Chega de saudade da democracia

A polêmica em relação a João Gilberto recolocou em cena o valor da música dele. Nada poderia ser mais apropriado neste momento de melancolia causada pela situação política em que o país foi lançado após a destruição de nossa democracia econômica. A democracia formal que nos restou é apenas um simulacro preenchido por exceções judiciárias (acusação com base em convicções e condenações baseadas em presunções dos líderes da oposição; impunidade garantida para os ladrões que assaltaram o poder), uma foto pálida da namoradinha que perdemos e que temos a impressão que nunca vai retornar. 

O quadro lastimável evoca uma música de João Gilberto, cuja letra poderia sofrer uma pequena modificação.

Chega de saudade
A realidade
É que sem democracia não há paz
Não há beleza
É só tristeza
E a melancolia 
Que não sai de mim
Não sai de mim, não sai

https://www.youtube.com/watch?v=yUuJrpP0Mak

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  DOMINGUEIRA GGN: Paulo Belinatti, um dos grandes do violão

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome