Beatriz Tomaz e Ricardo Radik)

“Miolo do Caroço” (Ricardo Radik e Beatriz Tomaz)

SERVIÇO:

Show de Lançamento do Álbum “D’AGUERA” – Participação especial de Dante Ozzetti

Data e horário: 22 de novembro, às 21 horas

Local: Instituto Brincante – Rua Purpurina 412, Vila Madalena, São Paulo – Tel.: (11) 3816.0575

Preço: R$ 20

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome