Em Niterói, Clube do Choro homenageia Jacob do Bandolim

 
 
Jornal GGN – Na próxima terça-feira (19), o Clube de Choro de Niterói homenageia o disco “Vibrações”, considerado o mais importante álbum de Jacob do Bandolim. Na Sala Carlos Couto, anexa ao Teatro Municipal da cidade, Paulinho Bandolim, Eduardo Jones (cavaquinho), Leo Fernandes (violão de 7 cordas) e Diogo Barreto (pandeiro) receberão os bandolinistas Thiago Souza, Ronaldo Bandolim e Luis Nassif para esta homenagem.
 
A Sala Carlos Couto fica na Rua XV de novembro, 35, no centro de Niterói, e a entrada para a apresentação é gratuita. Leia mais abaixo:
 
Da Prefeitura de Niterói
 
A Sala Carlos Couto, anexa ao Teatro Municipal de Niterói, abre as portas para mais uma apresentação do Clube de Choro de Niterói, na terça-feira, 19 de julho de 2016, às 20h. Nesta edição, o Clube faz uma homenagem ao disco “Vibrações”, considerado o mais importante álbum da discografia do grande Jacob do Bandolim e um marco para a história do choro. Paulinho Bandolim, Eduardo Jones (cavaquinho), Leo Fernandes (violão de 7 cordas) e Diogo Barreto (pandeiro) convidam todos os amantes do choro e da música instrumental para mais uma noite inesquecível. A entrada é franca. 

 
Nesta edição, o Clube receberá as luxuosas participações dos bandolinistas Thiago Souza, Luiz Nassif e Ronaldo Bandolim. 
 
O álbum “Vibrações” foi lançado dois anos antes do falecimento de Jacob do Bandolim e, até hoje, é reverenciado como um marco na história do choro e da música instrumental brasileira. Para muitos, esse é considerado o momento em que Jacob atinge o auge da sua maturidade musical em suas interpretações. Com 12 faixas, o disco apresenta obras de Ernesto Nazareth, Pixinguinha, Luiz Americano, Juventino Maciel, Fon-fon e do próprio Jacob, sendo algumas inéditas e algumas releituras, que se consagraram quase como uma forma obrigatória de se tocar. 
 
Nos acompanhamentos, o tradicional conjunto Época de Ouro, formado por Dino 7 Cordas, Paulo Cesar Faria, Carlinhos Leite, Jonas Silva, Gilberto D’Ávila e Jorginho, apresenta um trabalho quase que camerístico, rico em detalhes que são perceptíveis graças à excelente qualidade de gravação para os padrões da época, tornando “Vibrações” um disco estudado até hoje por músicos Brasil afora. 
 
O Clubedo Choro 
 
Fundado em 28 de janeiro de 2013, o Clube do Choro de Niterói é um movimento criado com a ideia de incentivar a disseminação deste que é considerado o primeiro gênero musical urbano brasileiro. Nomes como Carlinhos Leite e Jonas do Cavaquinho representaram a cidade no cenário internacional do choro ao participarem da formação original do Conjunto Época de Ouro ao lado de Jacob do Bandolim. 
 
O Projeto Clube do Choro torna-se um importante canal de divulgação da história da nossa música, tendo em vista o pouco espaço que a música instrumental recebe nos grandes veículos de imprensa. 
 
Membros 
 
Paulinho Bandolim – bandolim 
 
Fundou o grupo de choro Café Brasil com o qual lançou o disco “Em Terra de Araribóia” em 2013. Representou o Brasil no “HIFA 2007” (Harare International Festival of Arts) no Zimbabue com o duo Focando em Cordas. Participou do projeto “Turunas Cariocas” em Petrolândia-PE, terra natal do violonista João Pernambuco. Venceu o concurso “Jovens Bambas do Velho Samba” em 2010, 2013 e 2014 acompanhando os cantores Maria Menezes, Inácio Rios e Anderson Vaz respectivamente. Em 2009 passou a integrar a Ala de Compositores da Estação Primeira de Mangueira onde venceu o concurso de samba-enredo nos anos de 2010, 2015 e 2016. 
 
Eduardo Jones – cavaquinho 
 
Apaixonado por choro e samba, segue tocando seu cavaquinho desde 1982 e já tocou com vários músicos, tais como: Aecio Flavio, Mario Pereira, Otaviano Pitanga, Luiz Roberto, Sivuca, Paulo Moura, Zé da Velha, Silverio Pontes, Nelson Sargento, Monarco, etc… Fundou o grupo Cia do Choro. Parceiro de Nelson Sargento – Diz Qui Tá e Canta Meu Povo (inéditas). Tocou no carro de som da Portela, no 1º ensaio técnico do Sambódromo e na Noite das Campeãs em 1984. Participou do embrião do Clube do Choro de Niterói em 2013, na Cantareira. 
 
Leo Fernandes – violão de 7 cordas 
 
Integrante do Grupo Café Brasil, que lançou em 2013 o cd “Em terra de Araribóia”, com participações de Ronaldo do Bandolim, Silvério Pontes, entre outros grandes nomes do choro, contendo ainda texto de Zé Paulo Becker. Foi integrante do Trio de Couro e Cordas, com o qual participou de duas turnês pela Noruega. Com o Duo Focando em Cordas representou o Brasil no HIFA, festival internacional de artes no Zimbabue, África. Acompanha atualmente cantores da nova geração do samba, como Mingo Silva, André da Mata e João Martins. Participou de alguns projetos de samba, onde acompanhou artistas como Luiz Carlos da Vila, Diogo Nogueira, Monarco e Almir Guineto. 
 
Diogo Barreto – pandeiro 
 
Aos 18 conheceu o músico Silvério Pontes, que lhe apresentou ao choro. Apresentou-se no Democráticos, tradicional casa da Lapa, com Marcos Sacramento, Zé da Velha e Silvério Pontes. Acompanhou diversos sambistas como Monarco, Sombrinha, Wanderlei Monteiro e Luiza Dionizio, com quem participou dos programa Som Brasil em homenagem ao cantor e compositor Arlindo Cruz. Atualmente se apresenta em importantes casas noturnas do Rio de Janeiro integrando o grupo dos cantores Taís Macedo e Roberta de Recife, entre outros. 
 
Serviço 
 
Clube do Choro de Niterói 
Data: Terça-feira, 19 de julho de 2016 
Horário: 20h 
Ingresso: gratuito 
Classificação etária: Livre 
Duração: 120 minutos 
 
Sala Carlos Couto 
Teatro Municipal de Niterói 
Rua XV de novembro, 35 – Centro, Niterói 
Tel: (21) 2621-5050 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

2 comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome