Ian Faquini e Paula Santoro lançam “Metal na Madeira”

O álbum desfruta dos extremos do nordeste brasileiro, trazendo para o público um verdadeiro retrato nacional

Jornal GGN – A voz de Paula Santoro se uniu ao violão de Ian Faquini, no projeto “Metal Madeira”. O álbum, que acaba de ser lançado, é um verdadeiro retrato nacional, em especial do nordeste brasileiro. Os admiradores da música popular poderão apreciar a exuberância e a pobreza desta região, presente nas canções.

Dentre o maracatu, o frevo, o baião, e outros ritmos típicos do nordeste, o Cd foi desenvolvido baseado no conceito da xilogravura (imagem criada através da madeira esculpida por um objeto de metal), encontrada, principalmente, na literatura de cordel.

A alegria, as cores, as riquezas naturais, a tristeza, a seca e a solidão de um povo que está acostumado com os extremos, inspiraram o “metal da voz” que encontra a madeira do violão.  

O álbum gravado no Fantasy Studios (SF Bay Area), um dos mais tradicionais estúdios dos EUA, contou com os músicos Rafael Barata (bateria), Scott Thompson (contrabaixo), Vitor Gonçalves (sanfona e Rhodes), Spok (sax soprano), Sergio Krakowski (pandeiro), Jeff Cressman (trombone) e Harvey Wainapel (clarinete e sax alto).

Paula e Ian se conheceram por meio do compositor Guinga, quem inspirou Ian aos 16 anos de idade a trocar a guitarra elétrica (que tocava desde menino) para se dedicar ao violão. Em 2014, enquanto Paula ministrava uma Oficina de Canto no Califórnia Brazil Camp (EUA), reencontrou Ian que apresentou algumas de suas canções, pelas quais Paula se apaixonou e logo nasceu o desejo de realizar este projeto.

A mineira Paula Santoro, já fez cinco álbuns solo e dezenas de colaborações em Cds de artistas como Guinga, Mário Adnet, entre outros. Desde 2002, quando foi uma das vencedoras do V Prêmio Visa de Música, a cantora vem ganhando destaque.

Leia também:  Yamandu Costa, como o jovem gaúcho se tornou a maior referência musical brasileira

Ian é brasileiro, mas mora em Berkeley (CA, USA). Com dois álbuns solo, além de compositor ensina violão e música brasileira no “California Jazz Conservatory”, onde se formou em 2015.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome